PESQUISE NO SITE
Fale Conosco

Dia de São Brás: além da bênção da garganta, veja oito dicas de saúde para cuidar da voz

Data de publicação: 03/02/2020

Uma bela tradição na Igreja Católica é pedir a São Brás a bênção contra os males da garganta. Ele é muito invocado em casos de engasgamento e por pessoas com enfermidades nessa parte do corpo ou problemas na fala. Durante as Missas, no dia do santo, 3 de fevereiro, os padres costumam dar a bênção com duas velas cruzadas no pescoço do fiel e proferem as seguintes palavras:
 
Por intercessão de São Brás, Bispo e Mártir, livre-te Deus do mal da garganta e de qualquer outra doença. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Contudo, não é somente no dia 3 de fevereiro que devemos lembrar da nossa garganta e procurar a bênção de São Brás. Uma vida oração e busca das coisas de Deus estão em primeiro lugar, mas devemos cuidar da nossa saúde como um todo e também desta região do corpo.

Usamos a garganta e o aparelho vocal em muitas situações do dia a dia: para nos comunicarmos e há os profissionais cujo instrumento de trabalho é a voz: cantores, professores, radialistas, jornalistas, atores, entre outros. A cantora Adriana Melo, que também é fonoaudióloga e preparadora vocal, explica que a “voz pode ser definida como o som produzido pela passagem do ar vindo dos pulmões. Este faz as pregas vocais vibrarem e é modificado nas cavidades de ressonância e estruturas articulatórias”.
 
Seja falada ou cantada, a voz é um dos aspectos da comunicação humana que mais chama a atenção e demonstra formas de ser e de pensar. “Eu toco o outro com a minha voz sem tocar nele fisicamente, como um tato à distância. É um cartão de visita e revela aspectos importantíssimos da nossa natureza: aspectos biológicos quando estamos saudáveis ou não, aspectos sociais e aspectos psicológicos, sendo um sinalizador das nossas emoções”, elucida a preparadora vocal.
 
Segundo Adriana, é importante saber que existem alguns hábitos e cuidados básicos que auxiliam na preservação da nossa saúde vocal. Então, confira as orientações valiosas da cantora e fonoaudióloga:
 Adriana Melo
  1. Fique atento aos primeiros sintomas de alteração vocal, como cansaço, ardor, dor ao falar/cantar, falhas na voz, pigarro e rouquidão duradoura. Eles podem estar relacionados a lesões nas pregas vocais;
  2. Beba bastante água ao longo do dia, principalmente durante o uso da voz a fim de garantir a hidratação e boas condições de mobilidade das pregas vocais;
  3. Tenha uma alimentação saudável e, antes de utilizar a voz continuamente, evite alimentos pesados, cafeína, leite e derivados, bebidas gasosas e chocolate. Esses alimentos podem causar refluxo gastroesofágico, sendo este um grande vilão para a voz;
  4. O maior vilão da voz é o tabagismo. Então, cigarro nem pensar!
  5. Cultive uma boa saúde e boas atitudes: estabeleça uma rotina de sono e descanso; procure reduzir a quantidade do uso da voz durante quadros gripais e crises alérgicas; fale sem esforço e articule bem as palavras; mantenha uma boa postura corporal ao cantar ou falar; tente não falar por períodos longos em ambientes ruidosos; reduza abusos vocais como pigarrear, gritar e dar gargalhadas exageradas;
  6. Para os cantores: ao cantar, procure se ouvir utilizando o retorno de sua voz. É comum, em shows com bandas, o cantor ouvir mais a banda do que sua voz. Isso pode afetar muito a voz, pois acaba excedendo a intensidade da sua voz e lesionado os músculos vocais;
  7. Desenvolva suas capacidades vocais com bons profissionais. Existe o trio de ouro da voz: otorrinolaringologista, fonoaudiólogo e professor de canto;
  8. No caso de suspeita de problemas vocais, procure um fonoaudiólogo e um médico otorrinolaringologista.
 


A vida do protetor contra as doenças da garganta




São Brás nasceu na Armênia, era médico, sacerdote e muito disponível com os pobres e cristãos perseguidos. Foi nomeado bispo de Sebaste, também na Armênia, no século III. Perseguido pelos romanos, Brás abandonou o bispado e se protegeu na caverna de uma montanha isolada. Porém, foi descoberto e capturado e morreu em testemunho de sua fé sob as ordens do imperador Licínio, no ano de 316.

Foi um pastor muito querido pelos fiéis de sua comunidade. Durante o seu cativeiro, na escuridão do calabouço, obteve de presente de amigos um par de velas, com as quais recebia luz e calor. Por isso, aparece na sua representação iconográfica portando duas candeias.

Segunda uma narrativa, quando ia ser martirizado, uma mãe trouxe-lhe uma criança de colo que estava morrendo engasgada devido a uma espinha de peixe na garganta. Brás, então parou, olhou para o céu, rezou e Deus curou aquela criança. A partir deste acontecimento, desenvolveu-se a tradição de ser invocado em males contra a garganta.

Peçamos a sua intercessão não somente para a garganta e voz, mas para que também, como ele, sejamos verdadeiras e ousadas testemunhas de fé em Jesus Cristo, na fidelidade à Igreja.

Podemos também assim rezar ao santo:


Oração a São Brás

Ó glorioso São Brás, que restituístes, com uma breve oração, a perfeita saúde de um menino que, por uma espinha de peixe atravessada na garganta, estava prestes a expirar! Obtende para nós todos a graça de experimentarmos a eficácia do vosso patrocínio em todos os males da garganta. Conservai a nossa garganta sã e perfeita, para que possamos falar corretamente e, assim, proclamar e cantar os louvores de Deus. Amém.

E ao falar de voz, sempre lembramos de cantores e cantoras que enchem a nossa vida de poesia! Com esta playlist, vamos pedir as bênçãos de Deus sobre eles e suas vozes e celebrar esse maravilhoso dom de cantar!



Por Gracielle Reis, com informações da Liturgia das Horas

Fonte: Paulinas-COMEP
Postado por: Comep



Compartilhe este conteúdo:

Comentários

Veja Também

“Ao Coração Cansado”: novo clipe do grupo Cantores de Deus convida a repousar no Sagrado Coração de Jesus

No dia do Sagrado Coração de Jesus, neste ano, a 24 de junho, o grupo lança o clipe da música, que faz parte do álbum Mulheres de Fé em Fé, disponível nas plataformas digitais.

Um assunto de família: lançamento do álbum “O Terço da Família - Rezando com a Sagrada Família”

As orações e cantos ajudam a contemplar e a celebrar os mistérios da vida oculta de Jesus, Maria e José.

Álbum Cantando os Evangelhos traz diversas opções musicais para os domingos do Tempo Comum

Após a Ascensão do Senhor, Pentecostes e Santíssima Trindade, o calendário litúrgico volta ao Tempo Comum. O segundo volume do álbum apresenta canções do 9º ao 18º domingo desse período.

Para Pentecostes, canções de clamor ao Espírito Santo

No próximo dia 5 de junho, a Igreja celebra esta grande solenidade. Por isso, não podem faltar sugestões musicais para a oração pessoal, grupos de oração e para a liturgia.

Para celebrar a Solenidade da Ascensão, canções do EP

O EP traz canções litúrgicas para a celebração da liturgia dessa data, além dos playbacks e partituras.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados