BUSCA

Lançamentos

Parei de sentir medo

Data de publicação: 18/07/2017



Parei de sentir medo




Este pequeno opúsculo traz mais que mensagens poéticas; trata-se de um jeito de olhar a vida, a partir da espiritualidade. Envolvido num universo de possibilidades, o ser humano nem sempre reserva tempo para cultivar a fé. Cada vez mais a velocidade das preocupações e das cobranças se misturam com a sede de infinito.
No entanto, a confiança em Deus é capaz de minimizar as consequências do medo. Uma decisão se faz necessária: abandonar o medo para fazer uma experiência profunda de Deus. Com certeza, um novo amanhecer se fará visível, a serenidade alcançará a existência. Viver com medo é como não viver. Em Deus, a serenidade se faz alegria!
Lindas mensagens de conteúdo profundo para aqueles leitores que querem parar de sentir medo e desejam abraçar com entusiasmo a incrível jornada que é a vida. As ilustrações complementam os textos, ao invés de apenas ilustrá-las. Uma obra em que imagem e texto, juntos, podem alegrar e conduzir as pessoas por uma vivência diária confiante, sem medo.

Fonte: Portal Paulinas
Postado por: admin_editora


Compartilhe este conteúdo:



Comentários


Deixe seu comentário


Veja Também

Direitos humanos e justiça ambiental: múltiplos olhares
Que este livro nos inspire a refletir sobre as graves violações dos direitos humanos causadas pela crise ambiental e que nos dê ânimo para criar, através das nossas ações, um mundo melhor e mais justo.

Carta Apostólica em forma de Motu Proprio Antiquum Ministerium
Por meio deste Motu Proprio, o Papa Francisco estabelece formalmente o Ministério laical de catequista

Palavras
“Uma imagem talvez valha por mil palavras, mas uma palavra desperta a imaginação para um número infinito de imagens... e de maneiras de encarar o mundo.”

Compreender e acompanhar a pessoa humana
Acompanhar as pessoas é uma atividade que exige teoria, estratégia e uma série de técnicas

A arte de acompanhar
Esta obra mostra o caminho comum a todo tipo de acompanhamento, independentemente de ser terapêutico, educativo, parental, espiritual ou desportivo.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados