Edição 953, maio de 2015

Data de publicação: 27/04/2015

Na capa desta edição a pequena Munduruku da Aldeia Piquiá, no município de Jacareacanga (PA), contempla o Rio Tapajós. O povo Munduruku, a sua história e suas dinâmicas sociais podem ser profundamente afetadas pela construção das hidrelétricas do Complexo Tapajós.

O menino Jesus, sua mãe Maria e seu pai José

Poderia ser uma trágica coincidência envolvendo nomes e fatos relacionados ao tempo Pascal, mas não passou de uma cena brasileira. Na Quinta-Feira Santa, 2 de abril, o menino Eduardo de Jesus Ferreira, de 10 anos, foi assassinado com um tiro de fuzil disparado em sua cabeça por um policial militar da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) que servia de guia para soldados do Batalhão de Operações Especiais (Bope). O menino tombou na porta de sua casa, onde brincava, no Conjunto de Favelas do Alemão, Zona Norte do Rio de Janeiro (RJ). E lá ficou, ao lado da mãe, a empregada doméstica Terezinha Maria de Jesus, de 40 anos, que chegou a ser ameaçada pelo soldado. “Jamais esquecerei o rosto de quem acabou com minha vida”, disse Maria. O pai, José Maria Ferreira de Sousa, conseguiu, sabe-se lá como, se conter. “Quero justiça”, afirmou.
Em um País onde filhos de famílias empobrecidas são assassinados a torto e a direito – das 82 crianças e adolescentes de até 14 anos mortos pela polícia em dez anos, 50 ocorreram na cidade do Rio – e não dispõem de segurança para brincar, beira a perversidade a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 171, em tramitação no Congresso Nacional, que propõe a redução da maioridade penal de 18 para 16 anos. Talvez seja o caso de perguntar a quem defende a proposta se 16 anos já não seria tarde para prender jovens pobres e negros. Sim, pois estes somam 60% dos encarcerados do País. Talvez os nobres congressistas, com uma dose extra de lobby junto aos meios de comunicação de massa, não fariam esses inocularem mais ódio junto à opinião pública para obter o apoio de uma população manipulável para reduzir a idade penal logo para 10 anos, a mesma idade do menino Eduardo de Jesus ao ser assassinado.
Em um tempo no qual a cultura de morte se sobrepõe à cultura de paz e as crianças e jovens são vítimas da sede de vingança – e não de justiça –, cabe lembrar as profecias de dom Luciano Mendes de Almeida e, certamente, de uma obra inspirada por ele: o Estatuto da Criança e do Adolescente. Bendito o País que não mata nem prende suas crianças...




ENTREVISTA

As ciências da corrupção
“Onde há poder, havendo brechas, haverá corrupção. Essa é a questão”, diz a pesquisadora Rita de Cássia Biason”





DIREITOS HUMANOS

Qual sociedade queremos?
Podemos trabalhar para superar a violência sem cair na armadilha do rebaixamento da maioridade penal. Basta buscar alternativas acolhedoras nas comunidades




ECONOMIA

Perante a crise econômica
O Brasil tem tudo para retomar rapidamente o desenvolvimento com distribuição de renda





POVOS DA FLORESTA

Soldados da borracha
Os soldados da borracha só foram reconhecidos com a Constituição de 1988, mas de forma insatisfatória





MUNDURUKU

Cultura ameaçada
A cultura Munduruku, a sua história e suas dinâmicas sociais podem ser profundamente afetadas pela construção das hidrelétricas do Complexo Tapajós




REPORTAGEM

Por um triz, a vida
Uma em cada sete brasileiras entre 18 e 39 anos já realizou pelo menos um aborto na vida, e a cada dois dias uma mulher morre em decorrência desse procedimento, que é ilegal no País




CÁRITAS

Franciscas das Minas
Experiências com a Economia Popular Solidária espalham-se pelo Brasil e mostram outra economia possível





DINÂMICA FAMILIAR

Mães pedem colo
“Visitar supõe abrir as portas, não se encerrar no próprio apartamento, sair, ir ter com o outro, poder dar conforto e esperança às famílias mais feridas”, diz o papa Francisco
   



FAMÍLIA

Na alegria, na doença
Izabel e Vivaldo Souza estão entre os milhares de nordestinos que enfrentaram o pau de arara e encontraram em solo paulista amor e trabalho para dar vida a sua família




VIDA DE CASAL

Lenha na fogueira
No começo tudo são rosas. Mas a continuação de uma vida a dois não precisa, necessariamente, ser uma coleção de espinhos





COMPORTAMENTO

Pequenas corrupções
A questão de praticar ou não uma pequena corrupção passa em nos colocarmos em situação de igualdade com o próximo





ENTRE JOVENS

A surdez nada muda
Estudante de Design e superativa, uma jovem com deficiência auditiva fala de seu dia a dia nada silencioso





FILHOS

Livre para mamar
Apesar de todos os benefícios do aleitamento materno, uma lei só recentemente aprovada na cidade de São Paulo garante à mãe o direito a amamentar em público




MATURIDADE

Começar de novo
A solidão nem sempre é o fim de quem ama. A viuvez, por exemplo, pode trazer possibilidades de reconstrução da identidade





FRANCISCO

Ano Jubilar
A misericórdia como “coração pulsante do Evangelho”





JUVENTUDE E FÉ

Modelo de discipulado
Maria manteve-se fiel ao obedecer seu Filho na cruz e assumir a humanidade com sua maternidade sagrada





PAZ INQUIETA

Quando Maria ora
Uma das coisas bonitas da nossa Igreja Católica é o louvor de veneração que estendemos a Maria,




O EVANGELHO NA COMUNIDADE

7 de junho de 2015 10º Domingo do Tempo Comum
14 de junho de 2015 11º Domingo do Tempo Comum
22 de junho de 2015 12º Domingo do Tempo Comum
21 de junho de 2015 São Pedro e São Paulo, Apóstolos




ESPIRITUALIDADE

Escuridões luminosas
Assim como na prece, a audição musical se exerce de modo mais profundo e concentrado a olhos fechados





FORMAÇÃO LITÚRGICA

A cura enviada por Deus
A medicina é importante, mas o que mais consola é a proximidade do amigo que, livremente, decide participar de sua dor





FORMAÇÃO TEOLÓGICA

Oitavo mandamento
“Não levantar falso testemunho”





MARIA

Ver ou não crer?
No mês de Maria, as pessoas lembram das aparições de Nossa Senhora, como em Fátima, Guadalupe e Aparecida. Seriam elas necessárias para a fé?




IGREJA

Em ritmo de saída
Inspirado em convocação de Francisco, Seminário convoca religiosos e religiosas à fidelidade do compromisso da vida consagrada





ALIMENTAÇÃO

Gastrotinga, a nova culinária do sertão
Timóteo Domingos está surpreendendo o Brasil com sua criatividade empreendedora que valoriza ingredientes colhidos na mata branca, a caatinga




SAÚDE

A cura vem a cavalo
Nova técnica auxilia pacientes com lesão medular a ter melhor qualidade de vida e, em alguns casos, recuperar a sensibilidade ou os movimentos perdidos




BIOÉTICA

Vida humana desperdiçada
A espiral da violência tem que ser vencida pela espiral da esperança, isto é, da convivência respeitosa e cuidadosa da vida





PANORAMA

100 anos de um massacre
Na Armênia, em 1915, o primeiro grande genocídio do século 20 vitimou 1,5 milhão de seres humanos. E todos eram cristãos...





CULTURA

Viola, nossa viola
Antes utilizada na catequese indígena, hoje a viola caipira une arte, fé e tradição do sertanejo brasileiro





CULINÁRIA

O sabor da caatinga
Coxinha, cocada e brigadeiro de cacto, pizza de palma, bolo de casca de abóbora, doce de folha de umbuzeiro, lasanha de quiabo





OLHARES

Cenas de amor
Uma exposição inédita de dois fotógrafos internacionais clica no Brasil o universo particular dos portadores de paralisia cerebral e de suas famílias







Fonte: Familia Crista ed. 953
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Fórmulas de energia
Pratos à base de amendoim fazem parte da cultura do Brasil e de seus países vizinhos
À moda de João Batista
Alimento natural, o mel é um dos primeiros alimentos utilizados pelo homem
Mimos para a mamãe
Pequenos mimos, como gestos de eterna gratidão.
Todos os sabores do ovo
A ciência já comprovou: o ovo, principalmente a gema, não causa mal à saúde
Arroz de galinha caipira
Arroz de galinha caipira ao açafrão e capim-limão é de dar água na boca.
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados