Liturgia da Palavra

Data de publicação: 03/05/2017

4º Domingo da Páscoa
Ano A – 7 de maio de 2017

At 2,14a.36-41 – E recebereis o dom do Espírito Santo.
Sl 22(23) – O Senhor é o meu pastor. Nada me falta.
1Pd 2,20b-25 – Voltastes ao pastor que cuida de vós
Jo 10,1-10 – Quem entra pela porta estreira é o pastor das ovelhas.

Todos os anos o 4º Domingo da Páscoa é o Domingo do Bom Pastor. O Tempo Pascal tem a duração de sete semanas, e a semana do meio é exatamente esta, a do Bom Pastor. Olhamos então para o Ressuscitado e o vemos como o Pastor por excelência de todo o rebanho. Na passagem do Evangelho que lemos hoje, Jesus diz primeiro que o pastor das ovelhas entra no redil pela porta. Ele é conhecido do porteiro e das ovelhas. Esse pastor é Jesus. Redil é o lugar onde se guardam as ovelhas. Representa a Igreja de Jesus aqui na terra e o céu depois da nossa morte. As ovelhas somos nós e o porteiro é Deus Pai. Depois, Jesus diz que a porta é Ele mesmo. Ele é a porta das ovelhas. Para entrar, se proteger e se alimentar, é preciso passar por Jesus. E é isso que Ele quer, que todos venham até Ele para terem muita vida. Jesus é o Pastor de todos, particularmente de seus discípulos, e seus discípulos, por sua vez, são pastores no meio do mundo para todas as pessoas que precisam encontrar a porta de entrada que leva ao céu. Animados no Espírito e pelo Espírito, trabalham para que não faltem a ninguém nem o alimento material nem o alimento espiritual.
Escrevendo a todos os cristãos, o apóstolo São Pedro lhes diz que antigamente eles andavam como ovelhas desgarradas, mas agora voltaram “ao pastor e guarda de suas vidas”. Antes, andavam dispersos pelo mundo. Agora encontraram Jesus que cuida deles e guarda as suas vidas. Pelas feridas de Jesus na cruz, foram curados de todos os males. Ele espera que todos nós tenhamos morrido para o pecado e vivamos agora para a justiça, segundo o que Deus espera de cada um de nós.
São Pedro escreveu e também pregou. No dia em que os primeiros discípulos, junto com Maria e os apóstolos, receberam o Espírito Santo, Pedro saiu para a rua e falou a todo o povo que Jesus estava vivo, tinha ressuscitado e que todos se convertessem. Ele os exortava a se “salvarem dessa geração perversa”, a não se deixarem contaminar pela corrupção deste mundo. A corrupção é atraente. Ela traz vantagens e é cheia de aventuras. No entanto, ela é a expressão mais forte das forças da morte. O que se corrompe está morrendo. A corrupção ativa nos desvia da porta do redil. Reluz, mas não é ouro. Por isso diziam os latinos que a corrupção do ótimo é péssima!
Renovamos nossa profissão de fé no Senhor Ressuscitado, que é o Bom Pastor, a porta pela qual passam as ovelhas. Atualizamos o nosso batismo e renovamos a vontade de pertencer a Cristo, viver por causa dele e de seu Evangelho. Na pregação de Pentecostes feita por Pedro, dizem os Atos dos Apóstolos que foram batizadas mais ou menos 3 mil pessoas. Foram os primeiros. E nós estamos continuando o que eles começaram. Queremos suportar com paciência o sofrimento, se ele acontecer, porque fizemos o bem. É a nossa vocação seguir os passos de Jesus, que nos deixou o exemplo. Já que somos seus discípulos, já que somos batizados, queremos voltar sempre de novo ao Pastor e guarda de nossas vidas.
Pedimos ao Bom Pastor a graça de estarmos atentos para não confundir a sua voz com a voz de estranhos. Ele mesmo nos adverte de que há ladrões e assaltantes. Eles não entram pela porta e atacam o redil para roubar a vida das ovelhas.

Leituras e Salmos (8 a 13 de maio)
2ªf.: At 11,1-18; Sl 41 (42); Jo 10,11-18.
3ªf.: At 11,19-26; Sl 86 (87); Jo 10,22-30.
4ªf.: At 12,24 – 13,5a; Sl 66 (67); Jo 12,44-50.
5ªf.: At 13,13-25; Sl 88 (89); Jo 13,16-20.
6ªf.: At 13,26-33; Sl 2; Jo 14,1-6.
Sáb.: At 13,44-52; Sl 97 (98); Jo 14,7-14.




Fonte: FC edição 976 - Abril 2017
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Centro de Conversão Pastoral
Há muitos desafios para a conversão pastoral da paróquia atual.
Uma senha espiritual
Um caminho de fé a partir da espiritualidade paulina, proposta vivida e oferecida pelo Pe.Alberione
Liturgia da Palavra
20 de Agosto de 2017 - 20º Domingo do Tempo Comum, Ano A, Reflexão da Liturgia.
Liturgia da Palavra
13 de Agosto de 2017 - 19º Domingo do Tempo Comum, Ano A, Reflexão da Liturgia.
Liturgia da Palavra
06 de Agosto de 2017 - Transfiguração do Senhor, Ano A, Reflexão da Liturgia.
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados