Amor verdadeiro

Data de publicação: 12/06/2018


Por, Roseane Welter

  Que “o amor prevaleça na vida, o mesmo amor que os fez escolher ficarem juntos seja eternizado e renovado a cada amanhecer e findar do dia”

 

Amor verdadeiro não existe apenas na ficção. Na vida real, por todos os cantos do Brasil, encontramos muitas histórias de vida permeadas de amor, cumplicidade e fidelidade. Em Andradas, cidade localizada no sul de Minas Gerais, com aproximadamente 40 mil habitantes, encontramos Lázaro Faustino Vilas Boas, 95 anos, e Guiomar Lozano Vilas Boas, 86, que neste ano, celebram suas bodas de vinho, 70 anos de casados.

Uma história permeada de muito amor. Ambos garantem que o que marcou essas sete décadas de união foi e ainda continua sendo o amor. Amor este que a cada dia que passa só aumenta mais, segundo o casal. Uma trajetória vivida a dois que inspira a todos. A família e, sobretudo, os netos veem nos avós um exemplo que desejam espelhar para as suas vidas.

Amor e superação – Lázaro e Guiomar se conheceram na juventude. E garantem que foi amor à primeira vista. “Quando a vi pela primeira vez, ela tinha 15 anos e me apaixonei”, afirma Lázaro. O sentimento foi recíproco. “Ele estava machucado e fui visitá-lo, e aí o coração falou mais alto”, conta Guiomar.

A vida foi generosa com o casal. Casaram-se, e ambos garantem que estão sempre próximos e atualmente, como em todos esses anos de casados, estão sempre juntos. “Onde está um, pode crer, está o outro aí fazendo companhia”, afirmam pessoas próximas ao casal.

Mas, como todo casal, nem tudo na vida foi um mar de rosas. Enfrentaram ao longo desses anos muitos desafios. O primeiro, ainda no tempo de namoro, quando os pais de Guiomar não aceitaram o relacionamento da filha e, para separarem o casal, venderam tudo e estavam de mudança para o Paraná. Os jovens enamorados pensaram num jeito de não se separarem. Resolveram fugir para viverem essa história de amor. “Marcamos encontro sob a copa de cedro, dei uma volta longa para encontrá-la e a partir daí foi muito amor, felicidade”, afirma Lázaro. Guiomar recorda que a decisão “no início foi difícil, fugi com ele apenas com uma muda de roupa, mas deu tudo certo, e estamos aqui, felizes e apaixonados”, diz emocionada, ao relembrar como tudo começou.

Recordar de tudo, hoje, é bom porque nos faz ver que “vivemos muitas coisas juntos, mas o amor que sentimos um pelo outro foi mais forte e nos fez enfrentar tudo um ao lado do outro, nos apoiando”, enfatiza Guiomar. As dificuldades enfrentadas serviram para fortalecer os laços e amadurecer os vínculos na certeza de que nasceram um para o outro. “Eu cuido dele e ele cuida de mim, sempre foi assim, desde o começo”, menciona Guiomar.

Uma das maiores alegrias do nosso casamento foi o nascimento dos dez filhos. “Ver cada um crescendo, sorrindo, não tem explicação para emoção maior, até nos esquecemos das dificuldades enfrentadas”, comenta o casal. Com o passar dos anos, a família aumentou, hoje, vivem rodeados pelo amor e carinho de seus 16 netos, 12 bisnetos e 1 tataraneta. Para celebrar essa data, a família, parentes e amigos se reuniram no sítio em que vivem na zona rural de Andradas. A neta Anna Paula Vilas Boas teve a ideia de fazer um ensaio fotográfico para registrar essa história e convidou o amigo e fotógrafo Lukas Borges para eternizar o momento. 

            

Muito amor – “Prometo ser-te fiel, amar-te e respeitar-te, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, todos os dias da minha vida”, a fórmula do rito do casamento expressa bem o que o casal viveu e vive até hoje. “Sempre vivemos um para o outro, construímos nossa vida juntos nos ajudando e amando. A alegria hoje é ver os filhos, netos, bisnetos e a tataraneta bem. Eles completam nossa vida e temos a certeza de que tudo valeu a pena”, diz o casal.

Nesta época em que os relacionamentos são passageiros, eles provam o contrário, e garantem que o segredo para um casamento feliz e duradouro é o "amor, muito amor”.  Apesar de tudo, em nenhum momento pensaram em desistir um do outro. E garantem que o Sacramento do Matrimônio é algo consagrado por Deus, e que a base de tudo é o respeito. “Onde há respeito e valorização há grandes chances de dar certo”, afirmam, sem contar que muitas vezes é preciso abrir mão da própria ideia, dos desejos para caminhar e trilhar uma jornada de braços dados.

Amor que inspira – O amor é algo válido em nossos dias, pois constantemente somos movidos pelo ideal que é pautado no verbo amar. Sonhamos um relacionamento que dure para sempre. Para isso, é preciso estar aberto para as pequenas descobertas de cada dia, reconquistar a mesma pessoa diariamente, desejar estar junto, valorizar as pequenas sutilezas da convivência. O casal septuagenário garante que para o sucesso na longevidade do casamento ou qualquer forma de relacionamento humano e profissional o respeito e a paciência são fundamentais. “É preciso muito respeito e muita paciência de ambas as partes. Paciência para superar os acontecimentos de cada dia”, afirma o casal.

O amor atrai, une, renova as esperanças. Para os novos casais, a partir da própria experiência de vida, Lázaro e Guiomar desejam que “o amor prevaleça na vida, o mesmo amor que os fez escolher ficarem juntos seja eternizado e renovado a cada amanhecer e findar do dia”. Vou contar um segredo, diz Guiomar, “ele é o homem da minha vida”.

 

 

 

 





Fonte: Fc edição 979, Julho de 2017
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Liturgia da Palavra
9 de dezembro de 2018 - 2º Domingo do Advento - Ano C - Liturgia da Palavra
Sabor mineiro
A arte culinária é uma das tradições mais significativas de Minas Gerais.
Reconhecer e aceitar os erros
Que nossos erros sejam experiências e lições que impulsionem o crescimento das rosas da liberdade
O mar de Minas Gerais
Entre a serra e a represa, um lugar mágico, com canyons e paisagens deslumbrantes
Santos, beatos e mártires
Quanto mais leigos protagonistas, mais conhecido e amado será o Nosso Senhor Jesus Cristo
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados