Sagrada Família

Data de publicação: 26/12/2014

Cônego Celso Pedro da Silva - celsopedro@uol.com.br
Arte: Sergio Ricciuto Conte - www.sergioricciutoconte.com.br


Ano B – 28 de dezembro de 2014

Sagrada Família

Gn 15,1-6; 21,1-3 – Eu sou teu escudo protetor.
Sl 104 (105) – O Senhor é nosso Deus.
Hb 11,8. 11-12.17-19 – Deus tem poder.
Lc 2,22-40 – A graça de Deus estava com ele.

O Sínodo dos Bispos sobre a família, realizado em outubro último, reafirma a importância da família para a sociedade humana e para a Igreja. Os padres sinodais trataram com amor e muita consideração tudo o que diz respeito à família e aos problemas contemporâneos que a atingem. A Sagrada Família, Jesus, Maria e José, aparece já nas respostas dadas pelos diversos países em preparação ao Sínodo como o modelo da família humana e cristã.

O tempo litúrgico do Natal celebra o nascimento do Menino Deus no seio de uma família humana. Sendo ao mesmo tempo Deus e homem, o Menino quis nascer no seio de uma família. Sua Mãe, agraciada com o título de Mãe de Deus, foi escolhida entre todas as mulheres para dar à luz o Messias de Israel. São José também foi escolhido para completar a feição humana da família. Embora não tenha gerado o Menino, recebe o título de verdadeiro pai na Sagrada Família pela função que Deus lhe atribuiu. Será olhando para José que o Menino formará em sua mente a imagem de pai, com a qual, enquanto homem, se dirigirá ao Pai do céu.

Maria e José já estavam comprometidos antes da anunciação. Isto significa que haviam se encontrado, que pretendiam se casar. Pode ser que, segundo a tradição oriental, o casamento tivesse sido arranjado pelas famílias. De qualquer forma, José é conhecido como um homem justo, e Maria será cumprimentada como a cheia de graça. Estamos, pois, diante de duas pessoas de valor que pretendem constituir família. Nessa família nasce o Menino Jesus. As crianças nascem do relacionamento de um homem e de uma mulher e se desenvolvem nesse relacionamento. Quando o relacionamento é positivo, as crianças têm chance de se desenvolverem de forma harmoniosa.

Em termos religiosos, a criança crescerá na fé de seu batismo vendo a fé praticada por seus pais. Sabemos das dificuldades existentes, seja na sociedade, seja na Igreja, pelas deficiências do ambiente familiar. Coroinhas não perseveram, e as crianças desaparecem depois da Primeira Comunhão pela ausência religiosa dos pais em suas vidas. A mãe disse ao filho “Você vem comigo à Missa” e o filho respondeu “Mas o meu pai nunca vem junto”. E a mãe: “Teu pai é filho da tua avó. Filho meu é você. Você vem comigo”. Na nossa sociedade, os pais homens costumam ser muito ausentes na formação da família. Para a reunião dos pais para a Primeira Eucaristia, só vêm as mães.

Deus tem seus caminhos e sua liberdade e faz surgir vocações cristãs de valor, e até vocações sacerdotais e religiosas, em ambientes não tão favoráveis. O normal, porém, é que uma vida de fé se desenvolva num ambiente de fé, e uma vida de cidadania honesta cresça num ambiente honesto. Onde há gente há dificuldades, hoje e ontem. Um tijolo fica quieto ao lado de outro, o ser humano, não. Um tijolo não se lapida, um diamante bruto sim. A vida é feita de altos e baixos, ora rimos, ora choramos e seguimos em frente. O bom e o necessário que não pode faltar é encontrar mãos que se dão, braços que se abraçam e se apoiam. Daí a preocupação da Igreja com uma eficaz Pastoral Familiar e o louvor e agradecimento a todos os movimentos de família que tanto bem prestam à Igreja e à sociedade. É bom sentir-se amado e ter com quem falar, é bom sentir o colo do pai e da mãe, assim como é bom sentir a presença agradecida dos filhos na hora da precisão.

Leituras e Salmos (29 de DEZEMBRO a 3 de JANEIRO)
2ªf.: 1Jo 2,3-11; Sl 95 (96); Lc 2,22-35.
3ªf.: 1Jo 2,12-17; Sl 95 (96); Lc 2,36-40.
4ªf.: 1Jo 2,18-21; Sl 95 (96); Jo 1,1-18.
5ªf.: Nm 6,22-27; Sl 66 (67); Gl 4,4-7; Lc 2,16-21.
6ªf.: 1Jo 2,22-28; Sl 97 (98); Jo 1,19-28.
Sáb.: 1Jo 2,29 – 3,6; Sl 97 (98); Jo 1,19-34.





Fonte: Familia Crista ed. 947
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Lúpus, no que consiste
Um distúrbio crônico que faz o sistema imunológico produzir anticorpos em excesso
Doenças autoimunes
Quando nosso sistema imunológico se desequilibra, entram em cena as doenças autoimunes
Você cuida bem da sua audição?
A saúde da nossa audição é também questão de bem-estar
Sinusite ou rinite?
Tanto a sinusite como a rinite são inflamações que afetam as mesmas regiões do corpo.
SAÚDE
A biotecnologia é uma ferramenta e, como tal, deve ser cuidadosamente examinada.
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados