Minha família, minha vida

Data de publicação: 05/04/2017

Deusdédit de Almeida *

A família é a primeira e fundamental expressão da natureza social do homem, é uma comunidade de pessoas,
a menor célula social, e como tal, é uma instituição fundamental para a sociedade


A família é a invenção mais bonita de Deus. Ela é a imagem visível da Trindade. No seio da Trindade, as pessoas divinas amam e são amadas! Assim deve ser a família humana: uma comunhão de pessoas unidas pelo amor. Amar é fazer o bem ao outro. Ora, o bem maior é fazer o outro feliz!
No plano natural, a família é a primeira e fundamental expressão da natureza social do homem. É uma comunidade de pessoas, a menor célula social, e como tal, é uma instituição fundamental para a sociedade.
Por isso, a Família é o espaço privilegiado para forjar no coração do homem os valores perenes, sejam eles humanos ou espirituais, e as virtudes sociais. Por esta razão, a família é o bem maior da pessoa humana e o grande patrimônio da humanidade. Pois, nela se dá o nascimento e o crescimento do homem. Assim podemos afirmar que na família esta o DNA da humanidade, já que no DNA de uma pessoa está tudo aquilo que ela vai ser no futuro!
No plano ou desígnio de Deus, a família é o espaço próprio e insubstituível para que um homem e uma mulher possam, através do sagrado do matrimônio, gerar e educar seus filhos para o exercício da vida cristã e cidadã. Portanto, a santificação do matrimônio deve ser a meta fundamental do casal Cristão. É por isso, que o casamento, santificado pelo sacramento do matrimônio, não tem “prazo de validade.” É para sempre!

Amor na família − Ora, diante das investidas devastadoras contra a unidade da família, precisamos proclamar a beleza da vida conjugal cristã!  Quantas famílias cultivam gestos solícitos de bondade e ternura que encantam, tornando adoráveis os relacionamentos! Quantas famílias vivem a beleza e grandeza do amor conjugal cristão! 
A proposta do Sínodo sobre a família, convocado pelo papa Francisco, em duas etapas, visa aprofundar melhor a problemática da família hoje e buscar orientações sólidas e seguras para a construção da família conforme o plano de Deus e buscar soluções para os casos especiais que estão se multiplicando.
Entretanto precisamos ter um olhar de misericórdia para com as famílias “desestruturadas”. A exemplo de Jesus precisamos amar e acolher as famílias nas condições em que elas se encontram: incompletas, irregulares, machucadas e em  segunda ou terceira união! A Pergunta é: O que Jesus faria se estivesse em nosso lugar, diante destas novas situações?  Ainda que nenhuma família seja perfeita, precisamos nos orgulhar dela dizendo: “Minha família, minha vida”! Deus abençoe  as famílias do Brasil!

* Deusdédit de Almeida é sacerdote da arquidiocese de Cuiabá (MT) e assessor eclesiástico da pastoral familiar do Regional Oeste 2 e pároco da Paróquia Coração Imaculado de Maria em Cuiabá




Fonte: FC edição 949 - Janeiro 2015
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Companheiros de vida
“Temos cumplicidade e não deixamos de fazer nada do que os outros fazem".
Muitos anos de vida
A família deve estimular a criança a praticar exercícios.
Volver a La Paz
Não serviu de nada vir ao Brasil, hoje possivelmente é mais vantajoso voltar para a Bolívia.
Tecer o amor
Não pode ficar sentado esperando. Se você tem um sonho, vai atrás dele.
Quando ajuda vira intromissão
Há muito que aprender com a experiência dos pais e sogros.
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados