Celebrar o Natal

Data de publicação: 23/12/2014


Em família, vamos celebrar o nascimento de Jesus Cristo, o sol nascente que vem de Deus para iluminar todos os que estão nas trevas

Preparar o ambiente

Providenciar uma vela grande para colocar no centro e uma também para cada membro da família ou da comunidade.

Chegada

Convidar toda a família ou comunidade a se reunir ao redor da mesa ou do presépio para iniciar a noite de Natal, com um encontro com o grande festejado: Jesus Cristo.

L1
(Apagam-se todas as luzes da casa.) No Natal, celebramos a humanidade do nosso Deus. Lembramos o nascimento de Jesus Cristo em Belém, adoramos o Verbo que se fez carne e habitou entre nós (cf. Jo 1,14). Peçamos ao Senhor a graça de sermos cada vez mais humanos, como Jesus Cristo, para que o Divino em nós habite.

L2
(Uma pessoa acende a vela maior.) Bendito sejas, Deus das promessas, porque iluminas as nossas vidas com a luz de Jesus Cristo, seu Filho, a quem celebramos com toda a ternura do coração.

Todos
Amém!

Abertura

L1
Vem, ó Deus da Vida, vem nos ajudar!

Todos
Vem, não demores mais, vem nos libertar!

L2
Venham, ó nações, ao Senhor cantar!

Todos
Ao Deus do universo venham festejar!

L1
Teu poder, ó Deus, vem nos revelar!

Todos
Por teu amor vem agora nos libertar!

L2
Em pé, vigilantes, juntos na oração.

Todos
Vamos ao seu encontro, lâmpadas nas mãos!

L1
Glória ao Pai e ao Filho e ao Santo Espírito!

Todos
Glória à Trindade Santa, glória ao Deus Bendito!

L2
Aleluia, irmãs, aleluia, irmãos!

Todos
Nosso Senhor vem vindo, a Deus louvação!


Recordação da vida

L1
Neste momento, vamos trazer presentes em nossa oração e agradecer a Deus todas as coisas boas que aconteceram em nossa vida no decorrer deste ano. (Cada pessoa agradece a Deus e acende sua vela, na vela maior.)

Todos
(Cada duas ou três pessoas que agradecem, reza-se ou canta este refrão). Ó luz do Senhor, que vem sobre a terra, inunda meu ser, permanece em nós.

Salmo 97 (98)

L2
Rezemos com alegria ao Senhor pela salvação que nos deu em Jesus Cristo e por sua justiça vitoriosa. (Rezar em dois grupos.)

G1
Entoai ao Senhor novo canto, pois prodígios foi Ele quem fez. Sua mão e o seu braço santo, salvação nos trouxeram de vez.

Todos
Então os povos viram, foi Deus que nos salvou. Por isso, ó terra inteira, cantai o seu louvor.

G2
Salvação o Senhor manifesta, sua justiça às nações demonstrou. Recordando sua fidelidade, pelo povo seu grande amor.

Todos
Então os povos viram, foi Deus que nos salvou. Por isso, ó terra inteira, cantai o seu louvor.

G1
Ante a face de Deus alegrai-vos, Ele vem para nos governar, guiará com justiça os povos, as nações no direito e na paz.

Todos
Então os povos viram, foi Deus que nos salvou. Por isso, ó terra inteira, cantai o seu louvor.

G2
Glória a Deus, no universo presente, no louvor dos povos também, e que desça a paz sobre a terra, desde agora e para sempre. Amém!

Todos
Então os povos viram, foi Deus que nos salvou. Por isso, ó terra inteira, cantai o seu louvor.

Oração

Todos
Ó Deus, que enviaste seu Filho Jesus para ser presença de amor em nossa vida, Deus-conosco, Emanuel. Escuta as preces destes teus filhos e filhas em oração. Restaura-nos no seu amor, manifesta a sua misericórdia e dá-nos a sua salvação. Por Cristo, nosso Senhor. Amém!

Evangelho (Lc 2,1-20)

“Naqueles dias, o imperador Augusto publicou um decreto, ordenando o recenseamento em todo o império. Esse primeiro recenseamento foi feito quando Quirino era governador da Síria. Todos iam se registrar, cada um na sua cidade natal. José era da família e descendência de Davi. Subiu da cidade de Nazaré, na Galileia, até à cidade de Davi, chamada Belém, na Judeia, para registrar-se com Maria, sua esposa,  que estava grávida. Enquanto estavam em Belém, completaram-se os dias para o parto, e Maria deu à luz o seu filho primogênito. Ela o enfaixou e o colocou na manjedoura, pois não havia lugar para eles dentro da casa.

Naquela região havia pastores que passavam a noite nos campos, tomando conta do rebanho. Um anjo do Senhor apareceu aos pastores; a glória do Senhor os envolveu em luz, e eles ficaram com muito medo. Mas o anjo disse aos pastores: ‘Não tenham medo! Eu anuncio para vocês a Boa Notícia, que será uma grande alegria para todo o povo: hoje, na cidade de Davi, nasceu para vocês um Salvador, que é o Messias, o Senhor. Isto lhes servirá de sinal: vocês encontrarão um recém-nascido, envolto em faixas e deitado na manjedoura’. De repente, juntou-se ao anjo uma grande multidão de anjos. Cantavam louvores a Deus, dizendo: ‘Glória a Deus no mais alto dos céus, e paz na terra aos homens por ele amados’.

Quando os anjos se afastaram, voltando para o céu, os pastores combinaram entre si: ‘Vamos a Belém ver esse acontecimento que o Senhor nos revelou’. Foram então, às pressas, e encontraram Maria e José, e o recém-nascido deitado na manjedoura. Tendo-o visto, contaram o que o anjo lhes anunciara sobre o menino. E, todos os que ouviam os pastores, ficaram maravilhados com aquilo que contavam. Maria, porém, conservava todos esses fatos, e meditava sobre eles em seu coração. Os pastores voltaram, glorificando e louvando a Deus por tudo o que haviam visto e ouvido, conforme o anjo lhes tinha anunciado.”

Meditação

(Silêncio, partilha, reflexão.)

Preces

L2
Alegres com a vinda e a manifestação do Senhor Jesus, cantemos nesta noite os seus louvores.

1.
Com Maria que deu à luz e com José, seu esposo, nós o louvamos Senhor.

Todos
Glória a Deus no mais alto dos céus.

2.
Com os anjos que anunciaram o seu nascimento e com os pastores que foram depressa procurar-lhe, nós o louvamos Senhor.

Todos
Glória a Deus no mais alto dos céus.

3.
Com os magos do Oriente, que seguiram a estrela para adorá-lo, nós o louvamos, Senhor.

Todos
Glória a Deus no mais alto dos céus.

(Neste momento, colocam-se as velas junto à vela maior.)

Pai nosso...

Oremos

L1
Ó Deus, com amor de mãe criou o homem e a mulher de maneira maravilhosa. Mais maravilhosamente ainda os renovou pela vinda de Jesus. Olha para nós, que celebramos o Natal do seu Filho. Faze-nos participar do seu Reino, assim como Ele veio participar conosco de nossa vida humana. Por Cristo, nosso Senhor. Amém!

L2
Que a paz de Deus que supera toda a compreensão guarde nossos corações e nossos pensamentos em Cristo Jesus nosso Senhor, agora e para sempre. Amém

Canto

Noite feliz, noite feliz. / Ó senhor, Deus de amor. / Pobrezinho nasceu em Belém. / Eis na lapa Jesus, nosso bem. / Dorme em paz, ó Jesus. / Dorme em paz, ó Jesus.

Ofícios do ciclo de Natal




Fonte: Família Cristã 936 - Dez/2013
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Reações e ações na enfermidade
É a luz do sentido e da esperança que chegam,no caminho da vida,sem a qual tudo tem sabor de absurdo
O sentido pascal da vida
A dinâmica pascal da vida faz parte fundamental de nossa proclamação da fé cristã.
Sacramento da penitência
Tudo começa pela consciência que os cristãos tinham de terem sido salvos e reconciliados.
Liturgia da Palavra
31 de Dezembro de 2017 - Sagrada Família Jesus, Maria e José, Ano B, Reflexão da Liturgia.
Liturgia da Palavra
25 de Dezembro de 2017 - Natal de Nosso Senhor Jesus Cristo, Ano B, Reflexão da Liturgia.
Início Anterior 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados