PESQUISE NO SITE
Fale Conosco

Holywins: a santidade que vence. Saiba como viver as celebrações de Todos os Santos e Finados

Data de publicação: 01/11/2019

 



“Vi uma multidão imensa,
que ninguém podia contar,
de todas as nações, tribos, povos e línguas.
Estavam de pé, diante do trono e na presença do Cordeiro,
vestidos com túnicas brancas e de palmas na mão.
E clamavam em alta voz:
‘A salvação ao nosso Deus, que está sentado no trono,
e ao Cordeiro’” (Ap 7,9-10)

   
Esse trecho da primeira leitura da Solenidade de Todos os Santos, com imagens fortes e marcantes, destaca o “Holywins”, ou seja, que a santidade vence, sobretudo a salvação trazida por Cristo. Nesta data litúrgica, a Igreja peregrina venera a memória daqueles que levaram uma vida de santidade e já contemplam Deus face a face para que, assim, nos estimule com seu testemunho e intercessão junto a Jesus.
Uma celebração interligada à Comemoração dos Fiéis Defuntos - mais popularmente conhecida como Dia de Finados - já que, em 1º novembro, olhamos para aqueles que já vivem as alegrias eternas e, no dia 2 de novembro, voltamos nossas orações pelas almas do purgatório e todos os entes queridos. Dia de lembranças com saudade, mas não com tristeza!
A seguir, dicas simples e práticas de como bem vivenciar essas celebrações junto à comunidade cristã e também receber indulgências:

1 - Todos os Santos: compreender que a santidade não exclui ninguém
Como apontou o Papa Francisco na Exortação Apostólica, Gaudete et Exsultate, homens e mulheres; crianças, jovens e idosos: todos são chamados a uma vida santa, em meio ao seu cotidiano. O que não significa não ter pecados, mas sim a disposição de superá-los. “Para ser santo, não é necessário ser bispo, sacerdote, religiosa ou religioso. Muitas vezes somos tentados a pensar que a santidade esteja reservada apenas àqueles que têm possibilidade de se afastar das ocupações comuns, para dedicar muito tempo à oração. Não é assim. Todos somos chamados a ser santos, vivendo com amor e oferecendo o próprio testemunho nas ocupações de cada dia, onde cada um se encontra” (nº14).

2 - Entender a continuação lógica entre as duas celebrações
A Igreja peregrina sobre a terra não poderia, ao celebrar a Igreja triunfante, esquecer a Igreja que se purifica no purgatório. Sendo assim, o dia dos Fiéis Defuntos não é dia de luto e tristeza, mas dia de esperança e de alegre expectativa de quando todos ressurgirão em Cristo para uma vida nova. É, sobretudo, dia de oração, que se revestirá da maior eficácia, se a unirmos ao sacrifício de reconciliação e banquete eucarístico.

3 - Como receber indulgências
De acordo com a Indulgentiarum Doctrina, “pode-se ganhar a indulgência de 2 de novembro, que só pode ser aplicada aos defuntos, em todas as igrejas, oratórios públicos ou semi-públicos ― para os que legitimamente usam desses últimos”. E ainda ao visitar o cemitério e rezar pelos falecidos.

4 - Condições para se receber uma indulgência plenária
São necessários seguir três passos: confissão sacramental, comunhão eucarística e oração nas intenções do papa, sempre no espírito de rejeição ao pecado, mesmo o venial, e com o coração aberto à caridade.

5 - Celebrar a santidade como dom de Deus e recordações do que se foram com músicas de esperança
Nesta playlist, canções que alimentam a nossa esperança: agradecer ao Senhor que nos dá tudo conforme a disposição da Sua graça e que nos modela na santidade. Tudo é por graça e não por nossos méritos; sentir saudade e não tristeza, pois, um dia, estaremos todos reunidos na glória dos céus.



Por Gracielle Reis

Fonte: Paulinas-COMEP
Postado por: Comep



Compartilhe este conteúdo:

Comentários

Veja Também

Um anúncio de alegria que se faz prece e canção, inspirado na Exortação Apostólica Evangelii Gaudium do papa!

Segundo diz o Papa Francisco na sua Exortação Apostólica Evangelii Gaudium, “o grande risco do mundo atual, é uma tristeza individualista”, que pode “transformar-nos em pessoas ressentidas, queixosas, sem vida.”

Paulinas lança álbum da cantora Marília Mello

Depois de diversas participações em outros projetos musicais, Marília Mello lança seu primeiro álbum pela gravadora Paulinas-COMEP. Intimidade traduz a vivência espiritual e missionária da cantora.

“Um toque de fé” - é lançamento de Paulinas-Comep

Sintonizado com os apelos da Igreja e do papa Francisco, o cantor Jonny, por meio desse trabalho musical, reafirma o desejo de prosseguir a missão, e renova a parceria de mais de 20 anos com a Gravadora Paulinas-COMEP.

Tarde de Autógrafos com Adriana Arydes no Rio de Janeiro e Niterói

Dando continuidade ao lançamento do CD e DVD 'Adriana Arydes ao vivo', a cantora Adriana Arydes estará nas cidades de Niterói e Rio de Janeiro-RJ para duas tardes de autógrafos na Paulinas Livraria.

Manhã de Autógrafos com Adriana Arydes no Rio de Janeiro-RJ

Chegou a vez da Paulinas Livraria do Rio de Janeiro (centro), receber a manhã de autógrafos com a Adriana Arydes!

Início Anterior 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 Próximo Final

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados