Novo CD do Pe. Zezinho

Data de publicação: 07/10/2013



No último sábado, 5 de outubro, padre Zezinho, scj lançou o CD Fez a Paz acontecer – canções litúrgicas & celebrativas, no Auditório da Editora Paulinas, em São Paulo (SP). Foi a primeira vez que apareceu publicamente após o AVC ocorrido no ano passado.

“Agradeço a quem veio, embora eu não tenha condições de cantar e dar autógrafos por conta do que os médicos dizem, porque de vez em quando minha mão falha. Agradeço quem orou e ora por mim, espera que eu me recupere a ponto de voltar a dar shows, mas isso não vai acontecer mais, não é decisão minha, aos 72 anos é impossível, imprudente, trabalhar como eu trabalhei por 50 anos. Apostem nos novos, eles  estão chegando com toda a carga e entusiasmo e têm muito a dizer, mas eu aceitei vir para apresentar este CD que é o primeiro depois que eu perdi a voz e a fala, devo isso aos que apostaram em mim”, explicou ao recepcionar o público.

Sua presença e disposição trouxe grande alegria à plateia que acompanhou cada expressão de padre Zezinho que, ao apresentar dificuldade em algumas palavras, era prontamente auxiliado por todos, fechando sempre com um sincero “obrigado”. Padre Zezinho compôs todas as canções do CD e também assina a produção artística do álbum que conta com a participação do Grupo Cantores de Deus, Ir ao Povo e do Grupo Chamas.

“Vocês verão, através do que eu faço, um modo de repercutir da Igreja, este CD vai ser catequético, vocês podem ver pelas canções, pois tem teologia, sociologia, vai ser litúrgico e visual. Foi feito para ser dançado, para aqueles que trabalham com televisão, vídeo e teatro. Trata-se de um CD de participação, porque todos cantam comigo, trouxe vozes boas, é melódico e fácil de cantar, é a tentativa de fazer um trabalho que atinja todos ângulos da comunicação, pregar, aconselhar os jovens e os pais, motivar a catequese, presidir a Eucaristia, cantar e levar o povo a cantar”, diz.

Chegando ao fim do evento perguntaram ao padre Zezinho se ele, ao ver os novos artistas cantando suas músicas, não sentia vontade de cantá-las também, ele respondeu: “sinto vontade sim, mas eu sei do meu limite”.

Para ele o que falta ainda para música católica é estudo “quem quiser fazer música tem que estudar, porque a música ilustra a fé, se de cada 100 músicas, 95 são de louvor, nem todos os aspectos da fé estão sendo mostrados, por isso eu digo, façam música de doutrina também, os casais façam música para a família, sobre o amor, para casamento, música de igreja não precisa ser só de louvor, música de igreja deve ser sobre o sentimento do povo, devemos cantar a realidade do povo”.

Após responder as perguntas, padre Zezinho agradeceu a presença de todos, “não poderei dar autógrafos, mas darei meu olhar”.




Fonte: Família Cristã
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

100 anos de um massacre
Na Armênia, em 1915, o primeiro grande genocídio do século 20 vitimou 1,5 milhão de seres humanos
Edição 953, maio de 2015
Revista Família Cristã, edição de maio de 2015. Bendito o País que não mata nem prende suas crianças
O perigo mora em casa
Em 94% dos casos de agressão contra mulheres, o parceiro, o ex ou um familiar da vítima é o agressor
Bem viver
A história e atual situação dos indígenas Pankararu e Pataxó na Aldeia Cinta Vermelha Jundiba
A guerreira munduruku
A guerreira Munduruku defende o território de seu povo contra a construção da Hidrelétrica Tapajos
Início Anterior 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados