BUSCA

Austregésilo de Athayde

Paulinas Editora está lançando livros de conteúdo acurado e projeto gráfico inovador na área de Literatura. A coleção Ponto de Encontro reúne contos, crônicas e romances. São obras de ficção e não ficção, que, além de atender à necessidade humana de entretenimento, oferecem pistas de reflexão, validam sentimentos, divertem, emocionam... enfim, estimulam a essência do ser humano.

Motivada pela aproximação das festas natalinas, Paulinas Editora lança Crônicas de Natal, do imortal Austregésilo de Athayde. Reunidas por sua filha, Laura Sandroni –escritora, mestre em Literatura Brasileira, membro do Conselho Diretor da FNLIJ –, estas crônicas foram escritas no decorrer dos anos 1950 e 1960 e partilhadas com os leitores da saudosa revista O Cruzeiro, da revista Natal e do Jornal do Commercio. Memórias que merecem e devem ser preservadas, para o nosso deleite e o das futuras gerações.

Austregésilo de Athayde dispensa maiores apresentações, mas aproveitando o ensejo, cabe contar um pouco de sua trajetória. Nascido em Caruaru (PE), em 25 de setembro de 1898, Belarmino Maria Austregésilo Augusto de Athayde frequentou o Seminário da Prainha, em Fortaleza (CE), e mudou-se para o Rio de Janeiro, onde ingressou em O Jornal e foi diretor dos Diários Associados. Nas palavras de sua filha, “esse nordestino com feições marcadas de caboclo era homem contraditório e passou a vida escrevendo na defesa de suas ideias”. Liberal e democrata, apoiou a Revolução de 1932 e permaneceu no exílio até 1934. Mesmo sob censura, escreveu contra o Estado Novo, o nazismo e o fascismo. Foi redator, pelo Brasil, da Declaração dos Direitos Humanos, promulgada na Assembleia da ONU realizada em Paris, em 1948. Foi um dos primeiros a escrever contra o golpe militar de 1964. Tornou-se presidente da Academia Brasileira de Letras em 1958, cargo que exerceu durante trinta e cinco anos, até sua morte, em 1993. Com o apoio de sua mulher, D. Maria José – a Jujuca –, trabalhou sem descanso para prover a Academia de um patrimônio sólido e uma bela sede, no bairro do Castelo, no Rio de Janeiro, que por iniciativa do acadêmico Evaristo de Moraes Filho chama-se Palácio Austregésilo de Athayde.

Esperamos que Crônicas de Natal ajudem a enriquecer a alma de nossos leitores, preparando-os para o nascimento de Jesus, com as belas e inspiradoras palavras do imortal Austregésilo de Athayde.

Compartilhe este conteúdo:



Espaço do Autor

João Batista Libanio

José Tolentino Mendonça

Simão de Miranda

José Carlos Pereira

Margarida Botelho

Início Anterior 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 Próximo Final
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados