Uma senha espiritual

Data de publicação: 03/08/2017

Por Patrícia Silva, fsp

Um caminho de fé a partir da espiritualidade paulina, proposta vivida e oferecida pelo bem-aventurado Tiago Alberione, fundador da Família Paulina


Guarde bem essa senha: Jo 14,6, você pode precisar dela. É uma senha forte. Não se troca nem se perde. É sempre atual. Também não se destrói, se algum vírus tentar corrompê-la.
Terminava o século 19 e iniciava o século 20.  Dentre as várias encíclicas do grande papa Leão XIII, a lançada em novembro de 1900 era como a chave de abertura do novo século. Na encíclica Tametsi Futura, os cristãos e a humanidade recebiam a senha da direção a seguir no novo século. Este documento passou a ser chamado Encíclica de Jesus Cristo Caminho, Verdade e Vida. O bem-aventurado Alberione compreendeu o link da Tametsi Futura, especialmente para o novo século: “Reunir todas as coisas em Cristo” (Ef 1,9-10), “Caminho, Verdade e Vida” (Jo 14,6).

Na oração − Tudo começou num momento de profunda oração. Alberione era seminarista e tinha 16 anos. Participou com entusiasmo da noite de adoração na passagem para o novo século, tanto que, a certo momento, percebeu “uma particular luz vinda da Hóstia”, livro Abundantes divitiae (AD), ou Abundantes graças, nº 25.
A experiência foi tão forte que abriu a mente e o coração do jovem Alberione a uma nova compreensão da realidade que o envolvia: a Igreja, o sacerdócio, a missão, a própria vida. Mas, sobretudo, teve a compreensão de duas coisas:
Primeira, feita uma profunda experiência do “estou convosco, todos os dias, até o fim dos tempos” (Mt 28,20), compreendeu que só em Cristo era possível ter uma resposta para os grandes problemas do novo século (AD 16). Em consequência, sentiu profundamente que devia “fazer algo pelo Senhor e pelas pessoas do novo século no qual viveria” (AD 15).
Alberione disse que todas estas coisas se fixaram na sua mente e no coração e dominaram sempre os pensamentos, a oração, o trabalho interior, as aspirações. E mais ainda: “Desde então, estes pensamentos dominaram o estudo, a oração, toda a formação. A ideia, no início muito confusa, clareava e, com o passar dos anos, torna-se também concreta” (AD 21).

Cristo total − Revelação do princípio da espiritualidade paulina. Poderíamos dizer que o embrião do carisma paulino, o princípio unificador da vida de Alberione, do seu pensamento e de suas obras, o link principal era “reunir o universo inteiro, tanto as coisas celestes como as terrestres, sob uma só Cabeça, Cristo.” (Ef 1,10), “Caminho, Verdade e Vida” (Jo 14,6).
Tendo recebido “aquela luz” da Eucaristia como uma revelação, Alberione assumiu a Tametsi Futura como uma santa herança tanto para si como para a missão das futuras fundações. No boletim San Paolo, escreverá sobre um envolvimento como se lhe abrisse um hipertexto: “Este espírito entrou na Família Paulina: a piedade segundo Jesus Cristo Caminho, Verdade e Vida, o estudo segundo Jesus Cristo Caminho, Verdade e Vida; o apostolado segundo Jesus Cristo Caminho, Verdade e Vida, a vida religiosa segundo Jesus Cristo Caminho, Verdade e Vida”.
A experiência da revelação de Jesus Cristo Caminho, Verdade e Vida constitui fundamento e ponto culminante dos “três momentos de maior graça” de Alberione: a vocação sacerdotal (1890-1891), o chamado fundacional (1900-1901) e o chamado e a missão religiosa (1910). Em 1910, deu um passo definitivo: “Escritores, técnicos, divulgadores, mas religiosos e religiosas” (AD 24).

Uma rede com o mesmo link − Milhares de pessoas acessaram o mesmo link e descobriram um banner de primeira página: viver e comunicar Jesus Cristo Caminho, Verdade e Vida. A mesma senha: Jo 14,6. Formou-se uma grande rede. Essa rede se denomina Família Paulina. O fundador, Tiago Alberione, deixa no seu texto principal, Abundantes Divitiae gratiae suae: “Que Cristo, Caminho, Verdade e Vida reine no mundo: é para a Família Paulina ampla tarefa e responsabilidade” (AD 63). Bonita missão de compartilhar.

O mesmo acesso − O tempo passa. Aos 70 anos de vida, o bem-aventurado Alberione, num momento de oração, confirma o acesso da senha, mas pede que não se dispersem em muitos acessos: “Não muitas espiritualidades e, sim, aquela, Senhor, que manifestastes. Todos nós vos sigamos, ó Jesus Verdade, venerando e aprofundando a fé. Todos nós vos sigamos, ó Jesus Caminho, venerando e praticando vossa vontade, exemplos e conselhos. Todos nós vos sigamos e vivamos, ó Jesus Vida, na união convosco! Sejamos ramos vivos da vossa videira, enxertados em vós pelos sacramentos, os sacramentais e a oração. Serei assim, um construtor de mim mesmo e um construtor de pessoas nas quais quereis viver.

Acesso à senha inicial
− Passou-se um século desde aquela primeira conexão. No início do século 21, o papa Francisco, na encíclica Lumen Fidei, dirá algo muito parecido ou idêntico ao que disse Leão XIII: “A nova lógica da fé centra-se em Cristo. A fé em Cristo salva-nos, porque é n’Ele que a vida se abre radicalmente a um Amor que nos precede e transforma a partir de dentro, que age em nós e conosco”. Somos todos, “em qualquer lugar ou situação, convidados a renovar hoje mesmo o nosso encontro pessoal com Jesus Cristo, ou pelo menos, a tomar a decisão de  nos deixar encontrar por Ele, de procurá-lo dia a dia, sem cessar”.




Fonte: FC edição 941 - Maio 2014
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Ritmo Eucarístico
Não é de qualquer jeito que se vive o momento celebrativo da Eucaristia.
O dom da ciência
"Lá no alto, existe o Deus do céu que revela os mistérios” (Dn 2,28a).
Restaurada e Aparecida
“A paz é dos milagres, o milagre mais bonito que se possa desejar”.
Liturgia da Palavra
15 de Outubro de 2017 - 28º Domingo do Tempo Comum, Ano A, Reflexão da Liturgia.
Liturgia da Palavra
08 de Outubro de 2017 - 27º Domingo do Tempo Comum, Ano A, Reflexão da Liturgia.
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados