BUSCA

Notícias

Papa recorda bem-aventurada Benigna Cardoso e pede a proteção de Nossa Senhora Aparecida ao povo brasileiro

Data de publicação: 27/10/2022

“Peço a Nossa Senhora Aparecida que proteja e cuide do povo brasileiro, que o livre do ódio, da intolerância e da violência”, disse o Papa Francisco na Audiência Geral do dia 26 de outubro, ao recordar a beatificação de Benigna Cardoso da Silva, celebrada no dia 24.

“Queridos irmãos e irmãs, anteontem, em Crato, no Estado brasileiro do Ceará, foi beatificada Benigna Cardoso da Silva, uma jovem mártir que, seguindo a Palavra de Deus, manteve pura a sua vida, defendendo a sua dignidade. O seu exemplo nos ajude a ser generosos discípulos de Cristo. A vida do mundo depende do nosso testemunho coerente e alegre do Evangelho”, disse o Papa.

Benigna Cardoso

Benigna Cardoso da Silva nasceu no dia 15 de outubro de 1928, na cidade de Santana do Cariri (CE), ficou órfã de pai e mãe muito cedo, e foi adotada junto com seus irmãos mais velhos pela família Sisnando Leite.

Religiosa e temente a Deus, desejava fazer a Primeira Eucaristia e seguir os mandamentos de Deus. Participava das missas diariamente e fazia penitência nas primeiras sextas-feiras, em honra ao Sagrado Coração de Jesus, no qual era devota.

Aos 12 anos de idade, Benigna começou a ser assediada por Raul Alves, por quem não tinha interesse. Benigna procurou o padre Cristiano Coêlho para pedir conselhos sobre as investidas de Raul. O sacerdote a aconselhou a ir estudar em Santana do Cariri (CE) e lhe deu de presente uma Bíblia, que foi o seu livro de cabeceira daí em diante.

No dia 24 de outubro de 1941, sabendo que Benigna iria ao poço pegar água, Raul ficou a sua espreita e na oportunidade que teve tentou violentar a jovem. Rejeitado, Raul pegou a faca que tinha consigo e a golpeou cortando-lhe os dedos da mão esquerda. Benigna continuou resistindo. Raul a feriu na testa, nas costas e cortou-lhe o pescoço.

Benigna foi sepultada no Cemitério Público São Miguel, em Santana do Cariri (CE), no dia 25 de outubro de 1941. A partir de sua morte muitas pessoas visitavam seu túmulo e o local do seu martírio. Benigna era tida pelo povo como “santa” e “Heroína da Castidade”.

No dia 2 de outubro de 2020, Papa Francisco autorizou a beatificação da Mártir Benigna Cardoso. Por causa das medidas impostas contra a pandemia de Covid-19 a celebração só foi celebrada no dia 24 de outubro.

 

Fonte: https://www.acidigital.com/noticias/papa-recorda-beata-benigna-e-pede-a-protecao-de-nossa-senhora-aparecida-ao-povo-brasileiro-12101

Fonte: ACI Digital
Postado por: admin_editora


Compartilhe este conteúdo:



Comentários


Deixe seu comentário


Veja Também

Catequistas Brasil
Paulinas estará presente neste encontro que reúne milhares de catequistas de 3 a 5 de fevereiro de 2023

150 anos do nascimento de Santa Teresinha do Menino Jesus
Santa Teresinha, nomeada “Doutora da Igreja” pelo Papa João Paulo II, em 1997, possui grande influência mundial e será homenageada pelo UNESCO

Homilia do Papa Francisco nas exéquias do Sumo Pontífice Emérito Bento XVI
Praça São Pedro, quinta-feira, 5 de janeiro de 2023: “Bento, fiel amigo do Esposo, que a tua alegria seja perfeita escutando definitivamente e para sempre a sua voz!”

O testamento espiritual de Bento XVI
A Santa Sé tornou público o testamento espiritual do Papa Emérito Bento XVI

Morre Bento XVI
O papa emérito Bento XVI morreu em 31 de dezembro de 2022, com a idade de 95 anos, encerrando uma vida cheia de eventos de um clérigo que proclamou a “eterna alegria” de Jesus Cristo e chamou a si mesmo de “humilde trabalhador” na vinha do Senhor

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados