Santo do Dia

Compartilhe este conteúdo:

São João Bosco
1815-1888

Fundou a Congregação dos Padres Salesianos e o Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora e os Cooperadores Salesianos

31 de Janeiro - São João Bosco

João Melquior Bosco, nasceu no dia 16 de agosto de 1815, numa família católica de humildes camponeses em Castelnuovo d'Asti, no norte da Itália, perto de Turim. Órfão de pai aos dois de idade, cresceu cercado do carinho da mãe, Margarida, e amparo dos irmãos. Recebeu uma sólida formação humana e religiosa, mas a instrução básica ficou prejudicada, pois a família precisava de sua ajuda na lida do campo.

Aos nove anos, teve um sonho que marcou a sua vida. Nossa Senhora o conduzia junto a um grupo de rapazes desordeiros que o destratava. João queria reagir, mas a Senhora lhe disse: "Não com pancadas e sim com amor. Torna-te forte, humilde e robusto. À seu tempo tudo compreenderás". Nesta ocasião decidiu dedicar sua vida a Cristo e a Mãe Maria; quis se tornar padre. Com sacrifício, ajudado pelos vizinhos e orientado pela família, entrou no seminário de Chieri, daquela diocese.

Inteligente e dedicado, João trabalhou como aprendiz de alfaiate, ferreiro, garçom, tipógrafo e assim, pôde se ordenar sacerdote, em 1841. Em meio à revolução industrial, aconselhado pelo seu diretor espiritual, padre Cafasso, desistiu de ser missionário na Índia. Ficou em Turim, dando início ao seu apostolado da educação de crianças e jovens carentes. Este "produto da era da industrialização", se tornou a matéria prima de sua Obra e vida.

Neste mesmo ano, criou o Oratório de Dom Bosco, onde os jovens recebiam instrução, formação religiosa, alimentação, tendo apoio e acompanhamento até a colocação em um emprego digno. Depois, sentiu necessidade de recolher os meninos em internatos-escola, em seguida implantou em toda a Obra as escolas profissionais, com as oficinas de alfaiate, encadernação, marcenaria, tipografia e mecânica, repostas às necessidades da época. Para mestres das oficinas, inventou um novo tipo de religioso: o coadjutor salesiano.

Em 1859, ele reuniu esse primeiro grupo de jovens educadores no Oratório, fundando a Congregação dos Salesianos. Nos anos seguintes, Dom Bosco criou o Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora e os Cooperadores Salesianos. Construiu, em Turim, a basílica de Nossa Senhora Auxiliadora, e fundou sessenta casas salesianas em seis países. Abriu as missões na América Latina. Publicou as Leituras Católicas para o povo mais simples.

Dom Bosco agia rápido, acompanhou a ação do seu tempo e viveu o modo de educar, que passou à humanidade como referência de ensino chamando-o de "Sistema Preventivo de Formação". Não esqueceu do seu sonho de menino, mas, sobretudo compreendeu a missão que lhe investiu Nossa Senhora. Quando lhe recordavam tudo o que fizera, respondia com um sorriso sereno: "Eu não fiz nada. Foi Nossa Senhora quem tudo fez".

Morreu no dia 31 de janeiro de 1888. Foi beatificado em 1929 e canonizado por Pio XI em 1934. São João Bosco, foi proclamado "modelo por excelência" para sacerdotes e educadores. Ecumênico, era amigo de todos os povos, estimado em todas as religiões, amado por pobres e ricos; escreveu: "Reprovemos os erros, mas respeitemos as pessoas" e se fez , ele próprio, o exemplo perfeito desta máxima.

Outros santos e beatos:
Santo Adamnano de Coldingham (†680) — monge beneditino irlandês.
Santo Aidano — primeiro bispo de Ferns, na Irlanda, onde fundou um mosteiro.
Santo Atanásio (†885) — natural de Catânia, tornou-se monge da Ordem de São Basílio, na Grécia, e foi nomeado bispo de Metone.
São Bobino (†776) — bispo beneditino de Troyes.
Santos Ciro e João — dois médicos de Alexandria, martirizados em 303, junto com seus pacientes, por serem cristãos.
Santo Eusébio (†884) — peregrino irlandês, depois monge beneditino no mosteiro de São Galo, na Suíça.
São Geminiano (†348) — bispo de Módena, combateu corajosamente a heresia joviniana.
São Júlio de Novara (†390) — padre; empenhou-se em transformar os templos pagãos em igrejas cristãs.
Santa Marcela de Roma (325-410) — nobre romana; ao enviuvar, transformou a própria casa em convento. Durante três anos, hospedou em sua casa são Jerônimo, que se tornou o diretor espiritual dessa comunidade, consagrada ao estudo da Bíblia. Do grupo faziam parte a patrícia romana Paula e suas filhas Eustóquia e Blesila, ambas santas. Durante o saque de Roma, Marcela foi torturada e morta pelos godos.
Beata Maria Cristina de Savóia (1812-1836) — filha de Vítor Emanuel I; em 1832 desposou Ferdinando II, rei das Duas Sicílias. Morreu depois de ter dado à luz o herdeiro do trono. Exemplo raro de como viver integralmente a fé cristã em meio às pompas régias do palácio. Maria Cristina foi beatificada em 1872.
São Martim Manuel de Soure (†1156) — pároco português, torturado pelos sarracenos, morreu no cárcere. É venerado como mártir.
São Metras — egípcio martirizado em 250.
Santa Monacela ou Melangell (†590) — virgem galesa; viveu reclusa em Powys.

Veja Também

pesquise

Pesquise o santo por nome ou data

Selecione a Data
Digite o nome do Santo
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados