BUSCA

Lançamentos

Paulo e a Igreja Tessalônica

Data de publicação: 31/05/2017



Esta obra, Primeira Carta aos Tessalonicenses, aborda o tema do Mês da Bíblia de 2017. Salienta a importância deste primeiro escrito no contexto do Novo Testamento. Paulo, ao escrever a Primeira Carta aos Tessalonicenses, inaugurou na e para a Igreja o processo de formação do Novo Testamento. Ao fazer uso da escrita para se comunicar com os fiéis de Tessalônica, não apenas revelou a grandeza do seu zelo e ardor missionário, mas inovou e iniciou um modo de se fazer presente, de interagir e de acompanhar a vida dos fiéis e das comunidades cristãs que se multiplicavam principalmente fora da Palestina.
Segundo Paulo, o ministério dedicado ao Evangelho acontece em meio a diversas provações e dificuldades. Estar do lado de Deus e fazer a sua vontade, como discípulo de Jesus Cristo, é uma opção pelo bem, pela justiça e pela verdade que liberta na caridade. O Evangelho anunciado por Paulo e seus companheiros entre os tessalonicenses não era a proclamação de mais uma religião, mas a força de um evento salvífico e pleno de amor: o Mistério Pascal de Jesus Cristo. Não um amor feito de palavras, mas concretizado na total doação na cruz: "Ninguém tem maior amor do que aquele que dá sua vida em favor dos amigos" (Jo 15,13). Paulo assimilou e fez do seu amor a Jesus Cristo a razão do seu ser e do seu ministério apostólico e eclesial. Esse amor se fez carta e foi enviada aos fiéis de Tessalônica: Paulo, Silvano e Timóteo à igreja dos tessalonicenses em Deus Pai e no Senhor Jesus Cristo. Graça e paz a vós (1Ts 1,1).

Fonte: Portal Paulinas
Postado por: admin_editora


Compartilhe este conteúdo:



Comentários


Deixe seu comentário


Veja Também

A arte de acompanhar
Esta obra mostra o caminho comum a todo tipo de acompanhamento, independentemente de ser terapêutico, educativo, parental, espiritual ou desportivo.

Recordações da minha fé
A obra aborda temáticas centrais da fé cristã, como Deus, Jesus Cristo, Igreja, Salvação, Eucaristia, Oração, em um estilo inédito elaborado pelo autor

Coração nunca se esquece
A autora demonstra, com delicadeza, como são as diversas fases do luto - a incredulidade, a sensação de vazio, a raiva e a tristeza, até chegar à aceitação - e a importância de falar dos sentimentos

São José, homem justo, esposo e pai
Vamos conhecer a vida daquele que foi pai adotivo do Filho de Deus, educador daquele que deu a vida por nós, Jesus Cristo

Novena do poder de Deus: Abrindo o coração ao poder de Deus
"Pai do Céu, me dai força. Jesus Cristo, me dai poder. Maria Santíssima, me dai coragem, para essa batalha eu vencer, sem morrer, sem me abater, sem o juízo perder

Início Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 Próximo Final
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados