Liturgia da Palavra

Data de publicação: 26/11/2015

Ano C – 29 de novembro de 2015 - 1º Domingo do Advento
Jr 33,14-16 – Senhor-nossa-justiça
Sl 24 (25) - O Senhor indica o caminho certo
1Ts 3,12–4,2 -  O Senhor vos faça crescer no amor
Lc 21,25-28.34-36 – Vossa libertação está próxima

"Guia os humildes na sua justiça"(Sl 25,9)


Reflexão:
Cônego Celso Pedro da Silva
Arte: Sergio Ricciuto Conte

Na segunda semana do Advento, exatamente no dia 8 de dezembro, solenidade da Imaculada Conceição de Nossa Senhora, tem início o Jubileu Extraordinário da Misericórdia. Extraordinário é o jubileu, não, porém, a misericórdia de Deus revelada por Jesus de Nazaré. Jesus Cristo é o rosto da misericórdia do Pai.
Estamos iniciando o Tempo do Advento, no qual esperamos a realização dos bens prometidos por Deus à Casa de Israel e à Casa de Judá. Deus prometeu fazer valer a Lei e a Justiça na terra, para que o povo viva tranquilo e possa dizer confiante: “O Senhor é a nossa justiça”. Ele é o Deus da nossa salvação, ele é piedade e retidão. Mostra-nos o seu caminho, sua verdade nos orienta, dirige os humildes na justiça e reconduz os pecadores ao bom caminho. Seus caminhos são verdade e amor. Ele se torna íntimo daqueles que o temem. Jeremias e o salmista mostram-nos o rosto misericordioso do nosso Deus, e queremos ver esse rosto que é Jesus Cristo. Vamos celebrar o Natal recordando sua vinda na humildade enquanto esperamos sua vinda na glória. O Senhor que veio é aquele que virá e que está vindo cada dia. Que Deus nos dê a graça de esperá-lo e acolher sua chegada de pé, atentos e vigilantes em oração, não prostrados insensíveis por causa da gula, da embriaguez e das preocupações da vida.
Neste ano santo da misericórdia esperamos ver o rosto misericordioso do Pai em seu Filho que vem, e gostaríamos que o mundo visse em nós, discípulos de Jesus, o rosto misericordioso do Pai. Na Liturgia de hoje, São Paulo indica caminhos aos tessalonicenses, válidos sobretudo na celebração do jubileu da misericórdia. Paulo afirma que ama os tessalonicenses e que ensinou a eles como viver para agradar a Deus. Pede então a Deus que aumente e transborde o amor entre eles e para com todos. Nisso consistirá uma santidade sem defeitos aos olhos de Deus. É preciso, no entanto, progredir. Aí está a palavra- chave: amor. Não, porém, estático, mas amor que aumenta e transborda dentro e fora da comunidade. Escreve o papa Francisco na Bula de Proclamação do Jubileu que “a misericórdia de Deus não é uma ideia abstrata, mas uma realidade concreta, pela qual ele revela o seu amor como o de um pai e de uma mãe que se comovem pelo próprio filho até ao mais íntimo das suas vísceras. É verdadeiramente caso para dizer que se trata de um amor visceral. Provém do íntimo como um sentimento profundo, natural, feito de ternura e compaixão, de indulgência e perdão”. É o que o papa espera de todos nós, na prática, como Paulo desejou que vivessem os de Tessalônica para agradar a Deus.
Queremos estar de pé quando o Senhor chegar para vermos sua face misericordiosa. Para isso nossos corações não podem estar insensíveis, isto é, pesados como se fossem de pedra que não sente nada, insensíveis. A gula, a embriaguez e as preocupações da vida podem endurecer o nosso coração, que deixará de ser misericordioso. Misericordioso é o coração que se compadece. Podemos fazer um exame de consciência no início deste Advento sobre a bebida, a comida e a preocupação com as coisas que temos ou não temos? Quanta tristeza por causa da bebida sem medida! Quanta injustiça na comida farta e na comida que falta! Quanto sofrimento na multiplicação de desejos de coisas que abafam as pessoas!

Leituras e Salmos (30 de novembro a 5 de dezembro)
2ªf.: Rm 10,9-18; Sl 18 (19); Mt 4,18-22.
3ªf.: Is 11,1-10; Sl 71 (72); Lc 10,21-24.
4ªf.: Is 25,6-10a; Sl 22 (23); Mt 15,29-37.
5ªf.: Is 26,1-6; Sl 117 (118); Mt 7,21.24-27.
6ªf.: Is 29,17-24; Sl 26 (27); Mt 9,27-31.
Sáb.: Is 30,19-21.23-26; Sl 146 (147A); Mt 9,35–10,1.6-8.




Fonte: Edição 958,outubro de 2015
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Liturgia da Palavra
25 de Dezembro de 2017 - Natal de Nosso Senhor Jesus Cristo, Ano B, Reflexão da Liturgia.
Liturgia da Palavra
24 de Dezembro de 2017 - 4º Domingo de Advento, Ano B, Reflexão da Liturgia.
Liturgia da Palavra
17 de Dezembro de 2017 - 3º Domingo de Advento, Ano B, Reflexão da Liturgia
Liturgia da Palavra
10 de Dezembro de 2017 - 2º Domingo de Advento, Ano B, Reflexão da Liturgia.
Liturgia da Palavra
03 de Dezembro de 2017 - 1º Domingo de Advento, Ano B, Reflexão da Liturgia
Início Anterior 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados