Fé e Alegria

Data de publicação: 29/05/2013

Por Fernando Geronazzo

O movimento Fé e Alegria, fundado pelos jesuítas, chegou ao Brasil em 1981, e por meio da educação, cultura e mística celebra conquistas e vidas transformadas.

Fé e Alegria é um movimento internacional de educação popular integral e promoção social, baseado nos valores de justiça, liberdade, participação, fraternidade, respeito à diversidade e solidariedade, dirigido à população empobrecida e excluída, para contribuir com a transformação da sociedade.

Nascido na Venezuela, no ano de1955, por iniciativa do padre jesuíta José Maria Vélaz, como uma entidade não governamental de solidariedade social, hoje o Movimento está presente em 20 países. O Fé e Alegria chegou ao Brasil em 9 de setembro de 1981.
 
O Movimento Fé e Alegria – que comemorou, em 2011, seus 30 anos de presença no Brasil – tem como motivação educar em plenitude e tornar as pessoas comprometidas com a construção de um mundo solidário e justo.

Ao longo desses 30 anos, a entidade modificou a vida de inúmeras crianças, adolescentes e jovens, nos mais de 50 centros educativos localizados nos 15 estados onde atua.

A ação educativa do Fé e Alegria Brasil insere-se na educação básica e profissional, incluindo a educação infantil, o ensino fundamental e o ensino médio, inclusive na modalidade de EJA (Educação de Jovens e Adultos), e a educação técnica. Há também atividades como teatro, dança, aulas de música e cultura regional.

Compromisso – “Olhando para a história do Fé e Alegria, surge o sentimento de gratidão profunda a Deus por tudo o que se realizou através dessa obra educativa nos diversos estados do Brasil” – afirma padre Carlos Fritzen, há 10 anos diretor nacional do movimento.

A contribuição da entidade também se dá dentro de um contexto de mudança do País. “O Fé e Alegria tem tido um papel muito forte como movimento, trabalhando com outras organizações e redes que fizeram esse esforço todo para que pudéssemos melhorar as políticas públicas no nosso Brasil, que contemplassem de forma mais efetiva aquelas populações que são menos atendidas pelas políticas públicas” – diz o padre.

Ao celebrar 30 anos de Brasil, o Fé e Alegria também vive uma experiência de revigoramento e aprofundamento de sua missão. “Não queremos só ampliar nosso trabalho, mas antes de tudo, queremos fazer bem e com dedicação” – garante o diretor.
 
Vidas transformadas – Maria Gonçalina é educadora do Fé e Alegria há um ano e oito meses, em Cuiabá (MT). Estudante de pedagogia, ela trabalha com crianças de 3 e 4 anos, durante oito horas diárias.

“A visão do Fé e Alegria é muito boa. Lá não há apenas a preocupação com a dimensão pedagógica, mas com o todo, seja na dimensão familiar, social ou espiritual” – destaca Maria.

Para a educadora, o mais marcante em seu trabalho é ver o desenvolvimento de uma criança. “No ano passado eu acompanhei crianças que quase não conversavam na sala de aula. No decorrer do processo, depois das atividades educativas, de muitas conversas e estando próxima delas, eu pude perceber o desenvolvimento dessas crianças” – relata.

Essa realidade é confirmada pela cabeleireira Alessandra Carvalho Paulo, que teve sua filha Amanda, hoje com 4 anos, entre os alunos da entidade em Cuiabá, dos 2 aos 3 anos de idade. A mãe conta que a garota era muito apegada a ela e tinha dificuldades de relacionamento. “Depois que minha filha foi para o Fé e Alegria, ela quis aprender a ler e escrever e começou a perder a timidez, principalmente em relação a outras crianças. Ela se desenvolveu muito” – conta.

Alessandra salientou que não apenas as crianças são beneficiadas pelo Fé e Alegria, mas também os pais. “Eles nos orientam em relação ao nosso relacionamento com os filhos. Meu comportamento com minha filha também mudou muito após a reuniões das quais participei”.

Mas a experiência do Fé e Alegria não marca só as vidas das pessoas atendidas e suas famílias. Os próprios educadores garantem colher muitos frutos nesse trabalho. “Às vezes, na faculdade, aprendemos como lidar com as pessoas. Mas, quando estamos na prática, descobrimos que não só ensinamos, mas também aprendemos com elas” – relata Maria.

Gratidão e retribuição – O jovem José Wilton Ferreira Vital, 25 anos, é um dos que passou pelo Fé e Alegria e depois voltou para colocar em prática aquilo que aprendeu na instituição. Natural do distrito de Vazantes, no município de Araçoiaba, aproximadamente 90 km de Fortaleza (CE), José conheceu a entidade quando tinha 17 anos.

“Tive contato pela primeira vez com o Fé e Alegria através do ‘Vazantes Vive’, um movimento voluntário implantado pelo padre Pedro Rubens. Esta obra tinha em vista resgatar o aspecto social e cultural da comunidade e seu entorno, através de aulas de flauta, teatro, pré-vestibular, dança. Eu fazia parte do grupo de teatro e era voluntário da biblioteca comunitária” – conta.

Entre as experiências vividas no movimento, José destaca a possibilidade de capacitação e formação. “Através da formação que eu recebi, hoje tenho uma profissão” – afirma o jovem, que dá aulas de teatro e maracatu para as crianças. Ele também estudou agroecologia, inglês e outros cursos possibilitados pelo movimento.

“Vejo que o Fé e Alegria foi idealizado no intuito de integrar os menos favorecidos ao mundo de possibilidades que outrora não conheciam” – afirma José, lembrando, ainda, que a realidade de Vazantes concretiza o que o fundador da obra sempre disse: “Onde termina o asfalto e a cidade muda de nome, começa Fé e Alegria”.




Fonte: Família Cristã 914 - Fev/2012
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Doenças autoimunes
Quando nosso sistema imunológico se desequilibra, entram em cena as doenças autoimunes
Você cuida bem da sua audição?
A saúde da nossa audição é também questão de bem-estar
Sinusite ou rinite?
Tanto a sinusite como a rinite são inflamações que afetam as mesmas regiões do corpo.
SAÚDE
A biotecnologia é uma ferramenta e, como tal, deve ser cuidadosamente examinada.
Curar com as mãos
Levar em consideração o corpo inteiro e tratar diretamente a causa do problema são as principais
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados