Garrafas a menos, vida a mais

Data de publicação: 17/08/2018

Por, Alberto Braga e Natividade Pereira, fsp

Falamos tanto da necessidade de deixar um planeta melhor para nossos filhos e, entretanto, esquecemo-nos da urgência de deixar filhos melhores para o planeta. Podemos começar a fazer as duas coisas mostrando a nossos filhos como surgiu um dos produtos que mais poluem o mundo, o politereftalato de etileno, e como temos a oportunidade, agora, de reciclar objetos fabricados com ele, as garrafas PET, transformando-as em objetos simples e baratos. O PET é uma resina termoplástica da família dos poliésteres ou uma espécie de fibra sintética utilizada como matéria-prima em embalagens. Na engenharia é empregada como resina em combinação com a fibra de vidro. Patenteado em 1941 por trabalhadores da CalicoPrinters' Association, uma empresa têxtil da cidade de Manchester, na Inglaterra, o PET foi utilizado pela primeira vez pela DuPont norte-americana na produção de fios para tecelagens. No Brasil, a partir de 1993, o PET começou a ser utilizado na fabricação de embalagens de bebidas e, rapidamente, tomou o lugar das garrafas de vidro retornáveis.
Entre nós, em pouco tempo as garrafas PET se tornaram uma praga. O problema é que não houve, aqui e em outros lugares, a preocupação do que fazer com as montanhas de embalagens plásticas jogadas ao lixo e que levam mais de 200 anos para se decomporem no solo. Designers já criaram produtos como carregadores de celular, luminárias, bolsas, banquetas e mesmo calças jeans utilizando esse tipo de material. Até grandes seleções de futebol utilizam ou já utilizaram esse material em seus uniformes. Porque reciclar é transformar o velho em novo, o lixo em arte e o sujo em limpo, quase sempre poupando recursos naturais como a água e deixando de consumir energia – ambas cada vez mais caras e finitas. O meio ambiente e a humanidade agradecem essa preservação. Em 2016 dê mais atenção a essa proposta. Reciclar é fácil e não custa nada, ao contrário, economiza. Vamos em frente!

Material
• Garrafa PET transparente
• Tinta plástica
• Tesoura
• Estilete
• Pincel atômico
• Pirógrafo

Modo de fazer
Desenhe na garrafa PET, com o pincel atômico, os detalhes da decoração. Corte-os com o pirógrafo. Puxe para fora as pétalas das flores e as folhas. Pinte com tinta plástica e fure o gargalo para pendurar na parede.




Fonte: Fc edição 961, Janeiro de 2016
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Resgates
A reciclagem é um recomeço para o que aparentemente "não presta mais"
Dinâmica familiar
No caminho da vida, sem desanimar, se faz necessário uma pausa para adubar a fé
O amor na família
A família muda, mas o amor permanece, não há família, mas famílias
Pequenos estressados
O estresse e a ansiedade podem tornar as crianças insatisfeitas ou até infelizes
Birras pedem limites
Os pais devem enfrentar com inteligência atitudes inadequadas dos filhos
Início Anterior 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados