Liturgia da Palavra

Data de publicação: 04/12/2015

Ano C – 6 de dezembro de 2015 - 2º Domingo do Advento
Br 5,1-9 – Deus há de conduzir Israel para a luz.
Sl 125 (126)  − Traze de volta, Senhor, nossos exilados.
Fl 1,4-6.8-11 – Tenho saudades de todos vós.
Lc 3,1-6 – Ele pregou um batismo de conversão.
“Preparai o caminho do Senhor, endireitai as veredas para ele”(Lc 3, 4)

Reflexão: Cônego Celso Pedro da Silva
Arte: Sergio Ricciuto Conte

Na missa da manhã do dia de Natal, a Carta a Tito nos diz que “manifestou-se a bondade de Deus, nosso Salvador, e seu amor pelos homens. Ele salvou-nos, não por causa dos atos de justiça que tivéssemos praticado, mas por sua misericórdia”. Vamos então depressa até Belém para ver a encarnação da misericórdia do nosso Deus. Que caminho seguir? O caminho do Advento, que nos leva a Belém, onde ele veio, e nos levará para fora do tempo e do espaço, ao encontro definitivo, quando cessará o pecado e começará a misericórdia. Por enquanto contentemos em encontrá-lo em Belém, na nossa Belém, que é a rua onde temos nossa casa.
Certamente encontraremos alguém que vai nos ajudar a percorrer o caminho. Deus enviou um anjo mensageiro, João Batista, para preparar o caminho do Senhor. Aproveitemos e vamos pelo mesmo caminho. Os vales serão aterrados, as montanhas e colinas, rebaixadas; os trechos tortos, endireitados; e os acidentados, aplainados. Assim disse o profeta Isaías, para garantir que todas as pessoas poderão ver a salvação de Deus.
O profeta Baruc convida Jerusalém a tirar as vestes de luto e a se vestir com roupas de festa porque terminou o exílio. Ele fala do passado de Israel e nos joga no futuro da nossa vida. É que estamos aguardando a vinda definitiva de Jesus, quando ele nos revestirá com sua glória. Deus preparou o caminho de Israel e prepara o nosso também para caminharmos com segurança sob a glória de Deus. Como Isaías, Baruc fala dos altos montes e das colinas que se abaixam, dos vales que se enchem, da terra aplainada, e para tornar o caminho ainda mais agradável, planta árvores perfumadas para darem sombra aos caminhantes. “Deus guiará Israel, com alegria, à luz de sua glória, manifestando a misericórdia e a justiça que dele procedem.” Mais uma vez nos encontramos com a misericórdia. Ela sempre está por aí, mas foi preciso chamar a nossa atenção para perceber a sua presença.
O caminho foi preparado, João ajudou, quantos amigos nos ajudaram para estarmos “puros e sem defeito” no dia de Cristo, para chegarmos a Belém e ao encontro definitivo no dia do juízo final “puros e irrepreensíveis”, isto é, sem manchas e sem faltas contra a Lei do Senhor. As dificuldades precisam ser aplainadas, vencidas e superadas. Coloque na lista das dificuldades tudo o que bloqueia o caminho: nossas limitações, nossos pecados, as oposições, as inimizades, enganos e desenganos, raivas, frustrações.
Alguém nos ajudará a endireitar o caminho, sobretudo o Espírito de sabedoria e discernimento que é o amor, e se manifesta no conhecimento e na sensibilidade, na experiência sensível, e tem como resultado o discernimento do que é o melhor. Desenvolva a sua sensibilidade em todos os seus relacionamentos para conhecer o amor. Perceba o outro, não seja duro nem indiferente. Deixe que o Espírito de amor se manifeste em você. Então, tudo o que você fizer será sempre o melhor e, no dia de Cristo, você será considerado puro e sem defeito. O amor cresce em conhecimento e em sensibilidade para podermos perceber o que é o melhor. O Espírito que em nós habita se expande em sensibilidade. O resultado é que você conhece o Espírito e adquire o discernimento do que é o melhor. Comece pela sensibilidade.


Leituras e Salmos (7 a 12 de dezembro)
2ªf.: Is 35,1-10; Sl 84 (85); Lc 5,17-26.
3ªf.: Gn 3,9-15.20; Sl (97) 98; Ef 1,3-6.11-12; Lc 1,26-38.
4ªf.: Is 40,25-31; Sl 102 (103); Mt 11,28-30.
5ªf.: Is 41,13-20; Sl 144 (145); Mt 11,11-15.
6ªf.: Is 48,17-19; Sl 1; Mt 11,16-19.
Sáb.: Gl 4,4-7; Sl 95 (96); Lc 1,39-47.




Fonte: Edição 959,novembro de 2015
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Evangelização, sim!
Para Francisco, a evangelização não pode confundir-se com o clericalismo nem com o proselitismo.
O Anjo Bom do Brasil
Irmã Dulce,a religiosa que conquistou o coração do povo brasileiro será canonizada.
Mesa da Palavra
13º. Domingo do Tempo Comum - Ano C • 30 de junho de 2019 - Solenidade de São Pedro e São Paulo
Mesa da Palavra
A fé cristã professada pela Igreja Católica é de tal forma complicada, que só pode ser verdadeira.
Mesa da Palavra
Solenidade de Pentecostes.Quando ele vier, conduzirá os discípulos à plena verdade.
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados