Insuficiente

Data de publicação: 19/03/2015

Na evangelização, a linguagem agropastoril de ontem precisa de acréscimos fortes na era digital! O conteúdo ainda é bom, como sempre foi, mas não estamos achando seu invólucro

Por padre Zezinho, scj


Aconteceu comigo! Escrevi uma canção insuficiente. E o fiz por ser também um autor insuficiente. Gostaria de saber quem não é! Felizmente, fui alertado por um sábio bispo e dois ou três colegas teólogos, que sabem e podem mais do que eu. Consertei em tempo a minha canção insuficiente. Dei-lhe os devidos acréscimos, e o povo a está cantando feliz da vida porque entendeu.
Na evangelização, há que se distinguir entre o essencial, o suficiente e o insuficiente. Pode-se dar uma mensagem essencial, mas insuficiente. Era o caso da minha canção. Pode-se dar o essencial suficiente que não exija acréscimos. Tratava-se apenas daquela parte da mensagem. Mas há mensagens que não podem ser parcializadas, sob pena de deturparem a catequese. Não faz sentido cantar que queremos amar somente a Deus porque isso, sim, seria parcializar a fé cristã que se fundamenta no amor a Deus e ao próximo. Jesus e João (cf. Mc 12.31; 1 Jo 4,20). deixam claro que não há um preceito sem o outro.
Há um tempo li no L´osservatore Romano, que o Pontifício Conselho falava de promover outra vez a evangelização dos países de antiga fé. Em outras palavras, falava do cansaço dos países ontem intensamente católicos e cristãos e hoje carentes de reevangelização.  Lembrando o que dizia Bento XVI que a evangelização, continua a ser o grande desafio que sempre foi, mas que a Igreja não perdeu sua força evangelizadora a homilia toca na ferida: insuficiência. Da mesma forma que se fala de insuficiência coronariana, porque o coração não bomba direito, assim a evangelização pode não se expressar direito.

Instrumentos sem linguagens − Milhões de pregadores têm andado às turras com a linguagem moderna. Incluo-me entre eles, embora busque linguagem ao mesmo tempo profunda e acessível. Não sei se o leitor já percebeu isso! Nas Igrejas, temos os instrumentos, mas ainda não achamos a linguagem de hoje para o mundo de hoje. Acadêmica, parcial, setorizada em excesso, ou até mesmo infantilizada, triunfalista, sacral demais, nela os vocábulos nem sempre se explicam. Ou achamos novos símbolos para reforçarem os de sempre ou os de sempre não serão mais compreendidos. A linguagem agropastoril de ontem precisa de acréscimos fortes na era digital!  
O conteúdo ainda é bom, como sempre foi, mas não estamos achando seu invólucro. Lembra a torta rica de teor alimentício que, mal embrulhada, mal transportada e mal conservada, não chega inteira e nem alimenta o destinatário. A mensagem cristã não está chegando inteira e suficiente ao povo. Ou é linguagem acadêmica e sacral demais, ou é tão simples que beira o simplório. Entre o português de presbitério, o acadêmico e o gramaticalmente errado e até simplório, há o português simples e correto que se aprende em bons cursos de língua portuguesa!
Em tempo: a canção era “Um certo Galileu”. Acrescentei a ela mais cinco dogmas! O bispo que me corrigiu. Ele estava certo e sou-lhe grato! Eu deixara Jesus na cruz e esquecera o depois daquele dia! Corrigi! O texto agora está um pouco mais suficiente!



Na evangelização, a linguagem agropastoril de ontem precisa de acréscimos fortes na era digital! O conteúdo ainda é bom, como sempre foi, mas não estamos achando seu invólucro




Fonte: Familia Crista ed. 937/janeiro2014
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Somos peregrinos
A Jornada Mundial da Juventude, realizada na cidade do Panamá, país da América Central
Um chamado que faz chamar!
Um chamado que muitas vezes é questionado e rejeitado por um bom tempo, até que se percebe como o profeta Jeremias, que é uma luta desigual
ENTRE JOVENS
Grande parte dos jovens entre 15 e 29 anos, em algum momento experimentou dupla jornada.
Sonho desperto
Jovens de diferentes estados do Brasil, focados no coletivo, buscam uma carreira e uma profissão
Uma geração de transição
O que é ter sucesso na vida? Ter um emprego estável, casa própria e um carro, mesmo que simples
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados