Sagrada Família

Data de publicação: 26/12/2014

Cônego Celso Pedro da Silva - celsopedro@uol.com.br
Arte: Sergio Ricciuto Conte - www.sergioricciutoconte.com.br


Ano B – 28 de dezembro de 2014

Sagrada Família

Gn 15,1-6; 21,1-3 – Eu sou teu escudo protetor.
Sl 104 (105) – O Senhor é nosso Deus.
Hb 11,8. 11-12.17-19 – Deus tem poder.
Lc 2,22-40 – A graça de Deus estava com ele.

O Sínodo dos Bispos sobre a família, realizado em outubro último, reafirma a importância da família para a sociedade humana e para a Igreja. Os padres sinodais trataram com amor e muita consideração tudo o que diz respeito à família e aos problemas contemporâneos que a atingem. A Sagrada Família, Jesus, Maria e José, aparece já nas respostas dadas pelos diversos países em preparação ao Sínodo como o modelo da família humana e cristã.

O tempo litúrgico do Natal celebra o nascimento do Menino Deus no seio de uma família humana. Sendo ao mesmo tempo Deus e homem, o Menino quis nascer no seio de uma família. Sua Mãe, agraciada com o título de Mãe de Deus, foi escolhida entre todas as mulheres para dar à luz o Messias de Israel. São José também foi escolhido para completar a feição humana da família. Embora não tenha gerado o Menino, recebe o título de verdadeiro pai na Sagrada Família pela função que Deus lhe atribuiu. Será olhando para José que o Menino formará em sua mente a imagem de pai, com a qual, enquanto homem, se dirigirá ao Pai do céu.

Maria e José já estavam comprometidos antes da anunciação. Isto significa que haviam se encontrado, que pretendiam se casar. Pode ser que, segundo a tradição oriental, o casamento tivesse sido arranjado pelas famílias. De qualquer forma, José é conhecido como um homem justo, e Maria será cumprimentada como a cheia de graça. Estamos, pois, diante de duas pessoas de valor que pretendem constituir família. Nessa família nasce o Menino Jesus. As crianças nascem do relacionamento de um homem e de uma mulher e se desenvolvem nesse relacionamento. Quando o relacionamento é positivo, as crianças têm chance de se desenvolverem de forma harmoniosa.

Em termos religiosos, a criança crescerá na fé de seu batismo vendo a fé praticada por seus pais. Sabemos das dificuldades existentes, seja na sociedade, seja na Igreja, pelas deficiências do ambiente familiar. Coroinhas não perseveram, e as crianças desaparecem depois da Primeira Comunhão pela ausência religiosa dos pais em suas vidas. A mãe disse ao filho “Você vem comigo à Missa” e o filho respondeu “Mas o meu pai nunca vem junto”. E a mãe: “Teu pai é filho da tua avó. Filho meu é você. Você vem comigo”. Na nossa sociedade, os pais homens costumam ser muito ausentes na formação da família. Para a reunião dos pais para a Primeira Eucaristia, só vêm as mães.

Deus tem seus caminhos e sua liberdade e faz surgir vocações cristãs de valor, e até vocações sacerdotais e religiosas, em ambientes não tão favoráveis. O normal, porém, é que uma vida de fé se desenvolva num ambiente de fé, e uma vida de cidadania honesta cresça num ambiente honesto. Onde há gente há dificuldades, hoje e ontem. Um tijolo fica quieto ao lado de outro, o ser humano, não. Um tijolo não se lapida, um diamante bruto sim. A vida é feita de altos e baixos, ora rimos, ora choramos e seguimos em frente. O bom e o necessário que não pode faltar é encontrar mãos que se dão, braços que se abraçam e se apoiam. Daí a preocupação da Igreja com uma eficaz Pastoral Familiar e o louvor e agradecimento a todos os movimentos de família que tanto bem prestam à Igreja e à sociedade. É bom sentir-se amado e ter com quem falar, é bom sentir o colo do pai e da mãe, assim como é bom sentir a presença agradecida dos filhos na hora da precisão.

Leituras e Salmos (29 de DEZEMBRO a 3 de JANEIRO)
2ªf.: 1Jo 2,3-11; Sl 95 (96); Lc 2,22-35.
3ªf.: 1Jo 2,12-17; Sl 95 (96); Lc 2,36-40.
4ªf.: 1Jo 2,18-21; Sl 95 (96); Jo 1,1-18.
5ªf.: Nm 6,22-27; Sl 66 (67); Gl 4,4-7; Lc 2,16-21.
6ªf.: 1Jo 2,22-28; Sl 97 (98); Jo 1,19-28.
Sáb.: 1Jo 2,29 – 3,6; Sl 97 (98); Jo 1,19-34.





Fonte: Familia Crista ed. 947
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Doença celíaca
Doença do intestino delgado, autoimune, crônica, causada por uma reação ao glúten
TOD à luz da escuta de Baco
Transtorno Opositivo Desafiador, conheça esta doença
Doenças autoimunes
Quando nosso sistema imunológico se desequilibra, entram em cena as doenças autoimunes
Você cuida bem da sua audição?
A saúde da nossa audição é também questão de bem-estar
Sinusite ou rinite?
Tanto a sinusite como a rinite são inflamações que afetam as mesmas regiões do corpo.
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados