Edição 963, março de 2016

Data de publicação: 24/02/2016















Bem-vindo, padim

Mais de 80 anos após a morte do padre Cícero Romão Batista, a Igreja Católica emitiu, em dezembro de 2015, uma carta de reconciliação na qual acerta os ponteiros com o legado espiritual do sacerdote mais popular do Nordeste brasileiro e, quiçá, do País. Assinado pelo secretário de Estado do Vaticano, o cardeal Pietro Parolin, o texto expressa o pensamento do papa Francisco a respeito do padim – “Viveu uma fé simples, em sintonia com o seu povo e, por isso mesmo, foi compreendido e amado por ele” – e coroou o esforço de dom Fernando Panico, da Diocese de Crato (CE), que tanto se empenhou na reaproximação do filho dileto do clero cearense com a hierarquia da Igreja. Porque entre padre Cícero e o chão dessa mesma Igreja, aquela Igreja popular e sofrida com cheiro de povo, jamais houve cisma. Ao contrário, desde o século 19, padre e fieis vivem uma relação de amor que se sobrepõe à modernidade, ao secularismo e ao crescimento das igrejas evangélicas e pentecostais.
Não se pode negar que, em razão de um contexto social difícil às religiões tradicionais, a Igreja hoje precisa mais de padre Cícero – e de seus milhões de devotos – do que ele da Igreja. E por isso se deu a reconciliação. Mas seja como for, em um momento em que o aprisco da Igreja encolhe é esperançoso vê-la se socorrer no vigor popular, nas periferias do mundo e de onde antes “nada se podia esperar que algo de bom pudesse sair”. Porque uma das soluções para uma Igreja que sangra está em deixar seu centro romano confortável e acomodado. Está em pôr-se em movimento rumo aos extremos do mundo. Atrever-se a dialogar com quem ainda não fala sua língua, não conhece seu espírito nem sua cultura. Misturar-se aos povos e aculturar-se. Está em ver no desconhecido mais semelhanças do que diferenças. Porque um dia o próprio Jesus incentivou os discípulos a levaram o Evangelho a todos os cantos da terra e ele devia saber o que fazia. Em algum lugar – certamente, o Paraíso –, padre Cícero deve estar concordando com essas ideias e, apesar da inexplicável demora, agradecendo sem ressentimentos à Igreja que o recebeu de volta.







ENTREVISTA

Anacleta Pires de Almeida por um lugar na terra
Do Quilombo Santa Rosa dos Pretos, no Maranhão, Anacleta Pires de Almeida narra sua trajetória de luta e resistência de um povo em favor de suas terras





DIREITOS HUMANOS

Encarcerados da pobreza
O encarceramento não é a resposta e sim políticas sociais que ajudem a romper o ciclo da violência 





POVOS DA FLORESTA

O golpe duplo
O lema da CFE 2016 deve traduzir bem o desejo do povo Krenak: “Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca”





PERFIL

Ousadia e risco
Ela não admite que pessoas sejam violadas em seus humanos direitos. Mesmo sob ameaça de morte, destemida,ela se coloca em defesa da vida





FÉ ROMEIRA

As grandes romarias e devoções iniciadas por padre Cícero, fizeram com que a Igreja repensasse e redescobrisse o legado que o sacerdote deixou cravado no coração do povo





SANTO PELO POVO

A vida de padre Cícero sempre foi marcada pelo serviço às pessoas mais pobres, por isso, hoje o povo o declara santo






UMA MÍSTICA BRASILEIRA

Maria de Araújo, incompreendida pela Igreja à época, hoje é considerada por estudiosos uma mística de grande vida interior






BIOÉTICA

Zika vírus
A recomendação do aborto em casos de microcefalia não se coaduna com os nossos valores cristãos, do respeito pela vida nascente e acolhida incondicional do ser humano, por mais vulnerável que seja




POLÍTICA

O 1% Senhor do Mundo
Nossa irmã, a Terra, clama contra o mal que lhe provocamos, pelo abuso e irresponsabilidade sentidos, pela crueldade e indiferença que recaem sobre os seres viventes




DINÂMICA FAMILIAR

Simplesmente mulheres
Nas mulheres há uma identidade comum: a contemplação, a intuição e o cuidado





VIDA DE CASAL

O desafio de lidar com dinheiro no dia a dia
Como alguns casais jovens lidam com o dinheiro e os desafios encontrados na questão financeira





MATURIDADE

Dona Lucia do Pindaré
Ela vive há 21 anos às margens do Rio Pindaré, no interior do Maranhão, tempo em que o sangue de suas veias parece ter cedido espaço à água do rio que corre pra um futuro amargo




FILHOS

Ouvidos atentos
Criar filhos independentes e responsáveis passa pela importante tarefa dos pais em ouvir os filhos, dando atenção às necessidades deles





ENTRE JOVENS

Mãos ao alto
Jovens da periferia denunciam abuso na abordagem policial e apontam que a seleção de suspeitos ainda é racial





SER UM

Um pacto para casar
Na velocidade do provisório, conveniência desta sociedade materialista e globalizada e pós-tudo, um pacto definitivo é como uma bomba para o sistema, algo que pode destruir os alicerces do consumismo




FRANCISCO

Abraço de irmãos
O histórico abraço ecumênico do papa Francisco, da Igreja Católica, e o patriarca Kirill, da Igreja Ortodoxa Russa, um encontro de extraordinário valor para o diálogo ecumênico




O EVANGELHO NA COMUNIDADE

3 de abril 2º Domingo da Páscoa
10 de abril 3º Domingo da Páscoa  
17 de abril 4º Domingo da Páscoa
24 de abril 5º Domingo da Páscoa



ANO DA MISERICÓRDIA

Começar de baixo
A misericórdia começa de baixo considerando a concretude da situação à qual se está aplicando a lei ou a regra





MANDAMENTO

Ajudar a igreja
O quinto mandamento da Igreja recorda o povo de Deus a ir ao encontro das necessidades materiais da comunidade cristã, conforme a possibilidade de cada um




IGREJA

Ser missão
Jovens de várias Igrejas no Brasil se juntam à Caravana Missionária na Arquidiocese de Palmas (TO) e partem em missão





JUVENTUDE E FÉ

Sermos novos
Façamos deste tempo pascal uma oportunidade de anunciar a esperança real que se concretiza em homens e mulheres novos





PAZ INQUIETA

Devolver alguém a Deus
Palavras ajudam a viver e a morrer bem. Saiba devolver a Deus aqueles que, faz tempo, ensaiam a volta





CULTURA

Fome de saber
Geladeira Cultural integra escotismo, música, teatro, capoeira, grafitagem e literatura em comunidades carentes de Pernambuco





PANORAMA

Uma tragédia marítima há 100 anos
O Príncipe de Astúrias, navio transatlântico, encomendado para fazer a linha regular de passageiros e cargas entre Barcelona e Buenos Aires, naufragou em 1916, quando se dirigia ao Porto de Santos




SUSTENTABILIDADE

Uso correto das plantas medicinais
A importância do cuidado necessário no uso de plantas medicinais: saber nomenclatura botânica, parte usada, padronização, forma de uso, indicação, ação terapêutica, dose diária, via de administração




TRABALHOS MANUAIS

Espírito Santo de fuxico
Como fazer uma lembrancinha de fuxico da pomba que representa a terceira pessoa da Santíssima Trindade para os cristãos católicos





Fonte: Edição 963, março de 2016
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Liturgia da Palavra
21 de outubro de 2018 - 29º Domingo do Tempo Comum - Ano B – Liturgia da Palavra
Uma fé humana!
A vivência de fé será levada, sem grandes esforços ou planejamento prévio, para uma vida comunitária
A cidade de Nossa Senhora
Para compreender a história da Padroeira do Brasil, deve-se conhecer um pouco da história da cidade
Liturgia da Palavra
14 de outubro de 2018 - 28º Domingo do Tempo Comum - Ano B - Liturgia da Palavra
Fórmulas de energia
Pratos à base de amendoim fazem parte da cultura do Brasil e de seus países vizinhos
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados