Reconto que passa

Destaque


Tudo começou com a janela abrindo e fechando. Abrindo e fechando.
A árvore olhando aquele movimento, perguntou: Dona janela, o que houve?
A senhora fica o tempo todo abrindo e fechando?
A janela parou e respondeu: Você não sabe, não?
É que a Dona Baratinha está chorando.
Por que Dona Baratinha está chorando? Tendo como referência a tradicional história infantil da Dona Baratinha, o livro convida o leitor a se divertir com as imagens e associações lúdicas típicas da nossa tradição oral, que atravessam o tempo e alimentam a imaginação das mais diferentes gerações.

Compartilhe este conteúdo:




Veja Também

Sertão
Tonho vive no sertão e conhece um pássaro que voa por vários lugares, trazendo a ele realidades diferentes (a chuva, a guerra, a dor) e novas descobertas.

Tombolo do lombo
A construção textual possibilita às crianças brincarem com a operação de subtração uma a uma, como uma lenga-lenga de contar para trás. A brincadeira com as palavras promove a construção do pensamento lógico-matemático e aciona noções de classificação, in

Enfim, atleta!
A personagem Antônia nos ensina que algumas coisas que só podem ser aprendidas com muita prática, trabalho intenso e esforço contínuo. Isso é grande parte do que precisamos para realizar algo.

Cartas a povos distantes
Giramundo, um inventivo menino, recebe uma carta misteriosa, de "um amigo" de Luanda, Angola. Curioso, ele responde com muitas perguntas ao inusitado destinatário, na ânsia de descobrir seu nome, como é o lugar onde vive, qual é sua história.

Tabuleiro da baiana
Com este livro da Elma e projeto gráfico do André Neves, descobriremos um pouco "do que a baiana tem", na Bahia e em todo o Brasil. Um livro rico de cheiros, temperos, sabores. Só de olhar a boca se lambuza de desejo: tem acarajé e abará, acaçá, ...

1 2 3 4 5 Próximo Final
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados