Mesa da Palavra

Data de publicação: 28/06/2019

São Pedro e São Paulo
13º.  Domingo do Tempo Comum - Ano C • 30 de junho de 2019
Confirma a fé dos teus irmãos
At 12,1-11 – O Senhor enviou o seu anjo para me libertar.
Sl 33 – O anjo do Senhor vem acampar ao redor dos que o temem.
2Tm 4,6-8.17-18 – Combati o bom combate, completei a corrida, guardei a fé.
Mt 16,13-19 – Tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja.
1. Simão Pedro recebeu do Senhor a missão de confirmar a fé de seus irmãos, de apascentar o rebanho, de ser a pedra firme sobre a qual repousaria a comunidade chamada igreja. Escreveu duas cartas a todos os cristãos de sua época e morreu martirizado em Roma no tempo do imperador Nero. Foi condenado à morte de cruz. A seu pedido foi crucificado de cabeça para baixo. Ele não se achava digno de ser crucificado como Jesus, seu Mestre. Em seu lugar, Lino assumiu a Igreja de Roma como pastor do rebanho, e, depois de Lino, Anacleto, que era grego. E assim acontece até os dias de hoje, mas um papa não é sucessor do outro. Cada um é sucessor de Pedro. Francisco é sucessor de Pedro.
2. Paulo não pertenceu ao grupo dos apóstolos nem dos discípulos enquanto Jesus estava vivo. Era um judeu fervoroso, de uma família de fariseus observantes da Lei. Nasceu em Tarsis, estudou em Jerusalém, foi um aluno aplicado e perseguidor dos cristãos que começavam a se organizar em comunidades. Considerava Cristo uma farsa e os judeu-cristãos pessoas equivocadas, que se desviaram do caminho traçado por Moisés e os profetas. Converteu-se na estrada de Damasco, quando Deus se dignou revelar nele seu Filho Jesus. A partir de então, tornou-se discípulo missionário por excelência. Passou por Jerusalém, voltou para a sua terra e colaborou com Barnabé na fundação da comunidade de Antioquia. Combateu um bom combate, deu início a uma corrida e chegou ao fim, conservando viva a sua fé. Morreu também em Roma, no mesmo dia em que Pedro foi crucificado. Contaram-lhe a cabeça, e hoje, mesmo morto, continua a falar pelas inúmeras cartas que nos deixou em herança.
3. Pedro e Paulo, colunas da Igreja de Roma e de todo o universo. Pedro, o primeiro a proclamar a fé, fundou a Igreja primitiva sobre a herança de Israel. Paulo, mestre e doutor das nações, anunciou-lhes o Evangelho da salvação. Por diferentes meios, os dois congregaram a única família de Cristo, terminando seus dias unidos pela coroa do martírio. A nós foi dada por fundamento a fé proclamada pelo apóstolo Pedro, enquanto a incansável pregação de Paulo nos instruiu. Pedro chegou à pátria celeste pela cruz e Paulo pela espada. Que a autoridade de um e a pregação do outro nos levem à mesma pátria, quando tivermos completado a corrida aqui iniciada.
4. É pela fé em Jesus Cristo que entramos no caminho da salvação e que, sedimentados na fé, procuramos viver nossa vida cristã de cada dia. À luz da fé, vemos o Cristo nos irmãos, vemos Jesus na Eucaristia, cremos que Deus é Uno e Trino. E é também alicerçados na fé que aceitamos de coração aberto o primado de Pedro e de seus sucessores. Sem ilusões e com muito realismo, vemos Pedro negar a Jesus, assim como ouvimos, antes, Jesus chamar Pedro de Satanás e pedra de tropeço. Com o mesmo realismo, contemplamos com alegria a sucessão dos papas ao longo da história, sabendo que são todos santos e pecadores e diferentes uns dos outros. Uns agradam a estes e desagradam àqueles. Não importa. Trata-se do Sumo Pontífice que veneramos e respeitamos e aceitamos como pedra fundamental e cabeça visível da Igreja de Cristo. Pio XII não foi João XXIII, e Francisco não é João Paulo II. Todos, porém, são sucessores de Pedro, servos dos servos de Deus.
Leituras e Salmos (1º. a 6 de julho)
2af.: Gn 18,16-33;Sl 102(103); Mt 8,18-22.
3af.: Gn 19,15-29; Sl 25(26); Mt 8, 23-27.
4af.:Ef 2,19-22 Sl 116(117); Jo 20,24-29.
5af.: Gn 22, 1-19; Sl 114(115); Mt 9,1-8.
6af.: Gn 23,1-4.19; 24, 1-8.62-67 Sl 105(106); Mt 9,9-13.
Sáb.: Gn 27, 1-5.15-29; Sl 134(135); Mt 9,14-17.




Fonte: Revista Família Cristã, edição 1001, Maio de 2019
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

O Anjo Bom do Brasil
Irmã Dulce,a religiosa que conquistou o coração do povo brasileiro será canonizada.
Mesa da Palavra
A fé cristã professada pela Igreja Católica é de tal forma complicada, que só pode ser verdadeira.
Mesa da Palavra
Solenidade de Pentecostes.Quando ele vier, conduzirá os discípulos à plena verdade.
Mesa da Palavra
A refeição e a pesca são dois acontecimentos unidos na mesma narrativa
Mesa da Palavra
Jesus se entregou para que o mundo fosse salvo.
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados