BUSCA

Lançamentos

Nossa Senhora das Dores

Data de publicação: 01/09/2020

Nossa Senhora das Dores, também chamada Nossa Senhora da Piedade, da Soledade, das Angústias, da Agonia, das Lágrimas ou do Pranto - e também Mãe Dolorosa -, é um dos muitos títulos que a Mãe de Jesus e nossa recebeu ao longo da história. Título que se refere, particularmente, às sete dores sofridas por Maria durante sua vida terrena, principalmente nos momentos da paixão de Cristo.
O culto a Nossa Senhora das Dores iniciou-se em 1221, no Mosteiro de Schönau, na Alemanha. A festa como hoje a conhecemos, porém, teve início em Florença, na Itália, em 1239, com a Ordem dos Servos de Maria, uma ordem religiosa profundamente mariana.
Com esta novena, o leitor poderá pedir a intercessão da querida Nossa Senhora das Dores à Deus, para suas necessidades, da família ou da comunidade. Uma novena poderosa, para ser rezada com fervor. Festa litúrgica em 15 de setembro.
Conheça mais em:

https://www.paulinas.com.br/produto/nossa-senhora-das-dores-3886

Fonte: Paulinas
Postado por: admin_editora


Compartilhe este conteúdo:



Comentários


Deixe seu comentário


Veja Também

O discipulado no Novo Testamento: reflexões bíblicas e espirituais
Os Evangelhos e os Atos, as Cartas e o Apocalipse são o lugar privilegiado onde encontrar a experiência viva e vital dos primeiros seguidores de Jesus. Em tais páginas, o cristão encontra o critério de verdade do próprio agir como seguidor de Jesus

Introdução à teologia: história e inteligência do dogma
Este livro do renomado teólogo Bernard Sesboüé retoma com rigor e criatividade as temáticas fundamentais da teologia enfrentadas nos cursos introdutórios. O dogma é assumido como formulação da fé cristã que se confronta com a reflexão racional.

Espiritualidade do padre diocesano
Esta obra sobre espiritualidade presbiteral é uma coletânea de alguns artigos escritos – e falados – por padres que descrevem como foram importantes em suas vidas as intuições e as práticas do Irmão Carlos de Jesus.

Caminho de perfeição: Santa Teresa de Jesus
Ao escrever este ensaio a conselho de seu confessor, Santa Teresa nos deixou um roteiro para a santidade. Ela aponta o caminho da perfeição com muita acuidade, baseando-se em introspecção, experiência pessoal e observação do exemplo de outras pessoas.

É possível, é real: o poder da esperança
Nossa vida pode ser comparada a um belo jardim ou a um terreno abandonado. Tudo depende do tempo e do cuidado dedicado ao preparo do solo, ao plantio das sementes, ao cultivo das mudas.

Início Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 Próximo Final
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados