BUSCA

Notícias

Segundo dia de TRÍDUO DE NATAL em Paulinas Editora

Data de publicação: 17/12/2019

O tema do segundo dia de nosso TRÍDUO DE NATAL foi “JESUS BATE À NOSSA PORTA –Revigorar nossa esperança”.


Neste segundo dia de espiritualidade em preparação ao Natal de Jesus, juntos, irmãs e colaboradores, pedimos ao Espírito Santo que revigore nossa esperança em face à vida, à História e a Deus. O tema deste segundo dia envolve nossa liberdade de escolha, pois Jesus bate à nossa porta e espera que o atendamos! Cada um de nós assume livremente a responsabilidade de abri-la ou fechá-la. A porta aberta é símbolo de um coração aberto, capaz de aceitação, acolhimento e adesão. A porta fechada, chaveada, é símbolo da incomunicação e rejeição. Somos chamados pelo Espírito Santo a abrir a porta de nosso ser. Para isto acontecer, necessitamos de uma conversão a uma vida nova em Cristo. A nossa porta aberta permite ao Natal deste ano revigorar uma nova esperança de paz e de justiça para todos.

Ao abrir a porta de nossos olhos podemos ver os pastores que estão nos campos, durante a noite, cuidando do rebanho. Um anjo do Senhor lhes apareceu. A glória do Senhor cercou-os de luz, e eles ficaram apavorados. Mas o anjo lhes disse: “Não tenham medo! Porque eis que lhes anuncio a Boa Notícia, uma grande alegria para todo o povo: hoje, na cidade de Davi, nasceu para vocês um Salvador, que é o Messias e Senhor”. E, de repente, uma multidão de anjos juntou-se ao anjo e louvavam a Deus, dizendo: Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos que ele ama.


Este é o anúncio de um acontecimento inédito que envolve profundamente a consciência e a responsabilidade de cada ser humano. Jesus, o Messias, está chegando numa gruta de Belém. Ele é o Salvador da humanidade de todos os tempos e lugares.

Hoje Jesus bate à nossa porta, pedindo um lugar no profundo de nosso coração, de nossa casa e de nosso país. Ele bate com amor e respeito. Ele bate também no nosso vazio, na nossa superficialidade e no nosso desamor que, por vezes, também nós vivemos ou assistimos hoje.

Concluímos, acolhendo as palavras do Papa Francisco: “O dom precioso do Natal é a esperança e a paz, e Cristo é a nossa paz verdadeira. Cristo bate à porta do nosso coração para nos conceder a paz, a paz da alma. Abramos as portas a Cristo!”.

Pe. Lelo, nosso querido padre e colaborador, editor de catequese, deu-nos a bênção final.


Fonte: Paulinas
Postado por: admin_editora


Compartilhe este conteúdo:



Comentários


Deixe seu comentário


Veja Também

Cabelindo
Lançamento do mês, Cabelindo é um livro sobre resistência e representatividade, cheio de beleza e ternura

Novembro azul
As ações do mês de conscientização do câncer de próstata visam reforçar a importância de os homens retomarem a procura por cuidados médicos

90 anos de presença das Irmãs Paulinas no Brasil
A comemoração teve seu ponto alto com a celebração de uma missa no Santuário de Aparecida, presidida por Dom Orlando Brandes, realizada no último dia 10 de outubro, com a presença de 44 Irmãs Paulinas

Outubro Rosa – 2021
“Eu cuido da minha saúde todos os dias. E você?” Quando o câncer de mama é descoberto no início, há mais chances de cura

Em memória de Bernard Sesboüé
Teólogo e sacerdote jesuíta Bernard Sesboüé faleceu aos 92 anos

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados