Discalculia

Data de publicação: 05/10/2017


Adriana Guedes *

Causada por má-formação neurológica, a discalculia pode ser descoberta logo nos primeiros anos de vida, através da trajetória de aprendizagem e do desenvolvimento da criança com relação a tudo que está relacionado aos números. Mas é preciso ficar atento, pois nem todas as crianças gostam de contas, e existe uma grande diferença entre quem acha matemática chata e difícil e quem sofre de um distúrbio. A professora especialista em Linguística e franqueada da rede Tutores – Educação Multidisciplinar, em Uberlândia (MG), Juliana Reis, explica como tratar e amenizar a discalculia, fazendo com que a criança passe pela vida escolar da maneira menos traumática possível.
“Muitas vezes uma criança diagnosticada com discalculia é tratada como quem tem dificuldades gerais de aprendizagem, moderada, grave ou profunda. É difícil diagnosticar o distúrbio, pois nem sempre é visto como uma condição separada. O profissional deve sempre fazer orientações gerais sobre as dificuldades matemáticas e, a partir daí, planejar as intervenções pedagógicas necessárias. Só é possível perceber traços de discalculia a partir da maturação neurológica compatível com a demanda matemática da fase em que a criança se encontra. Não se trata de um distúrbio que se percebe da noite para o di.”, explica a especialista.

Os sinais
Dentre os sinais característicos de um aluno discalcúlico constam: a dificuldade em realizar cálculos simples como adição; resolver problemas matemáticos; substituir ou reverter números por outro (6-9 / 2-5); alinhar mal os símbolos, com o uso dos pontos decimais; ler e escrever os símbolos matemáticos (=/ ÷) e de avaliação e organização visuoespacial. Também é comum ter confusão em procedimentos aritméticos (adição, subtração e multiplicação); dificuldade na linguagem matemática e sua relação com os símbolos (subtrair, retirar, deduzir, menos etc.); escrever os símbolos e dígitos necessários para os cálculos e separar o concreto do abstrato.
Uma vez que a criança foi diagnosticada com discalculia, todas as pessoas de seu convívio devem ajudá-la, e existem métodos para isso. O professor precisa assegurar-se de que as habilidades para um bom estudo estejam estabelecidas, para que não haja problemas com os conteúdos subsequentes. Um bom ensino e uma aula bem preparada e intervenções mais específicas ajudam alunos com discalculia. Ao ensinar a classe ou um grupo de alunos, é importante que o professor se certifique de que o aluno discalcúlico esteja prestando atenção, que as explicações estejam divididas em pequenas etapas, sem que se pareçam distintas, isso porque o aluno precisa compreender o contexto geral de determinado assunto.
A utilização de jogos ajuda a reduzir a ansiedade e permite que o aluno relaxe, e, portanto, preste mais atenção. Mas, se a ansiedade for muito grande, um acompanhamento individual auxilia a garantir o sucesso escolar, reduzindo assim o estresse ou a ansiedade em relação à matemática e ajudando o aluno a progredir em seu próprio ritmo.
Além disso, o professor deve, sempre que possível, tornar o trabalho relevante e significativo e mostrar vínculos com os interesses e passatempos do aluno para motivá-lo. Abordagens multissensoriais (estilo visual, auditivo e sinestésico) também podem facilitar a aprendizagem.
“A família e a escola devem tratar o problema de maneira muito tranquila. Os pais precisam estar atentos frente às avaliações escolares com resultados insatisfatórios e dialogar com a criança sem desespero. Muitos pais se sentem culpados, acham que podem ter feito alguma coisa errada ou não ter feito o suficiente, mas não devem pensar dessa forma, pois a criança precisa se sentir segura para conseguir e seguir o tratamento”, complementa Juliana.

Como tratar a criança
Ao perceber algo de errado em seu filho, a primeira coisa que os pais devem fazer é procurar um profissional para o diagnóstico. Geralmente esses diagnósticos são uma descrição do atual estágio de desenvolvimento. Depois os pais precisam se certificar de que seu filho esteja recebendo o tratamento adequado, assim a possibilidade de desenvolvimento da capacidade matemática será grande.
“A escola deve informar como será feito o trabalho com essa criança, e caso ela seja acompanhada por um professor de maneira individual, este também deve indicar como será feito o trabalho e se já teve alunos com tais dificuldades. Como as crianças estão em constante desenvolvimento, é muito comum que as dificuldades que existiram no ano anterior sejam minimizadas ou desaparecidas, no entanto algumas delas podem permanecer de forma suave em toda a vida adulta.”, esclarece a professora.
Os pais também podem ajudar seus filhos em situações práticas, como pagar com dinheiro em uma loja, receber troco etc. Alguns jogos de tabuleiro podem garantir horas de diversão em família e ainda estimular a criança nos requisitos matemáticos, mas o cuidado deve ser redobrado. A criança não pode se sentir pressionada, e sim desafiada. O momento precisa ser de lazer e não de sofrimento.

Tipos de discalculia e tratamento

Existem diversos tipos de discalculia, dentre elas a verbal, que se trata da resistência em nomear números, termos e símbolos; a léxica, que diz respeito aos problemas em ler os símbolos matemáticos; e a practognóstica, relacionada à dificuldade para enumerar, comparar ou manipular objetos ou imagens matemáticas. A criança também pode ter problemas para escrever símbolos matemáticos, o que se caracteriza como discalculia gráfica, ou para mentalizar operações e compreender conceitos matemáticos, a chamada discalculia ideognóstica.
De acordo com a franqueada da Tutores, Juliana Reis, de maneira geral a discalculia pode ser tratada e curada ou ao menos amenizada. Portanto, o insucesso escolar está mais ligado à não intervenção e à maneira com que a pessoa lida com essa dificuldade nos anos escolares do que à discalculia. Serão necessárias algumas estratégias para aprender ou gravar determinados conhecimentos. Geralmente as dificuldades de aprendizagem começam a aparecer na fase de alfabetização e, quando feito o diagnóstico, ainda na fase inicial, e, assegurando que os conteúdos anuais sejam trabalhados, a criança consegue passar pela vida escolar de maneira não traumática.

Sobre a rede Tutores
Além do reforço escolar e do programa de tutoria, a Tutores conta com um programa que desenvolve bons hábitos de estudo. Os alunos são orientados a gerenciar seu tempo, reconhecer o estilo de aprendizagem, organizar o material escolar, preparar-se para provas, entre outras técnicas. O material oferecido pela Tutores facilita o processo cognitivo das crianças e as auxilia em suas dificuldades de aprendizado.
A rede atende a todas as disciplinas e níveis escolares, trabalha com uma visão multidisciplinar das necessidades de seus alunos e oferece aulas particulares, tutoria, cursos livres para o Ensino Médio, Superior, Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e para a melhor idade. Também conta com cursos preparatórios para o Exame preparatório do Ensino Médio (Enem), vestibular e concursos, além de aulas de Português para estrangeiros. Para mais informações, acesse: http://www.tutores.com.br/

*Adriana Guedes
Lucky Assessoria de Comunicação

Fonte: Edição Nº85 Jan/Mar 2017
Postado por: Diálogo




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

IX Simpósio de ER
A temática proposta objetiva a reflexão sobre os novos desafios da educação contemporânea e da formação docente
Imprimindo marcas na História
A sexualidade é uma das energias que movem os seres humanos e as culturas em um fascinante jogo
Currículo, um rio em movimento
O currículo de Ensino Religioso é como um grande rio que condensa águas de inúmeros afluentes formados por uma infinidade de nascentes
Lei Nº 9475, de 22 de julho de 1997
Dá nova redação ao Art. 33 da Lei Nº 9394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional.
Onde nos chamam
Uma escola estadual com 3.800 alunos, da periferia de uma cidade da Grande São Paulo (SP), sofria depredações e tinha os professores intimidados por um grupo de jovens que se intitulavam Turma do Poder.
Início Anterior 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados