Ano A - 16 de novembro

Data de publicação: 14/11/2014

Cônego Celso Pedro da Silva
Arte: Sergio Ricciuto Conte

Ano A -16 de novembro de 2014
33º Domingo do Tempo Comum

Pr 31,10-13.19-20.30-31 − A mulher de valor.
Sl 127 (128) − Felizes os que temem o Senhor.
1Ts 5,1-6 − Que esse dia não vos surpreenda.
Mt 25,14-30 − Ele lhes confiou os seus bens.

Nem todas as mulheres gostam de ouvir a passagem do Livro dos Provérbios que fala da mulher forte, por entenderem que o Livro diz o que elas não fazem, e, por essa razão, pedem leitura semelhante para os homens. De fato, o texto elogia a mulher enquanto tal, a de ontem e a de hoje. O elogio é que importa. Aí está a mulher talentosa, que permanece de pé, tantas vezes sustentando de um lado os filhos e de outro o marido. Tal mulher forte, quem a encontrará? A pergunta não diz que não se encontra. Diz sim que, quando encontrada, estamos diante da mulher que é mulher, e não se engana com falsos encantos. Ela tem talento, e seu talento se vê por onde passa e onde põe as mãos.

Todos temos talentos. O mais ou o menos dependem da cultura que nos envolve e das circunstâncias. Dizia uma senhora no fim da vida que fez o que pôde, embora quisesse ter feito mais, e só não o fez porque não pôde. E por que não pôde? Faltaram os recursos, faltaram oportunidades, faltou compreensão, faltou colaboração e, às vezes, também a saúde. Só não faltou a vontade. Outro tentou mudar as circunstâncias por não serem elas favoráveis a ninguém. Não conseguiu, mas não morreu frustrado. Não conseguiu mudar as circunstâncias que, por sua vez, não conseguiram mudá-lo. Vontade não faltou de ambos os lados.

O Dia do Senhor virá como ladrão, de noite. Quando as pessoas disserem: “Paz e segurança”, então, de repente sobrevirá a destruição. Assim é a nossa existência. Agora sim, temos paz, agora sim estamos seguros, e, de repente, tudo se desfaz. Olhando para o fim dos tempos, quando prestaremos conta dos talentos recebidos, somos instigados a vigiar, a nos manter sóbrios e acordados, e a produzir.

O verbo produzir pode nos levar rapidamente ao verbo lucrar, e pensarmos na importância da boa administração dos bens deste mundo para haver prosperidade. Então poderemos dizer “paz e segurança”. A parábola usa a imagem do dinheiro e do lucro bancário para significar produtividade. Destaca-se, porém, aquele que não produziu nada. Surgem aqui as duas faces da mesma moeda. Podia ter produzido. Teria aumentado a riqueza desonesta do patrão e conquistado a sua amizade. Ele não produziu, infelizmente por medo. Podia não produzir para se opor com firmeza, não com medo, é desonestidade do patrão. Sofreu as consequências de um servo inútil. O talento era pouco, e o patrão era mau, por isso fiquei com medo. A desonestidade do patrão não é argumento para que eu não produza nada. A denúncia requer ação.

A mulher dos Provérbios nos encaminha para o serviço. Temos talentos para servir, cada um dentro de sua medida. O mal do mundo e as dificuldades da vida não podem servir de desculpa para a inutilidade e a mediocridade. Se lhe fecham a porta, abra a janela. Não medimos as pessoas simplesmente pelo que produzem, sabendo que nem tudo depende do nosso querer. Não querer produzir nada e encostar-se no barranco pode significar um grito, não de protesto, e sim de socorro. Não há ninguém com talento para ajudar este inútil a ver, a mover-se, a acordar, a curar-se? O talentoso não julga pela aparência. Ele vê em profundidade e pode ver os vermes que corroem o corpo de quem parece inútil.

Leituras e Salmos
17 a 22 de novembro

2ªf.: Ap 1,1-4; 2,1-5a; Sl 1; Lc 18,35-43.
3ªf.: Ap 3,1-6.14-22; Sl 14 (15); Lc 19,1-10.
4ªf.: Ap 4,1-11; Sl 150; Lc 19,11-28.
5ªf.: Ap 5,1-10; Sl 149; Lc 19,41-44.
6ªf.: Zc 2,14-17; Cânt.: Lc 1,46-55; Mt 12,46-50.
Sáb.: Ap 11,4-12; Sl 143 (144); Lc 20,27-40.




Fonte: Família Cristã 946 - Out/2014
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Doenças autoimunes
Quando nosso sistema imunológico se desequilibra, entram em cena as doenças autoimunes
Você cuida bem da sua audição?
A saúde da nossa audição é também questão de bem-estar
Sinusite ou rinite?
Tanto a sinusite como a rinite são inflamações que afetam as mesmas regiões do corpo.
SAÚDE
A biotecnologia é uma ferramenta e, como tal, deve ser cuidadosamente examinada.
Curar com as mãos
Levar em consideração o corpo inteiro e tratar diretamente a causa do problema são as principais
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados