BUSCA

Antonio José de Almeida

Antonio José de Almeida - geralmente chamado de Almeida ou Pe. Almeida - é paulista, mas vive no Paraná desde criança. Nasceu no Bairro do Barro Preto, município de Marapuama, perto de Catanduva. Seu bisavós, pelo lado materno, eram italianos; sua avó paterna era portuguesa, e seu avô, mistura de português e índio.

Cursou a escola primária em Imbiassaba, um patrimônio rural perto de Colorado, PR - atualmente famosa pelo rodeio – onde frequentou o então chamado curso de admissão (subentende-se, ao ginásio). Após ter participado de duas missões dos capuchinhos, manifestou o desejo de ir para o seminário.

Na época, a recém-criada diocese de Londrina não tinha seminário próprio e, por isso, enviava seus seminaristas para o Seminário São Pio X, dos padres do PIME, em Assis, SP. Aí, onde atuava mais de uma dúzia de missionários italianos, Almeida cursou o ginásio e o clássico. Naqueles tempos, nos seminários, estudava-se latim (sete anos) e grego (dois anos), o que se mostrou útil mais tarde, nos estudos teológicos.

Criada a diocese de Apucarana em dezembro de 1964, Almeida passou automaticamente a pertencer àquela diocese, cujo primeiro bispo foi o paulistano Dom Romeu Alberti, pastor dinâmico, de amplos horizontes, conciliar.
Estudou filosofia no embrião da futura Pontifícia Universidade Católica do Paraná, em Curitiba, e teologia na Pontifícia Universidade Gregoriana, em Roma.

Teve como reitor, no Pontifício Colégio Pio Brasileiro, o Pe. Frederico Laufer, jesuíta alemã, homem simples, humilde, de profunda espiritualidade, ativo no movimento ecumênico. Aliás, na mesma época, morava no Pio Brasileiro o Pe. Stjepan Schmidt, secretário e principal biógrafo do Cardeal Agostinho Bea, exegeta, ex-reitor do Biblicum, personagem importantíssimo no Concílio Ecumênico Vaticano II. Na mesma época (1969-1972), conviveu com o Pe. Félix Pastor, professor na Gregoriana e diretor de estudos no Pio, e com vários mestrandos e doutorandos que, mais tarde, se distinguiram no cenário teológico brasileiro: Mário de França Miranda, Álvaro Barreiro, Alfonso García Rubio e outros.

Entre 1982 e 1986, fez o mestrado e o doutorado na mesma Universidade Gregoriana, na área de ministérios. Sua reflexão teológica, com efeito, se concentra na eclesiologia e, mais especificamente, nos ministérios eclesiais.

Na Gregoriana (e no Instituto Bíblico), teve como professores, entre outros, R. Latourelle, Z. Alszeghy, Flick, J. Alfaro, A. Antón, F. Sullivan, J. Becker, G. Békés, H. Carrier, J. Fuchs, E. Hamel, Lentzen Deis, A. Orbe, J. Wicks, J. Galot, S. Lyonnet, R. Marlé, G. Magnani, G. Martina, K. H. Neufeld, G. O’Collins, J. Swetnam, A. Vanhoye, U. Vanni, L. A. Schökel, F. Pastor, K. Rahner (num curso intensivo sobre a Trindade), D. Grasso, B. Secondin, K. Demmer, J. Vercruyse, G. Lafont, B. Sesboüé.

Na área de formação, é um dos iniciadores da Escola de Teologia para Leigos, que, na diocese de Apucarana, funciona desde 1973; do Instituto Filosófico de Apucarana, iniciado em 1974; foi diretor da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Arapongas, entre 1976 e 1982, e fundador da Faculdade de Administração e Ciências Contábeis de Arapongas; lecionou teologia no Instituo Paulo VI de Londrina e no CINTEC, em Cascavel; deu cursos em inúmeras dioceses e congregações religiosas. É membro da SOTER (desde 1986) e da Associazione Teologica Italiana.

Muito comprometido com a atividade evangelizadora e pastoral, esteve à frente, como coordenador ou assessor, de inúmeras pastorais diocesanas; desempenhou a função de pároco em Arapongas, Santa Fé e Apucarana (Catedral); foi coordenador diocesano de ação evangelizadora durante mais de dez anos; foi membro da Comissão Regional dos Presbíteros (PR) e da Comissão Nacional dos Presbíteros (CNP). Atualmente, dedica-se quase que integralmente à teologia. É redator da revista litúrgico-catequética O Pão Nosso de Cada Dia e, quando está em Marialva, onde tem sua residência, colabora com a paróquia, presidindo a eucaristia, batizando, assistindo a matrimônios etc.

Atualmente trabalha no curso de graduação em Teologia e no programa de mestrado da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, em Curitiba.

Por Paulinas Editora, publicou: Sois um em Cristo Jesus (Eclesiologia); Leigos em quê? Abordagem histórica; ABC da Iniciação Cristã; Paróquia, comunidades e pastoral urbana; Apostolicam actuositatem. História, texto e comentário: Novos ministérios, a necessidade de um “salto à frente”.

 

Compartilhe este conteúdo:



Espaço do Autor

Bruno Carneiro Lira

Joan Chittister

Cris Eich

Cris Eich

Moises Chencinski

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados