Para todos os Habibs

Data de publicação: 29/09/2017

Do que é feita a cozinha dos povos árabes

Todo mundo já ouviu falar da culinária árabe, mas nunca sabemos exatamente de quais países falamos. Geralmente jogamos na mesma cesta uma série de regiões e culturas que, na verdade, são bem diferentes entre si e abrangem desde o Paquistão até o Marrocos, passando por Irã, Egito, Iraque, Turquia, Arábia Saudita e Síria. Ali temos pelo menos 5 mil anos de ocupação humana intensa e uma rota de diversos povos que cruzavam a região, sobretudo para o comércio. Por isso, ela possui grande influência e também influenciou povos e culturas que habitavam ou passavam por essas regiões antes do processo de arabização cultural empreendido pelos viajantes dessa região durante a expansão islâmica ocorrida entre os anos 632 e 732.
Anteriormente à expansão islâmica, os povos dos países da Península Arábica – onde hoje estão a Arábia Saudita, Omã, Iêmen, Emirados Árabes Unidos, Kuwait e Catar – baseavam sua alimentação numa dieta de tâmaras, trigo, cevada, arroz e carne, com pouca variedade e uma ênfase em produtos similares ao iogurte. Toda essa Península Arábica possui clima predominantemente desértico, e seus povos eram nômades ou sem habitação fixa, costume que acabou refletindo na alimentação. Após se expandirem pelo Oriente Médio e regiões vizinhas, seus hábitos culinários, bem como os ingredientes utilizados nos alimentos, também se alteraram.
A Redação da Revista Família Cristã entrou em contato com dois árabes católicos que moram no Iraque, Kanar Bassa e Manhal Handoola, para um delicioso bate-papo sobre a alimentação da região e nos ajudar a conhecer e entender os principais ingredientes utilizados na culinária local. O resultado vem logo mais a seguir.


Bebidas
As quentes são mais consumidas do que as frias. O café, que se espalhou pelo mundo através do Egito e cujo nome deriva da palavra árabe qahwa, obviamente ocupa o topo dessa lista, especialmente nos países do Golfo Pérsico – Emirados Árabes Unidos, Arábia Saudita, Catar, Bahrein, Kuwait, Iraque e Irã. Nos demais países árabes, no entanto, o chá aparece à frente na preferência. Uma bebida bastante conhecida e apreciada – não entre os árabes muçulmanos, claro – é a arak, um destilado alcoólico de anis totalmente transparente. Bastante doce, ela é servida pura com gelo ou dissolvida em água. Em contato com o gelo ou a água, adquire aspecto esbranquiçado.

Ervas e especiarias
Um dos pontos fortes da cozinha dos povos árabes. Gergelim, açafrão, açafrão-da-índia, alho, cominho, canela e sumagre são apenas algumas das especiarias mais utilizadas. Outra muito comum é o baharat, na verdade uma mistura de diversos condimentos que incluem pimenta preta, coentro, canela, cravinho, cominho, cardamomo, noz-moscada e páprica. Mas, dependendo da região, o baharat pode incluir ainda outros ingredientes. Das especiarias utilizadas na culinária árabe, muitas são encontradas na culinária indiana, como resultado de um comércio intenso ocorrido historicamente entre os povos das duas regiões.

Frutas, vegetais e folhas
Os povos árabes consomem muitas frutas, como maçã, melão, melancia, uva, laranja e pera. Tâmaras, figos e romãs também são importantes na culinária árabe, assim como pepino, berinjela, abobrinha, quiabo, cebola e pimentões, utilizados como tempero ou como pratos de entrada. A salsa e a hortelã são populares como temperos em diversos pratos.

Laticínios
Os leites e derivados são amplamente consumidos. Iogurte, queijos, manteiga e creme de leite são alimentos de primeira opção.

Legumes
As lentilhas são amplamente consumidas, juntamente com as favas e o grão-de-bico.

Molhos
Os mais populares entre os povos árabes incluem diversas combinações de azeite, suco de limão, salsa, alho e tahine – pasta de gergelim.






Fonte: FC Edição Nº956 - Agosto 2015
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Você cuida bem da sua audição?
A saúde da nossa audição é também questão de bem-estar
Sinusite ou rinite?
Tanto a sinusite como a rinite são inflamações que afetam as mesmas regiões do corpo.
SAÚDE
A biotecnologia é uma ferramenta e, como tal, deve ser cuidadosamente examinada.
Curar com as mãos
Levar em consideração o corpo inteiro e tratar diretamente a causa do problema são as principais
Artrite, tendinite ou artrose
Qual a diferença e quais as características dessas patologias? Comecemos pela diferença entre artrite e tendinite. Ambas são inflamações
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados