PESQUISE NO SITE
Fale Conosco

Cinco gestos para melhor se relacionar com a Trindade Santa

Data de publicação: 04/06/2020

Santíssima Trindade

No domingo seguinte ao Pentecostes, a Igreja celebra a Solenidade da Santíssima Trindade, já na retomada do Tempo Comum. Uma celebração que nos remete ao Deus Uno e Trino que nos ama infinitamente e, assim, nos criou por amor e acompanha a história da humanidade!

Na plenitude dos tempos, enviou Seu Filho Único a fim de que, pelo Filho, conheçamos o rosto terno e misericordioso do Pai. Um Deus que está sempre perto do Seu povo e revela-se em Jesus Cristo, na comunhão do Espírito Santo. Deste modo, a Solenidade da Santíssima Trindade é uma bela oportunidade de adentrarmos no coração de Deus e mergulharmos na comunhão de amor da Trindade. O Pai é o que ama; o Filho é o Amado; e o Espírito Santo é o Amor.

Como aponta o profeta Jeremias, “Seduziste-me Senhor, e eu me deixei seduzir” (Jr 20,7). Ou seja, o Deus Uno Trino criou cada criatura e tudo o que existe; conduz cada passo da trajetória humana; envolve toda a terra com o Seu amor e o Seu Espírito; e mesmo sendo o Deus Todo Poderoso, Pai, Filho e Espírito Santo, não está distante, mas no coração de cada homem, de cada mulher. Ele nos seduz para ele, para o Seu eterno amor!

Esta é a maior verdade de nossas vidas! Por isso, nesta importante festa da Liturgia da Igreja, podemos ter alguns gestos:

  1.    Professar a nossa fé no Deus Uno e Trino. O dogma da Trindade Santa foi definido em duas etapas: primeiramente no Concílio de Niceia (325 dC) e no primeiro Concílio de Constantinopla (381 dC). E, assim, digamos Cremos em Deus!
  2.     Reafirmar a confiança na Providência Divina, que rege a nossas vidas, pois O Senhor Deus é meu Pastor e nada pode me faltar!
  3.     Gratidão: a palavra que deve inspirar nossas ações diante de Deus. Ele cuida e nos dá tudo de que precisamos. “Eu agradeço. Tanta bondade merece a minha prece e louvor”.
  4.     Mais do que compreender, adorar O Mistério da Trindade. Vejamos o que explica o Compêndio do Catecismo da Igreja, “O mistério da Santíssima Trindade pode ser conhecido pela pura razão humana? Deus deixou alguns vestígios do seu ser trinitário na criação e no Antigo Testamento, mas a intimidade do seu Ser como Trindade Santa constitui um mistério inacessível à pura razão humana e até mesmo à fé de Israel antes da Encarnação do Filho de Deus e da missão do Espírito Santo. Esse mistério foi revelado por Jesus Cristo e é a fonte de todos os outros mistérios” (CCIC, 45).
  5.     E, claro, dar todo o nosso louvor à Santíssima Trindade! A Ela toda honra e glória para sempre, amém!

Confira a playlist com diversas músicas para essa Solenidade da Santíssima Trindade. Para rezar em casa ou canções para as Santas Missas:




Por Gracielle Reis

Fonte: Paulinas-COMEP
Postado por: Comep



Compartilhe este conteúdo:

Comentários

Veja Também

Quaresma 2022: inicia-se o tempo forte na Igreja de oração, jejum e penitência

Em especial, para a celebração de 2022, o Papa Francisco convidou crentes e não-crentes a uma jornada de jejum pela paz entre Rússia e Ucrânia.

Por que existe a devoção a Nossa Senhora aos sábados?

Saiba de onde vem esse costume, que está relacionado ao Tríduo Pascal. Maria teria sido a única pessoa que permaneceu firme, esperando a ressurreição de Jesus.

O que é o Tempo Comum no calendário litúrgico?

Subdividido em duas partes, um “tempo ordinário”, mas não menos importante e que pode ser vivido com a música para os momentos de oração e escolha dos cantos para as Missas.

Cantando os Evangelhos: canções para o Tempo Comum C

Músicas inspiradas no Evangelho de Lucas, cujos textos regem o Ano C. A composição e música são assinadas por Frei Luiz Turra.

7 músicas para o Domingo da Palavra

Para o dia 23 de janeiro, uma indicação de canções para ressaltar o valor da Palavra de Deus.

Início Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 Próximo Final

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados