BUSCA

Lançamentos

A visita ao doente

Data de publicação: 18/02/2019

Toda visita que se faz a alguém exige respeito à intimidade e aos limites estabelecidos pela pessoa visitada, especialmente se ela se encontra doente. É preciso prudência e permissão para entrar em sua casa ou leito de hospital – e em sua vida. É sobre isso que o autor quer que os leitores reflitam, contribuindo para gerar uma cultura humanizadora sobre como acompanhar alguém em seu sofrimento.

A obra aborda questões do tipo "como visitar", "quando", "com que objetivo", "como infundir esperança", "como consolar", ou "como assistir o doente em situações difíceis", tais como no caso de Alzheimer, doenças crônicas ou no final da vida. Ao final de cada capítulo aponta, resumidamente, o que faz mal e o que faz bem em cada situação, de modo que familiares, amigos, assistentes sociais e voluntários revejam suas atitudes e tenham um comportamento mais empático ao se aproximar de uma pessoa enferma, com sinceridade e o coração aberto.

Um livro essencial para familiares, amigos, voluntários, agentes de pastoral e profissionais de saúde e de assistência social, para que descubram o que faz mal e o que faz bem ao se aproximar de um doente, seja na sua casa, em clínicas ou hospitais.

José Carlos Bermejo é religioso camiliano e diretor do Centro de Humanização da Saúde, em Madri (Espanha). É especialista em relações de ajuda e tem uma grande experiência em Pastoral da Saúde.


13,5 x 20 cm

Coleção Pastoral da saúde

Fonte: Paulinas
Postado por: admin_editora


Compartilhe este conteúdo:



Comentários


Deixe seu comentário


Veja Também

Compreender e acompanhar a pessoa humana
Acompanhar as pessoas é uma atividade que exige teoria, estratégia e uma série de técnicas

A arte de acompanhar
Esta obra mostra o caminho comum a todo tipo de acompanhamento, independentemente de ser terapêutico, educativo, parental, espiritual ou desportivo.

Recordações da minha fé
A obra aborda temáticas centrais da fé cristã, como Deus, Jesus Cristo, Igreja, Salvação, Eucaristia, Oração, em um estilo inédito elaborado pelo autor

Coração nunca se esquece
A autora demonstra, com delicadeza, como são as diversas fases do luto - a incredulidade, a sensação de vazio, a raiva e a tristeza, até chegar à aceitação - e a importância de falar dos sentimentos

São José, homem justo, esposo e pai
Vamos conhecer a vida daquele que foi pai adotivo do Filho de Deus, educador daquele que deu a vida por nós, Jesus Cristo

Início Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 Próximo Final
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados