BUSCA

Notícias

Papa Francisco lança Carta apostólica sobre o presépio

Data de publicação: 04/12/2019

“Com esta Carta, quero apoiar a tradição bonita das nossas famílias prepararem o Presépio, nos dias que antecedem o Natal, e também o costume de o armarem nos lugares de trabalho, nas escolas, nos hospitais, nos estabelecimentos prisionais, nas praças…”, escreve Francisco ao divulgar documento sobre o presépio.

“Admirável sinal” (Admirabile Signum) é o título da Carta Apostólica que o Papa Francisco dedica ao presépio para ressaltar o seu significado e valor.

O texto é dirigido a todo o povo de Deus, sobretudo ao núcleo familiar, como uma forma de valorizar a transmissão da fé entre avós, pais, filhos e netos.

“Com esta Carta, quero apoiar a tradição bonita das nossas famílias prepararem o Presépio, nos dias que antecedem o Natal, e também o costume de o armarem nos lugares de trabalho, nas escolas, nos hospitais, nos estabelecimentos prisionais, nas praças…”

Para Francisco, se trata de um “exercício de imaginação criativa” e faz votos de que esta prática “nunca desapareça”. E “onde porventura tenha caído em desuso, se possa redescobrir e revitalizar”.

 

Assim nasce a tradição

Dividido em 10 pontos, o texto recorda a origem do presépio com São Francisco de Assis, a sua obra de evangelização e as figuras e o simbolismo que o compõem.

A palavra presépio vem do latim praesepium, que significa “manjedoura”. As Fontes Franciscanas narram de forma detalhada o que aconteceu na cidade de Greccio, que fica no Vale de Rieti, a menos de 100 km de Roma.

Quinze dias antes do Natal, Francisco chamou João, um homem daquela terra, para lhe pedir que o ajudasse a concretizar um desejo: “Quero representar o Menino nascido em Belém, para de algum modo ver com os olhos do corpo os incômodos que ele padeceu”.

E assim foi: no dia 25 de dezembro de 1223, chegaram a Greccio muitos frades, e também homens e mulheres das casas da região, trazendo flores e tochas para iluminar aquela noite santa num lugar designado. Francisco, ao chegar, encontrou a manjedoura com palha, o boi e o burro.

“Assim nasce a nossa tradição: todos à volta da gruta e repletos de alegria, sem qualquer distância entre o acontecimento que se realiza e as pessoas que participam no mistério”, escreve o Papa. “Com a simplicidade daquele sinal, São Francisco realizou uma grande obra de evangelização.”

Segundo o Pontífice, montar o Presépio em nossas casas ajuda a reviver a história que aconteceu em Belém. Imaginando as cenas, estimulam-se os afetos e nos sentimos envolvidos na história da salvação.

 

Fonte: https://www.vaticannews.va/pt/papa/news/2019-12/papa-francisco-carta-apostolica-presepio.html – Bianca Fraccalvieri – Cidade do Vaticano

 

 

Fonte: Vatican News
Postado por: admin_editora


Compartilhe este conteúdo:



Comentários


Deixe seu comentário


Veja Também

Natal, festa da alegria
Céu e terra se unem numa mesma canção. Em sinfonia de vozes ao Deus que se faz irmão. Anjos nos visitam. Exulta o universo. O céu se encarna na terra.

Festa de Natal em Paulinas
Realizamos uma linda celebração, presidida pelo Pe. Cleiton Viana, para celebrarmos e agradecermos o ano de 2019. Após a missa, uma festa animada e divertida, para celebrarmos a vida de todos e a vinda do Ano-Novo.

Paulinas Editora chega ao terceiro dia do TRÍDUO DE NATAL
O encontro e a proximidade com Jesus de Nazaré qualificam todas as relações humanas, tornando-as verdadeiras, boas e belas

Segundo dia de TRÍDUO DE NATAL em Paulinas Editora
Neste segundo dia de espiritualidade em preparação ao Natal de Jesus, pedimos ao Espírito Santo que revigore nossa esperança em face à vida, à história e a Deus.

Paulinas Editora realizou um TRÍDUO DE NATAL com Irmãs e Colaboradores
Nosso tradicional tríduo de Natal é um momento de espiritualidade que realizamos juntos, irmãs e colaboradores. Cremos que o nascimento de Jesus Cristo renova todas as coisas e o coração das pessoas

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados