Evangelho do Dia

Compartilhe este conteúdo:

Ano B - DIA 03/03


Um só é o vosso Guia, o Cristo! - Mt 23, 1-12

Depois, Jesus falou às multidões e aos discípulos: “Os escribas e os fariseus sentaram-se no lugar de Moisés para ensinar. Portanto, tudo o que eles vos disserem, fazei e observai, mas não imiteis suas ações! Pois eles falam e não praticam. Amarram fardos pesados e insuportáveis e os põem nos ombros dos outros, mas eles mesmos não querem movê-los, nem sequer com um dedo. Fazem todas as suas ações só para serem vistos pelos outros, usam faixas bem largas com trechos da Lei e põem no manto franjas bem longas. Gostam do lugar de honra nos banquetes e dos primeiros assentos nas sinagogas, de serem cumprimentados nas praças públicas e de serem chamados de 'rabi'. Quanto a vós, não vos façais chamar de ‘rabi’, pois um só é vosso Mestre e todos vós sois irmãos. Não chameis a ninguém na terra de ‘pai’, pois um só é vosso Pai, aquele que está nos céus. Não deixeis que vos chamem de ‘guia’, pois um só é o vosso Guia, o Cristo. Pelo contrário, o maior dentre vós deve ser aquele que vos serve. Quem se exaltar será humilhado, e quem se humilhar será exaltado”.
Leitura Orante

Oração Inicial

Iniciamos nossa Leitura orante recordando as palavras do Papa Francisco em sua Mensagem para a Quaresma: "O cristão é aquele que permite a Deus revesti-lo da sua bondade e misericórdia, revesti-lo de Cristo para se tornar, como Ele, servo de Deus e dos homens".
Também nós desejamos que o encontro com Cristo Palavra nos fortaleça na prática da caridade, da misericórdia e do serviço generoso em resposta ao convite de Jesus: "o maior dentre vós deve ser aquele que serve".
Oremos: Jesus Mestre, cremos com viva fé que estais aqui presente, para indicar-nos o caminho que leva ao pai. Iluminai nossa mente, movei nosso coração, para que esta meditação produza em nós frutos de vida. Amém.

1- Leitura (Verdade)

Leia a narrativa de Mt 23, 1-12 em sua Bíblia. Leia novamente e procure perceber os personagens que compõem a cena e o tema de seus diálogos. Mais uma vez estamos diante de uma exortação de Jesus. Ele se dirige às multidões e aos discípulos.
Primeiro, Jesus observa a conduta dos escribas e fariseus e critica a distância entre seus discursos e sua pratica. Para Jesus, todo discurso precisa ser acompanhado do testemunho. Com sua vida, Jesus sempre mostrou essa relação. Portanto, prática e discurso são inseparáveis. Jesus observa ainda que os escribas e fariseus colocam fardos nos ombros dos outros; praticam ações somente para serem vistos e buscam pelos lugares de honra.
Em seguida, Jesus apresenta algumas orientações: "Quanto a vós...", que tendes um só Mestre, um só Pai, um só Guia, o Cristo, vivei como irmãos, como filhos do mesmo Pai, como servos uns dos outros, sede humildes.

2- Meditação (Caminho)

O que o texto diz para mim, hoje? Qual foi a palavra que mais chamou minha atenção? Como compreendo e acolho as orientações de Jesus? Jesus pede para rejeitarmos a hipocrisia, a busca de honras e reconhecimentos. É no serviço generoso aos irmãos que nossa vida ganha sentido e contribuímos assim para o fortalecimento da comunidade. Jesus nos lembra ainda que "o maior dentre vós deve ser aquele que serve". Este apelo está em sintonia com o lema da Campanha da Fraternidade deste ano: "Eu vim para servir" (Mc 10,45). Pode nos ajudar em nossa oração, a contemplação do cartaz da Campanha da Fraternidade 2015 que retrata o Papa Francisco lavando os pés de um fiel na Quinta-feira Santa.

3- Oração (Vida)

Ofereça a Deus os frutos da sua oração, da sua meditação e contemplação da Palavra. Apresente o desejo que brotou em seu coração e peça a graça de vivê-lo durante o dia. Faça sua prece de agradecimento ou pedido. Conclua com a oração: Jesus Mestre, agradeço pelas luzes que me destes nesta meditação. Perdoai-me, pelos limites que me impediram de fazê-la melhor. Ofereço-vos a resolução que tomei e que espero viver, pela vossa graça. Amém

4- Contemplação (Vida e Missão)

Com a Palavra de Deus na mente e no coração, qual atitude me proponho a viver no dia de hoje?

Bênção

- Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Que Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Que volte para nós o seu olhar. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Ir. Angela Klidzio, fsp
angela.klidzio@paulinas.com.br

pesquise

Comentários

A vida cristã é um serviço
É sob a autoridade de Moisés que os escribas e fariseus ensinam, interpretam e orientam a prática da lei. Todo o capítulo de Mt 23 é uma dura crítica de Jesus aos escribas e fariseus por causa da hipocrisia deles. A hipocrisia é máscara, representação. Como não praticam o que eles obrigam aos outros, aquilo que ensinam é como um fardo pesado que cansa, tira a alegria e incute o medo do castigo de Deus. Contradição em relação à finalidade da Lei dada por Deus como um caminho de vida e para a felicidade, rejeitando qualquer tipo de escravidão e da mentalidade de escravo, na solidariedade e respeito entre os semelhantes. A religião que eles praticam é hipocrisia, expressão da vaidade que encerra o indivíduo em si mesmo; o coração deles não está no que eles fazem, pois buscam ser vistos pelos homens. Eles, de fato, não estão a serviço da Palavra de Deus que ensinam e obrigam a praticar. Para a comunidade cristã, a hipocrisia deve ser rejeitada veementemente e o comportamento dos escribas e fariseus não pode se constituir em norma de conduta. Dos discípulos é exigido um comportamento totalmente diferente, enraizado na própria vida e no ensinamento de Jesus. A vida cristã é um serviço.

Pe. Carlos Alberto Contieri

Oração

Senhor, que abateis os corações dos orgulhosos, mas concedeis vossa graça aos humildes, dai-nos a verdadeira humildade, de que Jesus nos deu o exemplo.

Leitura

Is 1, 10.16-20

Salmo

Quem me oferece o sacrifício de louvor, me honra. Sl 50 (49)
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados