Edição de julho 2010

Data de publicação: 24/06/2015

Revista Família Cristã - Julho 2010

Avós e netos, uma relação especial

A cada edição, a Revista Família Cristã oferece aos leitores um rico conteúdo, tanto na abrangência dos temas tratados quanto na profundidade e seriedade com que esses assuntos são abordados, tendo sempre como referência os valores do Evangelho. Este mês, dentre tantos artigos e matérias do interesse de toda a família, destacamos aqueles que tratam de uma relação cada vez mais presente nos lares brasileiros: a que envolve netos e avós. O tema é discutido em pelo menos três seções – Dinâmica Familiar, Comportamento e Espiritualidade –, a partir de diferentes enfoques.
É certo que, com o aumento da expectativa de vida, tornou-se comum esse convívio intergeracional durar vários anos, estreitando tal relação num grau de intensidade e intimidade que antes não existia. Colabora também para este quadro o fato de as pessoas mais idosas estarem fisicamente mais ativas e mostrarem-se interessadas em conhecer as transformações pelas quais passa a sociedade contemporânea, na intenção de não se sentirem alheias a tais mudanças. E muitas vezes é nos netos que os mais velhos encontram o caminho para se integrarem a este mundo dinâmico, feito de contatos virtuais e mediado por aparatos tecnológicos que parecem de difícil domínio. Nesse contexto, temos netos ensinando avós a navegarem pela internet, participarem do facebook, enviarem mensagens por e-mail, postarem no twitter...
Por outro lado, é na figura doce e madura dos avós que muitos netos encontram o acolhimento para tantas dúvidas que os assaltam. Dos mais velhos, por sua serenidade e experiência de vida, vem a palavra que tranquiliza as constantes inquietações juvenis e até mesmo a ajuda para que adolescentes e jovens entendam o mundo dos pais, imersos na batalha cotidiana da sobrevivência, e que manifestam muitas vezes seu afeto através da negação, pedagogicamente tão necessária para impor limites aos desejos desenfreados dos filhos. Uma tarefa da qual, certamente, resulta muita incompreensão. Independentemente, porém, das diferenças maiores ou menores de idade, essa relação entre avós e netos, por não guardar as duras obrigações e responsabilidades paternas, acaba normalmente marcada por um afeto extremado, expresso sem constrangimento.
O lar, portanto, transformou-se hoje no local de convívio de várias gerações, o que, sem dúvida, enriquece as relações pessoais. Esta realidade, porém, pode trazer tensões, caso os papéis dos membros da família não estejam bem definidos. É muito comum nessas circunstâncias os netos buscarem socorro nos avós a fim de desautorizarem os pais. E aí cabe aos mais velhos ter consciência de que não devem se intrometer, ainda mais de forma explícita, em questões que estão na esfera estrita da relação pais e filhos. Sem dúvida, esse convívio intergeracional exige um aprendizado de todos, mas, uma vez bem trabalhado, melhora a qualidade da relação familiar.

 PALAVRA VIVA

 opinião do leitor

 entrevista Suely Fadul Flory e as vozes da África

 pergunta do mês O que ver na TV?

 

 FAMÍLIA

 dinâmica familiar Convivência intergeracional

 pastoral familiar Atuar sobre os problemas

 filhos Nada doce

 juventude e fé Quem ama, cuida!

 entre jovens Entre tapas e beijos

 agitação Para jovens bem informados

 maturidade É dose!

 comportamento Avós da experiência

 Encarte especial Curso de formação familiar (12)

 

 SAÚDE

  plantas medicinais Mangabeira, camu-camu, embaúba e azedinha

  saúde Todos contra a tuberculose

  bioética Vida sintética?

 

  RELIGIÃO

  paz inquieta Católicos em romaria

  santo do mês São Camilo de Lellis

  enfoque Uma Igreja pela adoção

  espiritualidade Vovô e vovó

  igreja Semana da família

 

  ATUALIDADES

  meio ambiente A união fez a força e dá o exemplo

  cidadania Trabalho escravo e confisco

  reportagem Feios, sujos e malvados

  política Lei da Ficha Limpa

  fatos

 

 ARTE E CULTURA

 perfil O rei chega aos 70

 panorama Santuário da Piedade

 trabalhos manuais Cachecol de lã

 teatro Pai é proteção na caminhada

 culinária Sabores de Minas

 página livre Oração à Tecla

 

  O EVANGELHO NA COMUNIDADE

  1 de agosto 18º Domingo do Tempo Comum

  8 de agosto 19º  Domingo do Tempo Comum

  15 de agosto 20º Domingo do Tempo Comum (Assunção de Nossa Senhora)

  22 de agosto 21º Domingo do Tempo Comum
  22 de agosto
22º Domingo do Tempo Comum

  Formação litúrgica Rito de Comunhão (3)

 






Fonte: Edição 895, julho de 2010
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Coco Versátil
O coco possuir um sabor deliciosos,é extremamente nutritivo,contém vitaminas,sais minerais e fibras.
O sabor é vermelho
A beterraba possui uma infinidade de aplicações na culinária.
Fórmulas de energia
muitos pratos à base de amendoim fazem parte da cultura do Brasil e de seus países vizinhos.
Para os amigos
Culinária árabe seus gostos e ingredientes se expandiram pelo Oriente Médio e pelas regiões vizinha.
Um limão, muitos limões
O limão é uma das frutas mais conhecidas e consumidas no mundo.
Início Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados