BUSCA

Lançamentos

Paulo e a Igreja Tessalônica

Data de publicação: 31/05/2017



Esta obra, Primeira Carta aos Tessalonicenses, aborda o tema do Mês da Bíblia de 2017. Salienta a importância deste primeiro escrito no contexto do Novo Testamento. Paulo, ao escrever a Primeira Carta aos Tessalonicenses, inaugurou na e para a Igreja o processo de formação do Novo Testamento. Ao fazer uso da escrita para se comunicar com os fiéis de Tessalônica, não apenas revelou a grandeza do seu zelo e ardor missionário, mas inovou e iniciou um modo de se fazer presente, de interagir e de acompanhar a vida dos fiéis e das comunidades cristãs que se multiplicavam principalmente fora da Palestina.
Segundo Paulo, o ministério dedicado ao Evangelho acontece em meio a diversas provações e dificuldades. Estar do lado de Deus e fazer a sua vontade, como discípulo de Jesus Cristo, é uma opção pelo bem, pela justiça e pela verdade que liberta na caridade. O Evangelho anunciado por Paulo e seus companheiros entre os tessalonicenses não era a proclamação de mais uma religião, mas a força de um evento salvífico e pleno de amor: o Mistério Pascal de Jesus Cristo. Não um amor feito de palavras, mas concretizado na total doação na cruz: "Ninguém tem maior amor do que aquele que dá sua vida em favor dos amigos" (Jo 15,13). Paulo assimilou e fez do seu amor a Jesus Cristo a razão do seu ser e do seu ministério apostólico e eclesial. Esse amor se fez carta e foi enviada aos fiéis de Tessalônica: Paulo, Silvano e Timóteo à igreja dos tessalonicenses em Deus Pai e no Senhor Jesus Cristo. Graça e paz a vós (1Ts 1,1).

Fonte: Portal Paulinas
Postado por: admin_editora


Compartilhe este conteúdo:



Comentários


Deixe seu comentário


Veja Também

Madre Teresa me disse
O célebre jornalista Renzo Allegri, que conheceu e conviveu com Madre Teresa de Calcutá, apresenta neste livro episódios que viveu junto da Santa de Calcutá e narrativas que ela mesma lhe contou, durante entrevistas, viagens e encontros particulares.

A teologia do povo: raízes teológicas do Papa Francisco
A teologia do povo, nomenclatura adotada por teólogos argentinos para designar a teologia da libertação que ali foi sendo elaborada a partir do final da década de 1960, é hoje retomada como um dos eixos estruturantes do pensamento do Papa Francisco

Quicão
Quicão é um cão esperto, amoroso, apaixonado e que adora uma aventura!

A formação da identidade cristã
Através de textos que vão de Justino Mártir a Hipólito de Roma, o leitor é introduzido no gosto pela exegese bíblica cristã antiga, graças a uma análise cientificamente fundada e contextualizada por textos lidos em perspectiva de teologia espiritual

Os ventos sopram do Sul
Cinco autores brasileiros e três estrangeiros fazem uma análise da nova conjuntura eclesial, mostrando a influência e a contribuição das Igrejas do Hemisfério Sul

Início Anterior 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 Próximo Final
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados