BUSCA
Filtre sua Busca
  • Filtre sua Busca
  • Título
  • Autor
  • Assunto
  • Palavra-Chave
  • Coleção
  • Público alvo


Desenvolvimento moral dos adolescentes (O)

Anna Rita Grazian

Sinopse


O livro trata do desenvolvimento moral, isto é, de como os indivíduos aprendem a pensar e a agir seguindo princípios morais e como o percurso pode influenciar o comportamento humano.
Os autores referem-se frequentemente ao conceito de socialização, entendido como o processo através do qual os modelos de uma sociedade são transmitidos de uma geração a outra. Ao analisar a evolução do desenvolvimento moral, da primeira infância à idade adulta, detêm-se na fase da adolescência, por entenderem que este é o período no qual as pessoas desenvolvem a capacidade de raciocinar em termos hipotéticos e dedutivos e quando devem redefinir e reorganizar a própria identidade. Os valores morais representam, então, uma base importante para a pertença a uma comunidade, com regras sociais de convivência.
O primeiro capítulo trata da passagem da infância à adolescência, destacando as mudanças físicas, neurológicas, cognitivas e sociais que acontecem nessa fase da vida e que influenciam o desenvolvimento moral dos indivíduos. O segundo capítulo explica como se desenvolve a capacidade de pensar em termos morais, de compreender as regras sociais e os princípios que as sustentam. O terceiro capítulo trata das emoções que o indivíduo experimenta quando precisa decidir acerca de questões morais ou transgredir as normas sociais e de como estas emoções podem promover comportamentos altruístas e pró-sociais. No quarto capítulo, os autores demonstram como o comportamento moral é resultado de uma experiência aprendida, bem como quais as práticas educativas podem incentivar os comportamentos apropriados e desencorajar os indesejáveis. Analisam também os mecanismos de "desempenho moral" que permitem agir em interesse pessoal. Finalmente, no quinto capítulo, abordam as relações entre desenvolvimento moral das novas gerações e o contexto social, analisando o papel da família, da escola e dos amigos em favorecer ou criar obstáculos ao desenvolvimento moral dos adolescentes. Conclui-se que crianças e adolescentes necessitam de um relacionamento verdadeiro com o mundo adulto, baseado no diálogo e na certeza de serem aceitos - ou seja, para construir uma identidade madura são necessários interlocutores capazes de ouvir e expressar valores por meio de comportamentos cotidianos.


Compartilhe este conteúdo:





Produtos relacionados



Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados