Sabores juninos

Data de publicação: 13/06/2018

 Sabores juninos

Em ritmo de São João, percorremos as panelas e os campos de diferentes locais do País e lhes apresentamos receitas típicas e tradicionais de cada região. São pratos que traduzem a produção local, a vocação agrícola, a temperatura, a identidade e a construção daquele povo. E ainda mistura que a colonização europeia, as fronteiras geográficas e o passar dos tempos trouxe para que as festas juninas, tão próprias da cultura brasileira, sejam bem celebradas.

Norte –Tacacá
Ingredientes
4 litros de tucupi
1 litro de água
½ kg de goma de tapioca
4 maços de jambu
1 kg de camarão seco

Modo de preparar
O tucupi deve ser adicionado pronto. Pode ser encontrado em casas que vendem produtos típicos do Norte. Para fazer a goma, dilua em água farinha de tapioca. Leve ao fogo mexendo sempre para não criar pelotas. O ponto é de mingau, que fica meio transparente. Limpe o jambu e lave bem as folhas e caules. Cozinhe-o por, pelo menos, 20 minutos. Lave o camarão, limpe e verifique o ponto de sal. Caso esteja muito salgado, deixe de molho por pelo menos uma hora. Numa cuia feita especialmente para servir o prato, coloque uma concha de tucupi, uma de goma e jambu. Os camarões entram por último.

Centro-Oeste – “Sopa” paraguaia
Ingredientes
1 cebola grande picada
½ copo americano de óleo
1 colher (sopa) de margarina
1 litro de leite
250 g de farinha de milho fina
250 g de queijo caipira ralado
1 colher (café) de fermento
3 ovos bem batidos
Sal a gosto

Modo de preparar
 Coloque o óleo na panela com a margarina e a cebola e leve para fritar. Depois acrescente o leite e o sal. Aos poucos, vá despejando a farinha de milho e não pare de mexer. Deixe ferver e, quando começar a desgrudar da panela, desligue o fogo. Acrescente os ovos, o fermento e o queijo, e apenas mexa devagar. Assim que terminar a mistura, despeje na assadeira rapidamente para não ressecar a massa. Leve ao forno pré-aquecido por aproximadamente 40 minutos. Acompanhe até a sopa paraguaia ficar tostadinha por cima.

Sul – Escondidinho de pinhão
Ingredientes
500 g de pinhão cozido
200 ml de molho bechamel
2 colheres (sopa) de manteiga de garrafa
200 g de carne-seca, já dessalgada, cozida e desfiada
½ copo de leite de coco
2 dentes de alho amassado
Queijos requeijão, gorgonzola e mussarela 
Batata palha a gosto
Manjericão para decorar

Modo de preparar
Triture o pinhão rapidamente no processador. Leve ao fogo médio com 1 colher de manteiga de garrafa, deixe o pinhão fritar ligeiramente e separe. Leve a carne-seca ao fogo médio com a outra colher de manteiga, o alho e o leite de coco e também deixe fritar pouco. Coloque em camadas o pinhão, o molho, um pouco de mussarela (ralada grossa), a carne-seca e requeijão, outra leve camada de pinhão, reserve um pouco, molho, mussarela, queijo gorgonzola e batata palha à vontade. Depois de montado, assar em forno médio (180° C) por 25 minutos. Quando retirar do forno, use o restante do pinhão triturado para decorar e uma folha pequena de manjericão.
Nordeste – Canjiquinha de São João
Ingredientes
1 caixa de canjiquinha de milho
3 xícaras (chá) de leite frio
½ xícara (chá) de leite de coco
2 colheres (sopa) de queijo ralado
4 cravos-da-índia
Canela-da-china em pó, a gosto

Modo de preparar
Em uma panela, dissolva a canjiquinha no leite frio. Acrescente o leite de coco, o queijo ralado e os cravos. Leve ao fogo alto até levantar fervura. Abaixe o fogo e cozinhe por mais dez minutos, mexendo sempre. Despeje em um refratário e polvilhe com canela. Sirva frio.





Sudeste – Maçã do amor
Ingredientes

4 maçãs
4 palitos de sorvete
½ xícara (chá) de água
Corante vermelho a gosto
1 xícara (chá) de açúcar
½ xícara (chá) de xarope de glicose

Modo de preparar
Lave e seque as maçãs. Espete um palito no centro de cada uma, até que fiquem bem firmes e reserve. Em uma panela, junte a água, o açúcar, o xarope de glicose e o corante e leve ao fogo baixo, sem mexer, até atingir o ponto de fio grosso. Pingue um pouco de calda em uma tigela com água fria. Deverá formar fios duros. Quando atingir o ponto da calda, retire-a do fogo e segure cada maçã pelo palito, mergulhando-a rapidamente na calda até cobrir toda a maçã do amor. Deixe escorrer o excesso e coloque numa assadeira untada com margarina, para não grudar. Deixe esfriar e endurecer.




Fonte: fc edição 978, junho de 2017
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Folhas de hortelã
Os benefícios do hortelã. Folhas cristalizadas e chás maravilhosos.
Banana, sem desperdício.
A banana é um dos frutos mais acessíveis e mais consumidos pelos brasileiros
Caldinhos da Dione
Com o friozinho, nada melhor do que um bom caldo quente para aquecer paladares e corações
Crianças na cozinha
Quem, desde criança, provou o gosto de colocar um avental e ajudar a mamãe na cozinha?
Cozinhe para sua mãe
Em todo o mundo, filhos compram presentes e flores para suas mães.Que tal cozinhar pra elas?
Início Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados