Liturgia da Palavra

Data de publicação: 08/09/2016

Ano C – 11 de setembro de 2016 – 24º Domingo do Tempo Comum

Ex 32,7-11.13-14 – O Senhor falava com Moisés face a face.
Sl 50 (51) – Não me rejeites da tua presença.
1Tm 1,12-17 – Sei em quem acreditei.
Lc 15,1-32 – Filho, tu estás sempre comigo!
"Haverá no céu alegria por um pecador que se converte" (Lc 15,7)

Reflexão:
Cônego Celso Pedro da Silva
Arte: Sergio Riccuto Conte

Você renunciou a tudo e se pôs a seguir Jesus Cristo. Como bom discípulo, você quer aprender do Mestre, por isso procura estar onde ele está. Não se surpreenda se o encontrar comendo com os pecadores. Mudar de mentalidade faz parte da renúncia e da cruz. Estamos descobrindo quem é Jesus todos os dias. O Cristo real pode não corresponder ao Cristo da nossa imaginação.
O Evangelho nos ajuda a vê-lo como ele de fato é. Para quem quer segui-lo, Jesus conta hoje três histórias: a da ovelha perdida, a da moeda perdida e a do filho pródigo. Depois contará ainda a história do administrador infiel e a do pobre Lázaro e o rico esbanjador.
Se você procura Jesus, vai encontrá-lo hoje com cobradores de impostos e pecadores. Ele os acolhe e até toma refeição com eles. Jesus não deveria estar com gente boa, gente honesta e religiosa? Os mestres da Lei e os fariseus daquele tempo criticaram Jesus. Enquanto os publicanos e os pecadores se aproximavam de Jesus para escutar o que ele ensinava, os judeus religiosos murmuravam contra Jesus e o criticavam.
Aparentemente Jesus estava errado e os mestres da Lei estavam certos. Nós, porém, que seguimos Jesus Cristo, antes de dizer que ele está errado e criticá-lo, sendo ele quem é e sendo nós seus discípulos, vamos ouvi-lo porque certamente ele está ensinando alguma coisa e pedindo de nós em resposta uma atitude nova, uma nova atitude de quem quer ser seu discípulo. Jesus conta então, respondendo aos fariseus e aos mestres, três parábolas, a da ovelha perdida, a da moeda perdida e a do filho pródigo. A ovelha foi encontrada, a moeda, achada e o filho recuperado são e salvo. Nas três parábolas, a preocupação transformou-se em alegria. Há uma grande alegria pela recuperação, seja do objeto, seja do animal e mais ainda do ser humano.
Assim Jesus ensina que há grande alegria entre os anjos de Deus no céu por um só pecador que se converte do que por noventa e nove justos que não precisam de conversão. Jesus se mistura com os pecadores, não para aumentar-lhes o número, mas para que se sintam amados e saibam que sempre podem voltar, voltar para o Pai, e mudar, mudar ideias e sentimentos. Isto é a conversão, mudança na mente e    retorno
Publicanos e pecadores poderiam pensar que estavam certos, que não tinham nada a mudar, que o importante é ser esperto e tirar proveito da vida, que o bom ladrão que rouba sem ser pego. Quem lhes mostrará outros caminhos de alegria e felicidade? Eles também poderiam pensar que ninguém os ama nem os quer por perto, que entraram pelo caminho errado e não dá para voltar, que são de fato uns condenados e só lhes resta tirar bom proveito desta vida.
Quem lhes mostrará o amor do Pai e as portas abertas? Ao se sentar à mesa com publicanos e pecadores e se deixar criticar pelos mestres da lei, pelos fariseus e pelo irmão mais velho do filho pródigo, Jesus revela a grandeza do amor misericordioso do Pai e reverte a situação. Quem deve se converter são os que não estão com ele. O Pai insistiu com o filho mais velho para que entrasse e participasse da festa. Abrem-se as portas. Que entrem os mestres da Lei, os fariseus e o filho mais velho. Afinal, onde está Jesus estão os anjos do céu e lá há alegria. Afinal, Deus desistiu do mal que havia ameaçado fazer a seu povo.


Leituras e Salmos (12 a 17 de setembro)
2ªf.: 1Cor 11,17-26.33; Sl 39 (40); Lc 7,1-10.
3ªf.: 1Cor 12,12-14.27-31a; Sl 99 (100); Lc 7,11-17.
4ªf.: Nm 21,4b-9; Sl 77 (78); Jo 3,13-17.
5ªf.: Hb 5,7-9; Sl 30 (31); Jo 19,25-27 ou Lc 2,33-35.
6ªf.: 1Cor 15,12-20; Sl 16 (17); Lc 8,1-3.
Sáb.: 1Cor 15,35-37.42-49; Sl 55 (56); Lc 8,4-15.




Fonte: FC ediçao 967 - AGOSTO 2016
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Uma vida nova em Cristo
O Círio Pascal recorda que Cristo é a luz do mundo
Evangelização, sim!
Para Francisco, a evangelização não pode confundir-se com o clericalismo nem com o proselitismo.
O Anjo Bom do Brasil
Irmã Dulce,a religiosa que conquistou o coração do povo brasileiro será canonizada.
Mesa da Palavra
13º. Domingo do Tempo Comum - Ano C • 30 de junho de 2019 - Solenidade de São Pedro e São Paulo
Mesa da Palavra
A fé cristã professada pela Igreja Católica é de tal forma complicada, que só pode ser verdadeira.
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados