Plantas medicinais

Data de publicação: 26/08/2013


Pata-de-vaca


A pata-de-vaca (Bauhinia forticata) é uma árvore muito encontrada em todo o Brasil e no norte da Argentina, sendo também conhecida como bauínia, miroró, mororó, pata-de-burro ou unha-de-anta. Suas cascas, folhas, flores, lenho e raízes têm propriedades diuréticas e expectorantes. Particularmente a casca é indicada no tratamento contra a diabetes. O seu emprego é contraindicado para gestantes ou mulheres em período de lactação, que devem usar a planta somente sob orientação médica. É também contraindicada para pessoas com hipoglicemia.









Mostarda


São conhecidas duas espécies de mostarda: a branca (Brassica alba) e a preta (Brassica nigra). A utilizada na culinária é uma mistura das sementes trituradas desses dois tipos, sendo que ambas pertencem à mesma família da couve. As folhas da mostarda branca são muito ricas em vitamina C e possuem propriedades anticancerígenas. Em pequena quantidade, a mostarda serve para estimular a digestão. No entanto, deve ser evitada por quem sofre de úlcera e gastrite.













Cavalinha


Também conhecida como rabo-de-cavalo e cola-de-cavalo, a cavalinha (Equisetum arvense) foi introduzida no Brasil pelos europeus. Erva perene com raízes profundas e caules semelhantes aos da cana-de-açúcar, a cavalinha possui grande quantidade de tanino e ácido silício, além de saponinas, flavonóides e ácidos orgânicos que explicam suas propriedades medicinais. Ela é utilizada como diurética, cicatrizante e remineralizante, ajudando na consolidação de fraturas ósseas.












Gergelim


Natural da Índia, o gergelim (Sesamum indicum) é uma erva cuja cultura estende-se às regiões tropicais e subtropicais da América, além dos países da África e do Mediterrâneo. Uma vez secas, suas sementes servem tanto de medicamento como de alimento, sendo um ingrediente tradicional nas culinárias árabe e judaica. Essas sementes contêm grande quantidade de óleo com ingredientes ativos, como a sesamina e a lecitina, que agem como anti-inflamatórios e estimulantes do sistema circulatório, dos rins, da menstruação e da produção de leite para as mulheres lactantes. Também ajuda a combater o estresse, a perda de memória, a depressão nervosa, a irritabilidade ou o desequilíbrio nervoso, além de prevenir o infarto do miocárdio e a trombose arterial.




Fonte: Família Cristã 879 - Mar/2009
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Entradas e acompanhamentos
Quer um novo cardápio? O pepino, apesar de levar a fama de ser indigesto, podem ser uma boa opção.
Bolos de liquidificador
Não há quem não se renda ao cheirinho de um bolo caseiro sendo assado.
Caldos, sopas e consumês
Neste inverno, além dos cuidados com a pele, é importante se preocupar com a alimentação.
Conservas caseiras
Resgate o antigo hábito de fazer conservas caseiras. Além da economia, aproveitando os legumes.
Páscoa
Na Páscoa, é muito comum as famílias se reunirem para uma confraternização.
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados