O lado bom da menopausa

Data de publicação: 19/03/2014

Juliana Borga

Mulheres que chegam à menopausa com boa autoestima lidam melhor com os sintomas físicos causados pelo desequilíbrio hormonal

Sim, é possível encarar a menopausa como algo positivo! Pesquisadores do mundo todo, inclusive do Brasil, acreditam que esta fase na vida da mulher pode ser encarada como algo bom e não apenas como um poço de dificuldades.

Calor repentino, inchaço, sudorese e dificuldade para dormir são sintomas do climatério, a fase que antecede a menopausa. Eles são os motivos que comprovam a negatividade em torno do assunto. “A mulher deixa de produzir óvulos e perde a capacidade de gerar filhos, isso demonstra que a velhice está próxima, o que assusta as mulheres” – explica a psicóloga e pesquisadora Olga Inês Tessari.

Em uma sociedade que cultua a juventude e a beleza, entrar na menopausa para muitas mulheres significa declinar, tornar-se velha. “Assim como deixamos de ser crianças para nos tornarmos adultos, a menopausa é um marco, uma fase da vida que não tem de ser ruim. Tudo depende da forma como a vida é encaminhada” – afirma Olga Tessari. Esta fase culmina com a independência dos filhos, que já estão crescidos e criados, não exigindo mais os cuidados maternos.

Aspectos benéficos – Para a psicóloga, há uma confusão entre a menopausa e as mudanças ocorridas nessa etapa da vida: “Muitas mulheres não veem que o problema não está na menopausa, mas no fato de elas terem se anulado em função dos filhos. Agora eles são adultos, estão se casando e saindo de casa, já não precisam de tanta dedicação” – completa Olga.

Uma pesquisa realizada pela Universidade de Copenhague, na Dinamarca, revelou aspectos positivos desta fase da vida feminina. Após questionar quase 400 mulheres de meia-idade, o estudo afirmou que aproximadamente metade delas considerou a menopausa benéfica. Os motivos apontados por elas são bem-estar, alívio por não terem mais que lidar com a menstruação, maiores possibilidades de crescimento pessoal e liberdade para se concentrarem nas próprias vidas.

Para evitar entrar em crise na menopausa, é preciso dedicar momentos para cuidar de si mesma ao longo da vida. Realizar desejos, fazer algo que dê prazer, manter um hobby. Mulheres que chegam à menopausa com boa autoestima passam por esta fase de forma tranquila e lidam melhor com os sintomas físicos causados pelo desequilíbrio hormonal. É o momento propício para fazer uma análise da sua vida, refletir e buscar o autoconhecimento, aproveitar as horas de lazer, sozinha ou ao lado do marido.

Orientação médica

Mantenha-se bem informada sobre a menopausa, consulte seu médico e peça orientações. Ficar por dentro do assunto ajuda a lidar melhor com os sintomas físicos e emocionais desta etapa da vida.

Quando começa o climatério?
Em geral entre 48 e 55 anos. Em algumas mulheres, a menstruação simplesmente desaparece. Em outras, há o encurtamento ou o alongamento dos ciclos menstruais. Podem surgir também períodos sem menstruação antes do desaparecimento definitivo.

Existe tratamento?
Em alguns casos é indicada a TRH (Terapia de Reposição Hormonal). Tudo depende dos sintomas de cada mulher e da qualidade de vida que ela mantém.

A reposição hormonal engorda?
Depende. Estudos nunca comprovaram que a TRH esteja ligada ao aumento de peso, a não ser em mulheres que possuem tendência a engordar. A reposição hormonal visa a melhorar os sintomas da menopausa, ela previne a osteoporose, melhora a vida sexual e protege contra o câncer de cólon.

O que é a menopausa precoce?
É quando os ovários param de funcionar em mulheres com menos de 40 anos. As causas ainda são desconhecidas, mas essas mulheres devem fazer reposição hormonal.

Com o tempo, as ondas de calor vão acabar?
De acordo com recentes estudos, as ondas de calor ocorrem em mais de 50% das mulheres que entram na menopausa e sua frequência diminui para 30% das mulheres após três anos de menopausa. Apesar disso, os sintomas podem persistir em 16% das mulheres acima dos 60 anos de idade.

A menopausa causa doenças?

A osteoporose é um problema que surge nesta fase. Ela torna os ossos mais porosos e frágeis, por causa da perda de hormônios femininos. Para combatê-la, coma vegetais verde-escuros, bem como espinafre e brócolis, e tome mais leite e derivados, que contêm cálcio.




Fonte: Família Cristã 903 - Mar/2011
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Um gigante no sertão
Estátua dedicada a padre Cícero, em Juazeiro do Norte (CE), completa meio
Um olhar que viu
Tatiana Belinky, nome importante no mundo da literatura no Brasil, celebra centenário de nascimento.
Marco Frisina no Brasil
O Brasil recebeu a visita do Monsenhor Marco Frisina, compositor e Maestro de música Sacra
Os doze profetas que encantam
As esculturas de Aleijadinho, em Congonhas do Campo (MG), fazem parte do maior museu a céu aberto
Arte e natureza
Visitantes têm experiências múltiplas em um dos maiores centros de arte contemporânea a céu aberto do mundo
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados