Novo olhar para iniciação à fé

Data de publicação: 04/06/2018


Por, Karla Maria

Bispos do Brasil reuniram-se em Aparecida, com foco na iniciação cristã, e apontaram as dores do povo brasileiro que agoniza com a falta de ética no cenário político
À noite, minutos antes do repouso, o pai ou a mãe leva a criança até a cama. Juntos rezam aos Anjos, agradecem mais um dia à Mãezinha do Céu e fazem suas orações que culminam com o sinal da cruz na testa, nos lábios e no peito. O ritual feito em família e o gesto que identifica os cristãos católicos são sem dúvida a primeira manifestação de iniciação à fé cristã.
Olhando para essa prática, às vezes negligenciada pela família, e preocupados com os rumos a que essa iniciação toma nas comunidades paroquiais e no compromisso de cada batizado, os bispos do Brasil tiveram, como tema principal em sua 55ª Assembleia Geral, a Iniciação à Vida Cristã. A preocupação não é nova. O documento nº 43 do Conselho Episcopal Latino-Americano (Celam), publicado em 1983, lembra que:
“Entende-se como iniciação à vida cristã o processo pelo qual uma pessoa é introduzida no mistério de Jesus Cristo e na vida da Igreja, através da Palavra de Deus e da mediação sacramental e litúrgica, que acompanhe as mudanças de atitudes fundamentais de ser e existir com os outros e com o mundo, em uma nova identidade como pessoa cristã que testemunha o evangelho inserido em uma comunidade eclesial viva e testemunhal”.
Para dom Eugène Rixen, membro da comissão do tema central e bispo da Diocese de Goiás, o texto que deverá ser publicado posteriormente quer inspirar a Igreja no Brasil a repensar uma nova forma de fazer a catequese mais integrada com a liturgia. “O texto reforça a necessidade de oferecer às pessoas uma profunda experiência de encontro com Jesus Cristo, por meio do Querigma (anúncio de Jesus Cristo).”
Em coletiva de imprensa durante a assembleia, em Aparecida (SP), dom Leomar Brustolin, bispo auxiliar de Porto Alegre (RS), falou aos jornalistas da preocupação do episcopado com a transmissão da fé às novas gerações e de que o foco da Igreja não está em formar apenas adeptos, mas sim discípulos.
Para ele, essa preocupação vem desde a realização da 5º Conferência do Celam, realizada há dez anos em Aparecida, quando se desenvolveu a formação de “discípulos missionários”, somada pela exortação apostólica do papa Francisco Evangelii Gaudium.

Segundo dom Leomar, a preparação para os chamados sacramentos de iniciação cristã, o Batismo, a Primeira Eucaristia e o Crisma, é a preocupação maior. Lembra que muitos entram na catequese, passam um período na Igreja, mas que não se vinculam à comunidade. “É preciso então avaliar, analisar que caminhos precisamos retomar. E quando falamos retomar é porque se busca uma fonte muito importante: a iniciação à vida cristã como os primeiros cristãos anunciavam e preparavam aqueles que queriam seguir o caminho, assim se chamava o cristianismo nas origens”, diz.

O uso de uma linguagem direta e acessível também foi destacado como um elemento essencial para a transmissão da fé, chamada pelos bispos em vista de uma mudança de prática, uma “renovação paroquial”. “Eu falo renovação paroquial porque alguém poderia pensar que o tema dessa assembleia seria apenas uma reforma da catequese. Não é! Na verdade, é uma conversão pastoral de toda a comunidade para acolher, inserir e comprometer os novos cristãos”, destaca o bispo auxiliar de Porto Alegre.

Pistas de ação – O documento final sobre o tema será publicado em breve pela Conferencia Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), mas algumas reflexões apresentadas pelos bispos já podem ser seguidas, como o uso mais intenso do Ritual da Iniciação Cristã de Adultos (Rica). Segundo o arcebispo de Curitiba (PR) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-Catequética, da CNBB, dom José Antônio Peruzzo, o documento da Santa Sé, publicado em 1972 a pedido do Concílio Vaticano II e reeditado no Brasil em 2001, oferece uma sequência de passos e um ordenamento para a mistagogia (inserção da pessoa na fé católica).
“É uma espécie de integração muito mais viva entre catequese e liturgia que nossa Igreja precisa recuperar.” Para ele, com o Rica a Igreja pode “palmear outros caminhos”. “O Rica sugere uma condição mais favorável para conhecer e dar passos neste rumo de experiências de iniciação. Por isso, nesta assembleia, vamos realçar fortemente o Rica, porque com os adultos teremos algumas experiências, melhor fundamentadas para redescobrir aquilo que já perdemos”, conclui o bispo.
Segundo o presidente da CNBB, cardeal Sergio da Rocha, o momento é de dar impulso à iniciação cristã como um todo: “Quando se falava de iniciação cristã, se pensava apenas na iniciação cristã de adultos, no ritual de adultos, mas é claro que vamos dinamizar, impulsionar e valorizar ainda mais a iniciação cristã como um todo”, afirma. “Queremos revalorizar, dinamizar a própria catequese de iniciação cristã”, completa.

Outros temas – A realidade política e econômica do Brasil não passou despercebida pelos bispos, tanto que se manifestaram em notas oficiais, primeiro, em 23 de março, acerca da reforma previdenciária que tramita pelo Congresso Nacional.
“Buscando diminuir gastos previdenciários, a PEC (Proposta de Emenda Constitucional) 287/2016 soluciona o problema, excluindo da proteção social os que têm direito a benefícios. Ao propor uma idade única de 65 anos para homens e mulheres, do campo ou da cidade; ao acabar com a aposentadoria especial para trabalhadores rurais; ao comprometer a assistência aos segurados especiais (indígenas, quilombolas, pescadores…); ao reduzir o valor da pensão para viúvas ou viúvos; ao desvincular o salário mínimo como referência para o pagamento do Benefício de Prestação Continuada (BPC), a PEC 287 escolhe o caminho da exclusão social.”
O conteúdo da PEC 287 já sofreu alterações devido também à pressão da sociedade e possivelmente à postura da CNBB, que, em uma segunda nota, publicada em 3 de maio, durante a assembleia, manifestou-se acerca da delicada conjuntura política, econômica e social pela qual vem passando o Brasil.
 “O que está acontecendo com o Brasil? Um País perplexo diante de agentes públicos e privados que ignoram a ética e abrem mão dos princípios morais, base indispensável de uma nação que se queira justa e fraterna. O desprezo da ética leva a uma relação promíscua entre interesses públicos e privados, razão primeira dos escândalos da corrupção. Urge, portanto, retomar o caminho da ética como condição indispensável para que o Brasil reconstrua seu tecido social”, aponta a nota.
Para o arcebispo de Aparecida, dom Orlando Brandes, as notas são concretas, corajosas e proféticas porque trazem não apenas críticas, mas caminhos para driblar a situação. “A corrupção e a mentira se tornaram uma cultura brasileira, o jeitinho brasileiro é péssimo. Sem ideologia nenhuma e sem partidarismo, mas a partir do Evangelho, a Igreja quer contribuir também com a Doutrina Social para um Brasil mais fraterno, solidário e verdadeiro. Enfim, estamos pensando nos desempregados, nas eleições de 2018 e pensando em um Brasil novo e melhor”, concluiu.

Agenda
- Recife (PE) sediará o 18º Congresso Eucarístico Nacional (CEN), de 12 a 15 de novembro de 2018.
- As Comunidades Eclesiais de Base (CEBs reúnem-se em Londrina (PR), de 23 a 28 de janeiro de 2018, para o 14º Intereclesial das CEBs, com o tema CEBs e os desafios do mundo urbano e o lema “Eu vi e ouvi os clamores do meu povo e desci para libertá-lo”.




Fonte: fc edição 978, junho de 2017
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

RELIGIÃO
Em seu artigo, o Pe. Zezinho, scj fala sobre a nova "teologia do resultado".
Mesa da Palavra
Iniciamos o Tempo Comum da liturgia da Igreja celebrando o casamento de Deus com a humanidade.
Liturgia da Palavra
Jesus, sendo Deus, poderia se encarnar da maneira que quisesse, mas escolheu ser em tudo semelhante
Liturgia da Palavra
23 de dezembro de 2018 - 4º Domingo do Advento - Ano C - Liturgia da Palavra
Liturgia da Palavra
9 de dezembro de 2018 - 2º Domingo do Advento - Ano C - Liturgia da Palavra
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados