Saúde e Igreja

Data de publicação: 10/03/2015


Saúde e Igreja, avanços importantes! Muitas novidades ocorreram em termos de Igreja Universal no âmbito da Pastoral da Saúde ao longo das últimas três décadas

Léo Pessini


Avanços importantes! Muitas novidades ocorreram em termos de Igreja Universal no âmbito da Pastoral da Saúde ao longo dessas três décadas. O papa João Paulo II dedicou expressiva parte de seu pontificado a essa área. Lembremos algumas dentre outras iniciativas de Karol Wojtyla: 1) Carta Apostólica Salvifici Doloris – sobre o sentido cristão do sofrimento humano (1984); 2) Criação do Pontifício Conselho para a Pastoral da Saúde através do motu proprio Dolentium Hominum (1985).
A finalidade desse Conselho é coordenar, animar e promover iniciativas em nível nacional e internacional no âmbito da saúde; 3)  Publicação da revista trimestral Dolentium hominum, que leva o mesmo nome do documento que instituiu o Pontifício Conselho da Pastoral da Saúde; 4) Exortação Apostólica Christifideles Laici – sobre a vocação e missão dos leigos na Igreja e no mundo (1988); 5) Instituição do Dia Mundial do Doente (1992), a ser celebrado sempre em 11 de fevereiro, festa de Nossa Senhora de Lourdes; 6) Publicação da Encíclica Evangelium Vitae – O Evangelho da Vida (1995); 7) Publicação, pelo Pontifício Conselho da Pastoral da Saúde, da Carta dos Agentes de Saúde (1995).
Em âmbito de América Latina, temos a realização pelo Conselho Episcopal Latino-Americano e do Caribe (Celam) de várias conferências continentais, a saber: 1) A Conferência de Puebla (México), sobre a evangelização no presente e futuro da América Latina (1979); 2) Conferência de Santo Domingo (República Dominicana), sobre a Nova evangelização, promoção humana e cultura cristã (1992); 3) Conferência de Aparecida (SP), com o tema Discípulos e missionários de Jesus Cristo para que nossos povos n´Ele tenham vida. No âmbito da Pastoral da Saúde, através do Departamento de Pastoral Social (Depas), o Celam realizou cinco encontros latino-americanos, sendo que, no último, o V Encontro de Pastoral da Saúde, realizado na Cidade do Panamá, capital daquele país (2009), teve como objetivo “revisar e atualizar a Guia da Pastoral da Saúde à luz do Documento de Aparecida”.

Saúde para todos − Uma conquista importante ao longo desses anos de encontros latino-americanos e caribenhos da Pastoral da Saúde organizados pelo Celam foi a aprovação das diretrizes para a Pastoral da Saúde, abrangendo todo o continente latino-Americano. Neste encontro de 2009, procedeu-se uma revisão dessas diretrizes à luz da Conferência do Episcopado Latino-Americano, realizada em Aparecida e que foi lançada no Dia Mundial do Doente de 2010, com o título Discípulos Missionários no Mundo da Saúde: Guia para a Pastoral da Saúde na América Latina e no Caribe.
Participam atualmente da equipe de apoio da Pastoral da Saúde do Celam os brasileiros, André de Oliveira, médico, leigo, ex-coordenador nacional da Pastoral da Saúde – Conferencia Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) desde 2000, e o padre Léo Pessini, desde 1994, quando da realização do 1º Encontro Latino-Americano de Pastoral da Saúde, em Quito (Equador).  Ainda em âmbito de América Latina, não podemos deixar de registrar a atuação do Centro Camiliano de Humanização de Pastoral da Saúde de Bogotá (Colômbia), que se transformou num ponto importante de referência da Pastoral da Saúde para toda a região latino-americana.
No Brasil, a realização da Campanha da Fraternidade de 2012, que teve como tema Fraternidade e saúde pública e lema: “Que a saúde se difunda sobre a terra” (cf. Eclo 38,8), retomou depois de 31 anos (1981 – uma “Saúde para todos”) novamente a questão da saúde. Sem saúde a vida não desabrocha! 

Destaque:
Saúde e Igreja, avanços importantes! Muitas novidades ocorreram em termos de Igreja Universal no âmbito da Pastoral da Saúde ao longo das últimas três décadas




Fonte: FC ediçao 925-Jan2013
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Das ondas ao altar
Se pregava, era de todo coração; se surfava, era para encarar as maiores ondas.
Somos peregrinos
A Jornada Mundial da Juventude, realizada na cidade do Panamá, país da América Central
Um chamado que faz chamar!
Um chamado que muitas vezes é questionado e rejeitado por um bom tempo, até que se percebe como o profeta Jeremias, que é uma luta desigual
ENTRE JOVENS
Grande parte dos jovens entre 15 e 29 anos, em algum momento experimentou dupla jornada.
Sonho desperto
Jovens de diferentes estados do Brasil, focados no coletivo, buscam uma carreira e uma profissão
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados