Evangelho na Comunidade

Data de publicação: 18/06/2014


Cônego Celso Pedro da Silva*
Arte: Sergio Ricciuto Conte

22 de junho de 2014
12º Domingo do Tempo Comum


Jr 20,10-13 – Ele salvou das mãos dos malvados a vida do pobre.
Sl 68 (69) – Senhor, ouvi-me, pois suave é vossa graça.
Rm 5,12-15 – O dom ultrapassou o delito.
Mt 10,26-33 – Não tenhais medo daqueles que matam o corpo.

Não tenham medo. Tudo será revelado, tudo será conhecido. O evangelista está falando do anúncio da Palavra, que será feito. A proclamação do Reino, a pregação da Palavra, o anúncio de Jesus encontram obstáculos. Há quem não queira ouvir, há quem fará aberta oposição. A verdade será distorcida por interesses mesquinhos. O poder manterá a corrupção. No entanto, o semeador continuou a semear até encontrar o terreno favorável. Não parou nem desistiu diante da oposição do terreno pedregoso nem das ervas daninhas ou dos pássaros famintos. Continuou semeando, e a terra boa deu o seu fruto.

Mas não é fácil. O que é fácil? Jeremias, o profeta, foi ofendido e ameaçado. Até mesmo seus amigos se distanciaram. Vamos desistir, Jeremias? Vamos! É a primeira vontade. Chega, chega de luta, vamos descansar, é sempre a mesma coisa, trabalha-se em vão, não sei se vale a pena! Só me resta rezar com o Salmista pedindo a proteção de Deus por quem sofri perseguições e exclusões. Jesus mesmo, porém, me diz para não ter medo, que meu valor é grande, que ele estará ao meu lado se eu me declarar a seu favor. Vamos então nos animar, subir ao telhado e proclamar a todo mundo o que o Senhor nos diz ao coração! O que vamos anunciar? Antes de mais nada, que, embora o pecado tenha entrado no mundo, o dom gratuito concedido por meio de Jesus Cristo foi derramado em abundância sobre todos. Em outras palavras, vamos dizer que tudo pode ser diferente, se quisermos, porque Deus quer; que o pecado não pode ser imputado se vivermos na criatividade do Espírito e não na imobilidade da lei. O preguiçoso vive a imobilidade da lei. Assim não precisa pensar nem se adaptar às situações concretas da vida humana.

Em Pentecostes, eles falaram em outras línguas e todos os entenderam em sua própria língua. Na comunicação, você fala, mas é preciso considerar o que o outro entende. Continuamos “trinitários”, atentos à relação. Não basta, pois, não ter medo e manter o entusiasmo na obra de Jesus Cristo. A implantação do Reino, que sofre oposições, supõe sabedoria, prudência, inteligência. As velhas questões metodológicas “o que, quem, como, quando, com que recursos” não podem ser abandonadas sob pena de não se chegar a nada. A realidade clarificada por análises corretas leva a ações eficazes. “Ver, julgar e agir” evitam improvisações. Mas, no centro de toda a preocupação pastoral do comunicador da mensagem permanece a pessoa do interlocutor. Quem é ele, que realidade o envolve, como vê o mundo, como vê, ouve, percebe, sente, saboreia? Muito interessante aquele cristão que não quis explicar o cristianismo ao seu amigo não cristão, mas pediu que antes ele estudasse a fundo a religião de sua família, os valores de seus livros sagrados, o modo de vida de seus líderes.

Não bastam a coragem e o entusiasmo. Confiamos na providência e agimos com inteligência. Há obstáculos externos e há também os internos. A Igreja mesma pode cultivar elementos que se tornam obstáculo ao anúncio do Evangelho. O texto diz uma coisa, e a vida anuncia outra. O testemunho de vida acontece na presença silenciosa e honesta, que não quer conquistar para dominar. Quem se sentir amado deixará de ser opositor. Ficaremos felizes se quiserem cantar conosco os louvores de Deus, e ficaremos igualmente felizes com a felicidade de quem descobriu o Amor.

*Sacerdote e professor de Sagrada Escritura




Fonte: Família Cristã 941 Maio 2014
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Doença celíaca
Doença do intestino delgado, autoimune, crônica, causada por uma reação ao glúten
TOD à luz da escuta de Baco
Transtorno Opositivo Desafiador, conheça esta doença
Doenças autoimunes
Quando nosso sistema imunológico se desequilibra, entram em cena as doenças autoimunes
Você cuida bem da sua audição?
A saúde da nossa audição é também questão de bem-estar
Sinusite ou rinite?
Tanto a sinusite como a rinite são inflamações que afetam as mesmas regiões do corpo.
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados