Mesa da Palavra

Data de publicação: 14/06/2019

Santíssima Trindade
11º.  Domingo do Tempo Comum - Ano C • 16 de junho de 2019

Pr 8,22-31 – Quando preparava os céus, ali estava eu.
Sl 8 – Senhor, que é o homem para dele vos lembrardes?
Rm 5,1-5 – O amor de Deus foi derramado em nossos corações pelo Espírito Santo.
Jo 16,12-15 – O Espírito da verdade vos conduzirá à plena verdade.
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo
1. A fé cristã professada pela Igreja Católica é de tal forma complicada, que só pode ser verdadeira. Dificilmente alguém a inventaria. Quem inventaria a Santíssima Trindade? E como explicar a Santíssima Trindade. A tarefa é dos cristãos que professam a sua fé em um só Deus em Três Pessoas. Desde o início do Cristianismo até os dias de hoje se tenta esclarecer o mistério da Trindade. Santo Agostinho solucionou a questão dizendo que não somos capazes de dizer o que Deus é nem de imaginá-lo, mas podemos, isto sim, saboreá-lo. A sabedoria nos permite sentir o gosto de Deus. Posso sentir o gosto de um alimento, sem precisar defini-lo. E Agostinho conclui dizendo: “Saiba, então, que Deus é o amor com que você ama o seu irmão”. O mistério de Deus é para ser vivido!
2. Como explicar a presença real de Jesus no Santíssimo Sacramento? Como explicar o parto virginal de Maria? Como explicar a encarnação do Verbo? Como explicar que Deus tem mãe? Como explicar a Imaculada Conceição? Como explicar a misericórdia de Deus para com os pecadores?
3. Pensando em esclarecer o mistério de Deus Uno e Trino, alguns cristãos disseram que na Trindade um era subordinado ao outro. O Pai é o principal, enquanto o Filho é Deus um pouco inferior ao Pai, assim como o Espírito Santo. Outros disseram que o único Deus se revestia de roupagens diferentes, uma vez de Pai, outra de Filho e outra de Espírito. Seriam modalidades de um mesmo Deus. Outros, ainda, disseram que Jesus foi adotado como Filho de Deus no dia do seu batismo. A partir daí, o homem Jesus começou a agir como Deus. Outros, ainda, achavam que Jesus era somente Deus, com aparência humana. Não era verdadeiro homem. Tudo isso são esforços da mente humana que não comporta o mistério de Deus. Deus é muito maior do que a nossa inteligência.
4. É a partir de Jesus Cristo que podemos afirmar alguma coisa de Deus. Ele nos transmite a fé de Israel num único Deus. “Ouve, Israel, o Senhor é nosso Deus, o Senhor é Um”. A partir de Jesus, entenderemos esse Um como único. Aceitando a pessoa de Jesus e ouvindo-o, mesmo sem entendê-lo, afirmamos que só ele tem palavras de vida eterna, palavras que dizem “eu e o Pai somos um”, “o Espírito receberá do que é meu”, e “tudo o que o Pai possui é meu”. Os bons teólogos nos dirão: não imaginem que são três, assim como são três você, seu pai e sua mãe. Não são três indivíduos como nós, sentados em torno de uma mesa. Os Três são Um.
5. Ouvimos no Evangelho de João a conversa de Jesus com os seus discípulos. Tenho muitas coisas a dizer a vocês, mas não são capazes de compreender agora. Os discípulos estão diante de Jesus, é Jesus quem está falando, e nem tudo eles podem compreender. Quem vai ajudá-los a compreender será o Espírito da Verdade que deve vir. Ele vai receber do que é de Jesus e vai anunciar aos discípulos. Não compreendemos tudo, mas estamos ouvindo. “Tudo o que o Pai possui é meu”, diz ainda Jesus. O Espírito vai receber e anunciar o que é de Jesus. Ele é o revelador do mistério de Deus. O que realmente importa é que, desde o nosso Batismo, a Santíssima Trindade está em nós, e um dia, na eternidade, estaremos mergulhados no mistério desse Deus que é Uno e Trino. Como será? Saberemos quando chegar a hora.
Leituras e Salmos (17 a 22 de junho)
2af.: 2Cor 6,1-10; Sl 97(98); Mt 5,38-42.
3af.: 2Cor 8,1-9; Sl 145(146); Mt 5,43-48.
4af.: 2Cor 9,6-11; Sl 111(112); Mt 6,1-6.16-18.
5af.: Gn 14,18-20; Sl 109(110); 1Cor 11,23-26; Lc 9,11b-17.
6af.: 2Cor 11,18.21b-30; Sl 33(34); Mt 6,19-23.
Sáb.: 2Cor 12,1-10; Sl 33(34); Mt 6,24-34.




Fonte: Revista Família Cristã, edição 1001, Maio de 2019
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

O Anjo Bom do Brasil
Irmã Dulce,a religiosa que conquistou o coração do povo brasileiro será canonizada.
Mesa da Palavra
13º. Domingo do Tempo Comum - Ano C • 30 de junho de 2019 - Solenidade de São Pedro e São Paulo
Mesa da Palavra
Solenidade de Pentecostes.Quando ele vier, conduzirá os discípulos à plena verdade.
Mesa da Palavra
A refeição e a pesca são dois acontecimentos unidos na mesma narrativa
Mesa da Palavra
Jesus se entregou para que o mundo fosse salvo.
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados