BUSCA

André Neves


Para o céu com fantasia


Com o passar dos anos compreendi a criação literária como arte. Contar histórias com palavras e imagens em livros é para mim algo mágico. Como tantas vezes afirmei, é sonho!

Muitos me perguntam sobre a construção dos meus livros. Esta é uma pergunta recorrente dos leitores que por curiosidade tentam descobrir o que está verdadeiramente relacionado a minha própria vida. Praticamente tudo. Passado, presente e ficção complementam-se para a construção do meu imaginário.  Enfim, quando o livro está pronto percebo que qualquer possibilidade verídica já não existe.  Transformou-se em outra coisa e nada faz parte de mim. Não me pertence mais. Tudo está repleto de fantasia para fazer parte da vida de outras pessoas.

Não é um trabalho fácil, mas muito empenhativo, porque ao contrário do que muitos pensam não estou sempre em casa, a desenhar, a pensar, a experimentar coisas que me desdobram como artista. E mais, criar não tem nada de especial. É apenas um trabalho, um dia a dia comum.

Levanto-me praticamente à mesma hora. Deixo-me envolver por jatos de água fria para depois preparar uma boa quantidade de café. Cuido de alguns detalhes diários da casa e dos cães para enfim, entrar no mundo da fantasia. Daí por diante o dia transcorre normalmente, com intervalos para comer, praticar esportes, ler, me distrair um pouco. Não durmo antes do início da madrugada, pouco ouço música ou vejo televisão. À noite o trabalho continua, prefiro dedicar-me a questões burocráticas, tantas que as vezes me enchem de impaciência e tristeza.

Gostaria de estar sempre a construir histórias, no universo da criação propriamente, porque entro em transe, uma sensação autista me transporta desse mundo a outro e só volto a realidade ao encontrar algo novo, especial, diferente. Retorno à medida que o leitor e outras possibilidades para estruturar minhas ideias como livro me chamam.

Mas como e porque criar não tem explicação. É minha essência. Minha natureza. Minha alegria. E por isso, confesso, com o passar dos anos o desejo de criar tem se desdobrado em ideias com palavras e imagens que nem mesmo sei se transformaram-se em livros, ou se merecem ser. Mas crio para mim e posteriormente, se houver força, a leitura conquistará por si só um caminho.
Minha matéria é a infância. A inocência de um tempo que persisto em resgatar. Em manter vivo a poesia que sensibiliza, liberta e abraça o ser humano.

Como autor, atuante profissional na área, tenho um trabalho com a Paulinas Editora de muitos anos. Uma parceria que me fez crescer principalmente com a parte gráfica. Um dos meus livros, A caligrafia de Dona Sofia por exemplo, representa em minha obra e certamente ao catálogo Paulinas um projeto especial. 10 anos de leituras e leitores. Este mesmo livro teve duas edições e a possibilidade de refazê-lo na forma atual tornou possível o aprimoramento do meu pensamento como design gráfico. Um experimento que no futuro concretizou a confiança para dirigir alguns projetos publicados pela Editora.

Hoje, diante do tanto que ainda tenho a aprender, já me sinto realizado e a única coisa que me perturba um pouco é deixar de lado o ato da criação para vivenciar outras experiências profissionais, porém são coisas importantes para promoção da leitura e uma oportunidade de multiplicar o conhecimento das pessoas. E só isso já vale a pena porque promover o conhecimento creio que seja um dos atos mais generosos que podemos ter. Mesmo que isso me afaste, às vezes, por longos períodos, do mundo criativo. E sei também que esses momentos são bons para a criação, desviam-me o olhar e reformulam-me como artista.

Talvez esteja a escrever esse depoimento porque estou vivenciando neste momento um afastamento. E por mais que me esforce ao contrário, sinto falta de criar. De estar em casa, só, sem ninguém, no meu mundo, até porque faz muito pouco tempo que também compreendi que meus silêncios são plenos de cor. E o céu, ah o céu. Quando isso acontece tem a distância de um passo. As nuvens me rotam.



Vídeos do autor:

André Neves Livro Mestre Vitalino
Livro A caligrafia de dona Sofia Livro A seca


Obras do autor publicadas por Paulinas:


Compartilhe este conteúdo:



Espaço do Autor

Autor destaque - Cesar Kuzma

Autor destaque – Peter O’Sagae

Autora destaque - Ir. Joana Puntel

Autor destaque - Felício Pontes Jr

Autor destaque - Dom Leomar Brustolin

Início Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 Próximo Final
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados