PESQUISE NO SITE
Fale Conosco

Por que perdoar? Além de um gesto de amor, é inteligente e saudável

Data de publicação: 22/03/2022

O Evangelho desta terça-feira da terceira semana da Quaresma nos apresenta uma frase bem conhecida de Jesus:

Pedro aproximou-se de Jesus e perguntou-Lhe: ‘Se meu irmão me ofender, quantas vezes deverei perdoar-lhe? Até sete vezes?’ Jesus respondeu: ‘Não te digo até sete vezes, mas até setenta vezes sete’ (Mt 18,21-22)

Como número perfeito e com significado de plenitude, o sete nesta resposta, junto à multiplicação, indica perdoar sempre! Dar o perdão, ou poderíamos dizer, “libertar” o perdão é deixar fluir ao outro a mesma misericórdia que pedimos a Deus na oração do Pai Nosso: “Perdoai as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido”.
Além disso, é inteligente e saudável. Vejamos o porquê e, em seguida, uma sugestão de playlist para te ajudar a refletir, rezar e decidir-se a dar ou pedir o perdão:


Perdoar é ter com o outro a mesma medida que Deus tem para conosco: de amor, misericórdia e compreensão que o outro é muito mais do que aquele erro ou ofensa. Perdoar é reconhecer que eu também erro, cometo pecados e que não sou melhor do que ninguém.

Não é fácil, dói muitas vezes, mas assim como Cristo sofreu tantas dores na Cruz a fim de salvar a humanidade, dar o perdão é compartilhar desses sofrimentos de Jesus para que o outro se salve e eu também! Deste modo, é ir além e sair de si mesmo para perdoar é viver na comunhão de amor do Deus Uno e Trino. Um amor que se rebaixa para que se levante a unidade e fraternidade.

Como já dito, é ainda um ato saudável e inteligente:
  • O jornal americano Personal Relationships publicou um estudo, em 2011, que afirma que tanto a pessoa que dá como a que recebe o perdão têm melhoras na pressão arterial;
  • Uma outra pesquisa apresentada, em 2014, pelo Journal of Health Psychology aponta que desculpar o outro reduz o estresse e afeta positivamente a saúde mental;
  • Por fim, uma ação de considerável inteligência para os relacionamentos. Uma investigação divulgada pela American Psychological Association destaca que, após uma contrariedade ou traição, a indulgência pode recuperar e fortalecer vínculos. Ou seja, é resgatada a comunhão entre as partes como uma verdadeira renovação daquele relacionamento.
Portanto, é necessário praticar o perdão, analisar que há muito mais benefícios e que esta ação nos restabelece no amor de Deus. Trata-se de um ato da vontade, muito mais do que de sentimentos.

Sobretudo neste tempo quaresmal, quer uma ajuda para exercitar o perdão? Reflita e reze com o auxílio da playlist Perdoar 70x7.

Pensar sobre as vantagens, confessar-se, ir até a pessoa para dar ou pedir perdão são ótimos exercícios quaresmais rumo a uma conversão pessoal e ao verdadeiro sentido desta época do ano litúrgico: a Páscoa, a Ressurreição de Cristo, que faz novas todas as coisas!

Por Gracielle Reis

Fonte: Paulinas-COMEP
Postado por: Comep



Compartilhe este conteúdo:

Comentários

Veja Também

Jonny Mendes tem novidades: lançamento do clipe da canção “Perdoar”

O clipe em preto e branco, numa estética retrô, deixa a mensagem de eternizar essa verdade: o perdão revigora a vida, traz paz ao coração e é fonte de liberdade interior.

Grupo Cantores de Deus comemora seus 25 anos com pocket show e lançamento de clipe “reconfortante”

Grupo idealizado pelo Padre Zezinho já gravou 9 CDs, um EP e um DVD ao vivo e, depois de várias formações, segue como exemplo de fé, amor e esperança

“Ao Coração Cansado”: novo clipe do grupo Cantores de Deus convida a repousar no Sagrado Coração de Jesus

No dia do Sagrado Coração de Jesus, neste ano, a 24 de junho, o grupo lança o clipe da música, que faz parte do álbum Mulheres de Fé em Fé, disponível nas plataformas digitais.

Um assunto de família: lançamento do álbum “O Terço da Família - Rezando com a Sagrada Família”

As orações e cantos ajudam a contemplar e a celebrar os mistérios da vida oculta de Jesus, Maria e José.

Álbum Cantando os Evangelhos traz diversas opções musicais para os domingos do Tempo Comum

Após a Ascensão do Senhor, Pentecostes e Santíssima Trindade, o calendário litúrgico volta ao Tempo Comum. O segundo volume do álbum apresenta canções do 9º ao 18º domingo desse período.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados