BUSCA

Lançamentos

Ventos de profecia na Amazônia

Data de publicação: 30/08/2021

Este livro é fruto de minuciosa pesquisa, oferecida em relato muito bem documentado, e ao mesmo tempo vibrante, acerca dos 50 anos da Prelazia de São Félix do Araguaia. A obra resgata a presença da Igreja na região, desde os primeiros contatos com os indígenas que lá viviam, passando pela criação e instalação da Prelazia, chegando aos dias atuais. A figura proeminente desta história é a do missionário claretiano Pedro Casladáliga. Ele, com outros companheiros, assumiu o desafio de colocar as bases de uma nova Igreja no sertão do nordeste mato-grossense. O novo bispo e sua equipe, em radical fidelidade ao Evangelho de Jesus e guiados pelas decisões do Concílio Vaticano II e da Assembleia dos bispos latino-americanos, ocorrida em Medellin, Colômbia, colocaram-se abertamente ao lado dos pequenos e pobres que eram espoliados dos seus direitos: os indígenas, os posseiros e os trabalhadores braçais, os peões, submetidos a condições degradantes análogas ao trabalho escravo. A tomada de posição ao lado dos mais frágeis acarretou a Pedro e à equipe pastoral ameaças, ataques, prisões e tortura. Os donos das grandes fazendas e os agentes da ditadura que os protegiam e incentivavam, não admitiam uma Igreja que não estivesse a seu lado. E os ataques também aconteceram no âmbito da própria Igreja, que não concordava com esta linha pastoral e por isso a acusavam de comunista. O livro narra também como era a organização interna da Igreja, em que bispo, padres, religiosas e leigos tinham voz e voto. Todas as decisões eram tomadas em conjunto e o bispo as assumia numa postura democrática. Ao final, como anexo, é reproduzida a Carta Pastoral "Uma Igreja da Amazônia em conflito com o latifúndio e a marginalização social", escrita por ocasião da ordenação episcopal de Pedro Casaldáliga em outubro de 1971.

Fonte: Paulinas
Postado por: admin_editora


Compartilhe este conteúdo:



Comentários


Deixe seu comentário


Veja Também

Por uma igreja sinodal
A sinodalidade concretiza o que o Vaticano II trouxe como novidade eclesial: a Igreja definida como o conjunto do povo de Deus

A vida e a mensagem de Charles de Foucauld
A canonização de Charles de Foucauld está prevista para maio de 2023

Sete casas, sete vidas
No coração da cidade, vive um gato chamado Rui. Ele tem sete casas e sete vidas diferentes. Vive com o prefeito, com uma família italiana, com crianças e até com uma artista de cinema. Mas algo lhe falta

Nos olhos de quem vê
Aventura feita de enigmas e reviravoltas, contada de diferentes pontos de vista, em que nem tudo e nem todos são o que parecem

Pensar o presente e o futuro da educação
Neste livro, são compartilhadas experiências e expectativas de educadores e educadoras, que trabalham em diferentes frentes, comprometidos com o viés proposto pelo Papa Francisco

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados