Pampulha Patrimônio Mundial da Unesco

Data de publicação: 04/07/2019


Patrimônio Mundial da Unesco

O Comitê do Patrimônio Mundial decidiu incluir o Conjunto Moderno da Pampulha, localizado na cidade de Belo Horizonte, na Lista do Patrimônio Cultural da Humanidade. O título foi conferido no dia 17 de julho de 2016, durante a 40ª Sessão do Comitê do Patrimônio Mundial, realizada na Turquia. O Conjunto Moderno da Pampulha passa  então a fazer parte da seleta Lista do Patrimônio Mundial. Minas Gerais é o estado com mais sítios inscritos no País. Além do Conjunto Moderno da Pampulha, constam também a Cidade Histórica de Ouro Preto, o Centro Histórico da Cidade de Diamantina e do Santuário o Bom Jesus de Matosinhos, localizado em Congonhas.
O Conjunto Moderno da Pampulha é de grande significado para as gerações presentes e futuras da humanidade, pois representa um marco da história da arquitetura mundial e da história brasileira e das Américas. É composto por quatro edifícios, pelo espelho d’água do lago urbano artificial e pela orla trabalhada com paisagismo. O lago e a orla funcionam como elementos articuladores dos edifícios e reforçam a relação que eles estabelecem entre si.
Os edifícios da Pampulha, construídos entre 1942 e 1943, abrigam a Igreja de São Francisco de Assis, o Cassino (atual Museu da Pampulha), a Casa do Baile (atual Centro de Referência em Urbanismo, Arquitetura e Design de Belo Horizonte) e o Iate Clube.
O projeto original foi desenvolvido pelo arquiteto Oscar Niemeyer e o paisagista Roberto Burle Marx. Outros grandes artistas também deram a sua contribuição ao Conjunto, dentre eles o pintor Cândido Portinari.
Critérios da Convenção do Patrimônio Mundial

O valor excepcional do Conjunto Moderno da Pampulha, reconhecido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), decorre da confluência de três critérios estabelecidos na Convenção do Patrimônio Mundial de 1972.
Por representar uma obra-prima do gênio criativo humano, o Conjunto Moderno da Pampulha se destaca pelo seu caráter precursor e inovador e pela forte percepção de conjunto revelada na relação entre a paisagem e os bens edificados. O novo sítio também se destaca pelo trabalho integrado de expoentes da arquitetura, artes e paisagismo, atualmente reconhecidos internacionalmente, mas que na época de planejamento e execução do Conjunto se encontravam nas fases iniciais de suas carreiras.
O segundo critério é a exibição de intercâmbio de valores humanos que impactaram o desenvolvimento da arquitetura, as artes monumentais, o urbanismo e o paisagismo. Nesse critério, o 
Conjunto Moderno da Pampulha mostrou ter influenciado a arquitetura mundial e nacional – como em Brasília (DF), inscrita na Lista do Patrimônio, em 1987. Mas, além disso, a importância da Pampulha reside também na própria afirmação das identidades nacionais latino-americanas, que, poucos anos depois de seus movimentos libertários e de sua constituição como nações independentes, buscavam construir (e descobrir) suas personalidades próprias, distintas dos países europeus que as colonizaram.
Ser um exemplar excepcional de um conjunto arquitetônico que ilustra um estágio significativo da História é o terceiro critério no qual a Pampulha se enquadrou para receber o título. O período histórico em que o Conjunto foi planejado e construído – após a libertação do julgo colonial de diversos países da América Latina, a constituição de novas repúblicas e passada a Crise de 1929 – forma o pano de fundo para a busca de uma autonomia cultural e criativa. Foi assim que o Conjunto Moderno da Pampulha possibilitou uma mudança nos rumos da arquitetura e do paisagismo modernos. Destacam-se no Conjunto a utilização das curvas livres e os recursos tecnológicos utilizados para torná-las possíveis, além de sua integração com a natureza e a paisagem que rodeia o lago. A Pampulha é o vigésimo sítio brasileiro inscrito na Lista do Patrimônio Mundial da Unesco.

Fonte: Diálogo n 86 Abril/Jun 2017
Postado por: Diálogo




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

A solução do problema
Passeando por um bosque, um homem viu uma raposa aleijada, que perdera as patas.
Transtorno do pânico O que fazer?
O pânico passa por uma estrutura fisiológica e cerebral que dispara as crises e reações mais ou menos intensas de ansiedade e medo, levando as pessoas até mesmo ao isolamento social.
A magia da bola e sua origem sagrada
Em ritos sagrados dançantes e esportivos, e em treinamentos de exércitos, sempre foram usadas esferas e bolas de várias matérias-primas e diversos significados e objetivos.
As sete cidades lendárias
O Parque Nacional das Sete Cidades, um conjunto de monumentos naturais situado entre os municípios de Piracuruca e Piripiri
As sete cidades lendárias
O Parque Nacional das Sete Cidades, um conjunto de monumentos naturais situado entre os municípios de Piracuruca e Piripiri
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados