Juventude eucarística

Data de publicação: 01/08/2014

Reginaldo Carreira

 

É motivo de esperança, alegria e fé, vermos homens e mulheres, na plenitude de sua juventude, direcionando suas forças e sua atenção para estar com Jesus Cristo

 

 

“Vamos à Missa?” – é o convite do filho à sua mãe; e ela responde: “Hoje não! Mas reza por mim lá, hein!?” Sim! Os tempos mudaram. Nem sempre vem dos pais o costumeiro convite para que seus filhos participem da vida da Igreja e, assim, alimentem sua espiritualidade, e cresçam na fé. Não se pode generalizar, mas assim como muitos pais e mães entendem a educação dos filhos como responsabilidade apenas da escola, também muitos entendem a catequese e a educação na fé, como responsabilidade única da Igreja. E, se temos que cobrar algo, “que seja dos outros e não de nós”, diz o acomodado. Calma! Há casos e casos, eu sei. Mas há de se repetir que a família é a Igreja doméstica, e é lá que se aprendem os primeiros passos na fé, especialmente pelo exemplo! E, por falar em exemplo, preciso elogiar aqui o exemplo de fé e vida cristã que temos visto entre os jovens que se preparam para vivenciar a Jornada Mundial da Juventude (JMJ). Numa sociedade cada vez mais hedonista, consumista e imediatista, mesmo que às vezes não contem com o exemplo dos pais, os jovens têm assumido seu papel de protagonistas da evangelização e profetas do nosso tempo. E o verdadeiro profeta sabe que precisa ter intimidade com o Senhor, e busca esta intimidade na oração e na adoração.

 

Amor à Jesus Eucarístico − Continuando a proposta de ajudar na preparação espiritual dos jovens para a Jornada Mundial da Juventude, quero chamar a atenção para um dos aspectos marcantes na programação desse tipo de encontro, e também dos jovens que se preparam para a JMJ: o amor à Jesus Eucarístico. Tem acontecido uma infinidade de celebrações eucarísticas e vigílias de Adoração ao Santíssimo Sacramento antes desse evento, em diversas partes do mundo, mas especialmente no Brasil, por ser a sede do encontro. A própria JMJ é um evento fundamentalmente eucarístico, que se inicia e se encerra com a Santa Missa, e tem um momento forte e especial de Vigília de Adoração ao Santíssimo Sacramento.

É motivo de esperança, alegria e fé, vermos homens e mulheres, na plenitude de sua juventude, direcionando suas forças e sua atenção para estar com Jesus, em seu Corpo, Sangue, Alma e Divindade, num mundo que questiona constantemente a fé e zomba daquele que crê.

E, se posso me comover e alegrar quando vejo a juventude em adoração ao Cristo vivo na Eucaristia (cf. Jo 6), imagino quanta alegria tem o Coração Sagrado e Chagado de Jesus ao também contemplar com amor os filhos que o contemplam. Se posso exultar de alegria quando a juventude comunga o Corpo e o Sangue do Senhor na celebração eucarística, quanto mais alegria não terá o Senhor Jesus ao ouvir nosso amém e poder fazer morada em nós! Mais ainda se esta comunhão for tão bem vivida, que reconheçamos no próximo o Sacrário vivo onde habita Deus, e o amemos com a dignidade que merece.

Que se levante e se firme cada vez mais uma juventude eucarística, capaz de comungar do Corpo de Cristo e comungar da vida do irmão, adorar e celebrar a Eucaristia com tal consciência deste momento, que aconteça uma resposta natural ao que o lema da JMJ Rio 2013 nos pede: “Ide e fazei discípulos entre todas as nações!” (cf. Mt 28,19).

           

Destaque:

 

É motivo de esperança, alegria e fé, vermos homens e mulheres, na plenitude de sua juventude, direcionando suas forças e sua atenção para estar com Jesus Cristo

 





Fonte: FC edição 930
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Música transforma
A música e suas influências na saúde mental, física, emocional e comportamental
Jovens nem-nem
Jovens na faixa etária dos 15 a 29 anos que nem trabalham nem estudam.
Das ondas ao altar
Se pregava, era de todo coração; se surfava, era para encarar as maiores ondas.
Somos peregrinos
A Jornada Mundial da Juventude, realizada na cidade do Panamá, país da América Central
Um chamado que faz chamar!
Um chamado que muitas vezes é questionado e rejeitado por um bom tempo, até que se percebe como o profeta Jeremias, que é uma luta desigual
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados