O festival das meninas

Data de publicação: 19/03/2014



Um tradicional festival japonês xintoísta, no qual as bonecas são a principal atração, é comemorado anualmente no dia 3 de março. O hinamatsuri, que, em português, significa dia das bonecas ou das meninas, é um antigo costume de expor bonecas ornamentais, originário do período Tokugawa (1603-1868) no Japão. Segundo a tradição, as pessoas acreditavam que por meio das bonecas era possível afastar os maus espíritos. Essa tradição remonta-se a uma antiga cerimônia de purificação na qual se colocavam algumas bonecas de palha ao longo do rio, a fim de levar com elas os maus espíritos e desejos ruins.

Com o passar do tempo, as bonecas começaram a ser confeccionadas com material mais resistente, como a madeira, cerâmica, mármore e argila, e também a sua fisionomia passou a representar os membros da corte. Num período em que as mulheres exerciam na sociedade um papel inexpressivo em relação aos homens, o hinamatsuri era importante momento no qual as meninas eram valorizadas. E, embora fosse realizada para homenagear as meninas, toda a família participava da festa, acompanhada por música própria, bolinho de arroz, biscoito e sushi, além da exposição das bonecas.

Para a exposição das bonecas, há uma arrumação específica que varia conforme o número de bonecas. Em geral, essas são dispostas em sete degraus na seguinte ordem: no topo da escada ficam duas bonecas que representam o casal imperial iluminado por duas lanternas. E nos diferentes andares, seguindo essa ordem, estão três damas de companhia e bandejas com bolinhos de arroz, cinco músicos da corte, dois ministros, tendo entre eles bolinhos de arroz em forma de diamantes, uma laranjeira, uma cerejeira e três criados da corte e, por fim, vários móveis e utensílios domésticos em miniatura. Onde não é possível fazer a exposição com o número completo de boneca, expõe-se apenas o casal de imperadores.

O hinamatsuri coincide com a época em que os pessegueiros estão floridos e, devido a esse fato, o festival das bonecas também é conhecido como Festival do Pêssego. Por isso sua flor é indispensável na decoração e exposição das bonecas. As flores de pêssego representam os traços femininos de compostura, graça e tranquilidade.

Geralmente se começa a exibir as bonecas no mês de fevereiro, e no fim do dia 3 de março tudo é desmontado, pois há uma crença popular de que, se no dia seguinte as bonecas ainda estiverem expostas, as meninas da casa tardarão a se casar. Outro costume entre as famílias japonesas é que quando uma menina nasce, em seu primeiro hinamatsuri, os parentes e amigos lhe dão de presente uma boneca. Importante lembrar que no Japão meninas e meninos celebram a sua festa em dias diferentes, sendo que a festa dedicada aos meninos e considerada o Dia das Crianças é comemorada no dia 5 de maio.

Essa tradição japonesa de celebrar o hinamatsuri também é comemorada em outros países fora do Japão, como o Brasil, onde há um grande número de japoneses ou descendentes.

Sugestão de atividade de Ensino Religioso

Eixo temático símbolos

O hinamatsuri teve sua origem numa antiga cerimônia de purificação, que é um elemento constitutivo de várias religiões. A partir desse dado:
• Pedir aos alunos que façam uma pesquisa sobre as religiões que fazem rituais de purificação. Por exemplo: o mikvá, no judaísmo; e a ablução, no ofertório da missa católica entre outros.
• Destacar que símbolos fazem parte dos rituais de purificação. Por exemplo: água, fogo, luz.
• Discutir sobre o sentido e a importância religiosa dos símbolos de purificação.

Fonte: Diálogo 65 - Fev/2012
Postado por: Diálogo




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Antonio Conselheiro
Um beato e sua palavra. Estou falando de Belo Monte (BA), e seu líder religioso Antônio Conselheiro
A quadrilha
No Brasil, temos vários ciclos artísticos-culturais, com manifestações características
Fraternidade e Políticas Públicas
Anualmente a Igreja Católica no Brasil promove a Campanha da Fraternidade, que tem início no período quaresmal e se estende ao ano todo. “Fraternidade e Políticas Públicas” foi o tema escolhido para a Campanha de 2019.
O segredo das grandes águas
Uma aldeia Kaingang vivia à margem de um sereno rio que os índios chamaram Iguaçu (grandes águas).
O Bricoleur sagrado contemporâneo
Pelo menos 26% da população brasileira adulta já passou por uma conversão religiosa.
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados